Alan Mulally, Presidente e CEO da Ford, dá Início à Produção do Motor EcoBoost de 1.0 litros de Elevada Tecnologia e Emissões de CO2 Líderes no Segmento do Ford Focus

• O Presidente e CEO da Ford Alan Mulally dá início à produção do novo motor 1litro EcoBoost em Colónia, Alemanha. Este pequeno mas potente motor estará disponível em todo o mundo


• Ford investe 134 milhões de euros numa nova linha de produção na fábrica de motores de Colónia equipada com tecnologia de ponta


• A estreia deste motor ocorrerá no Ford Focus no início de 2012 dando-lhe a liderança da classe em termos de consumo de combustível e de emissões de CO2 O novo motor será subsequentemente disponibilizado no Ford C-MAX e no novo Ford B-MAX na Europa e noutros veículos Ford em todo o mundo


• O novo EcoBoost 1.0l é o mais pequeno motor a gasolina da Ford. Turbocomprimido e de injecção directa este motor estará disponível no Ford Focus com 125cv e 114g/km de CO2 e 100cv com 109g/km de CO2


• Concebido na Europa, este motor será igualmente produzido em Craiova, na Roménia, a partir do início de 2012, permitindo alcançar uma potencial capacidade de produção na Europa de 700,000 unidades por ano nos próximos anos, com uma previsão de produção mundial anual de até 1,3 milhões de motores


O Presidente e CEO da Ford Alan Mulally deu hoje início à produção do mais pequeno motor a gasolina da Ford, o EcoBoost de 1 litro, turbo-comprimido e de injecção directa, cujo lançamento terá lugar no início de 2012 na Europa e posteriormente em todo o mundo.


A Ford anunciou que quando o motor EcoBoost 1.0 litros, 3 cilindros se estrear no Ford Focus este irá debitar 125cv com emissões de CO2 de 114g/km, um desempenho ultra-baixo para um motor a gasolina e sem precedentes por parte dos concorrentes do Focus. Uma versão de 100cv do mesmo motor emitirá 109g/km de CO2, valor que será o melhor da classe.


"O novo EcoBoost 1.0l – bem como toda a nossa família de motores EcoBoost – representa avanços tecnológicos que proporcionam potência, eficiência de combustível e baixas emissões de CO2 através de turbocompressão e injecção directa ", disse Mulally. " Estes motores oferecem aos nossos fantásticos clientes Ford os veículos energeticamente eficientes que eles querem e valorizam e que, por sua vez, contribuem para a redução de CO2 e consumo de combustível. "


Mulally foi acompanhado neste evento por Hannelore Kraft, primeira-ministra da região alemã da Renânia do Norte-Vestfália e por Elfi Scho-Antwerpes, presidente da câmara de Colónia.


A Ford anunciou o investimento de 134 milhões de euros para desenvolver uma linha especial de alta tecnologia na fábrica de motores de Colónia para construir o motor. Os 870 empregados da fábrica vão construir até 350 mil unidades por ano do novo motor.


A capacidade de produção europeia poderá aumentar para 700 mil unidades por ano do novo e pequeno motor EcoBoost, quando a Colónia se juntar a nova fábrica de motores de Craiova, na Roménia, para a produção do novo motor EcoBoost 1.0l no início de 2012. Nos próximos anos, a Ford prevê a expansão da produção para fora da Europa, disponibilizando este motor a clientes em todo o mundo, com produção global de até 1,3 milhões de motores EcoBoost 1.0l por ano.


O novo e pequeno motor EcoBoost a gasolina


Este novo motor EcoBoost oferece um desempenho que rivaliza com o de um motor 1.6l tradicional e com uma eficiência de combustível significativamente superior e menores emissões de CO2. O bloco EcoBoost de 1litro pode caber numa folha de papel A4, mas oferece até 125cv e 170Nm de binário máximo (200 Nm em overboost), dando-lhe a mais alta densidade de potência de qualquer motor Ford de produção até à data.


