Parceria com governo de Moçambique leva exposição do Exploratório a África

A exposição Sentir.com viajou de Coimbra até Moçambique em abril. Após o período de transporte e montagem, a mostra de ciência está agora aberta ao público no Museu de História Natural de Maputo.

Ainda não foi inaugurada oficialmente, mas já pode ser visitada no Museu de História Natural de Maputo, em Moçambique. A exposição Sentir.com está agora em África para promover a cultura científica. Esta foi a primeira parceria do Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra com uma entidade africana.

A proposta partiu do Museu de História Natural de Maputo, através da Associação Osuwela – uma associação que pretende promover o desenvolvimento da educação e da ciência em Moçambique – que considerou a instituição de Coimbra uma referência no contexto da divulgação de ciência em Portugal. O Exploratório respondeu afirmativamente ao desafio lançado e, estabelecido o protocolo com o Ministério da Ciência, Tecnologias, Ensino Superior e Técnico Profissional de Moçambique, deu-se início a um conjunto de adaptações da exposição e formação da equipa moçambicana no Exploratório e em Maputo.

“Foi uma experiência muito interessante para o Exploratório que nos permitiu abrir uma porta de comunicação e desenvolvimento de novos projetos com África, em particular com países como Moçambique cuja proximidade com Portugal é enorme e deve ser estimulada. Por outro lado, o facto de podermos reabilitar uma exposição que já existia no Exploratório, com uma qualidade científica inegável, e dar-lhe uma nova vida torna esta parceria ainda mais relevante”, adiantou Paulo Trincão, diretor do Exploratório.

A exposição Sentir.com conta com um conjunto de módulos interativos relacionados com os sentidos do corpo humano – visão, olfato, audição, tato e paladar – e as formas de comunicação. Esta é uma exposição itinerante, desenvolvida pela anterior direção do Exploratório, que esteve exposta em Coimbra e em diversas cidades portuguesas entre 2004 e 2008. Após um conjunto de atualizações e adaptações, a mostra está agora patente no Museu de História Natural de Maputo.

Tags:

Sobre nós

Primeiro centro interativo de Ciência em Portugal, constituído em 1995 como associação sem fins lucrativos, tendo a Universidade de Coimbra e a sua Faculdade de Ciências e Tecnologia como principais associados fundadores e a Casa Municipal da Cultura de Coimbra como anfitriã.

Subscrever

Media

Media