"O compromisso da Ford para a Alemanha como um local de produção de alta tecnologia é significativo", disse Mulally. "Em nenhum outro lugar fora dos EUA temos uma presença mais forte em engenharia e produção do que a que temos aqui na Alemanha. "


O novo, pequeno e poderoso EcoBoost está definido para se estrear no Ford Focus no início de 2012, e terá uma inigualável economia de combustível de 5,0 l/100km e emissões de apenas 114g/km CO2 na versão de 125cv, e 109g/km na versão de 100cv, o melhor da classe. O motor também equipará o Ford C-MAX e no novo Ford B-MAX, que entra em produção em 2012. Outras aplicações globais, de ambas as variantes de 125cv e 100cv, serão anunciados mais tarde pela Ford.


O motor EcoBoost 1.0l foi desenvolvido por especialistas da Ford em toda a Europa, incluindo engenheiros do Centro Europeu de Investigação e Engenharia Avançada em Aachen, na Alemanha, e do Centro Técnico de Dunton, no Reino Unido.


"O novo motor EcoBoost 1.0l é fruto de uma verdadeira colaboração do início ao fim, com a experiência de especialistas Ford em toda a Europa e que se materializa quer na concepção do motor quer das instalações fabris com tecnologia de ponta em que serão produzidos", disse Stephen Odell, Presidente e CEO , Ford Europa. "Isso vai reflectir-se nas emissões de CO2 líderes na sua classe a nível europeu, do novo motor 1 litro EcoBoost no Ford Focus, quando este for lançado no início de 2012; baixos níveis de emissões que serão alcançados juntamente com uma performance viva e refinada que os clientes esperam da Ford."


Produção EcoBoost de alta tecnologia


As avançadas instalações da Ford em Colónia para a produção do motor EcoBoost foram projectadas pela equipa de engenharia de produção em Dunton, Reino Unido, usando o laboratório de Produção Virtual Ford para oferecer a máxima flexibilidade e eficiência. Foram instaladas cerca de 100 novas unidades de maquinaria e uma nova e dedicada linha de montagem com 580 metros.


São utilizados 55 processos automatizados e 14 semi-automatizados, juntamente com 90 estações de trabalho para os operários qualificados, ajudando a garantir os mais elevados padrões de qualidade e regularidade na produção. A tecnologia é capaz de maquinar com uma precisão de 10 mícrons, 10 a 20 por cento da largura de um cabelo humano.


A Ford introduziu novas técnicas de produção que reduzem o volume de refrigerante necessário para a produção de peças de motor em alumínio para apenas quatro ou cinco mililitros por componente, que compara com uma exigência anterior de até dois litros, uma redução de mais de 99 por cento que contribui para a redução drástica da pegada ecológica na produção.


Nova tecnologia de "testes em frio" permite que motores completos sejam testados sem serem postos a trabalhar, reduzindo em 66 por cento o uso de combustível e emissões de CO2 do processo, ao mesmo tempo que 100 por cento da restante energia necessária para o funcionamento da fábrica vem de fontes renováveis. O total de electricidade necessária foi reduzida em 66 por cento em comparação com a produção do motor Ford V6 de 4.0 litros, que hoje termina na fábrica de motores de Colónia.


Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company, empresa líder da indústria automóvel global, com sede em Dearborn, Michigan (EUA), produz e distribui automóveis em seis continentes. Com aproximadamente 166.000 empregados e cerca de 70 fábricas em todo o mundo, as marcas automóveis da empresa incluem Ford e Lincoln. A companhia presta serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company. Para mais informações sobre os produtos Ford, por favor consulte www.fordmotorcompany.com.


A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 51 mercados e emprega aproximadamente 66,000 trabalhadores. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 22 instalações fabris, incluindo 'joint-ventures'. Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

Tags:

Sobre nós

Representante da Marca Ford em Portugal.

Subscrever

Media

Media