Ford Anuncia Veículos Totalmente Autónomos para Viagens Partilhadas em 2021; Investe em Empresas de Novas Tecnologias e Duplica a Equipa de Silicon Valley

  • Ford anuncia a intenção de produzir em grande volume veículos totalmente autónomos para viagens partilhadas em 2021
     
  • Ford investe ou colabora com quatro ‘startups’ no desenvolvimento de veículos autónomos
     
  • Empresa duplica também a equipa de Silicon Valley e mais que duplica o ‘campus’ de Palo Alto

PALO ALTO , Califórnia (EUA), 16 de Agosto 2016 – A Ford anuncia hoje a sua intenção de produzir em grande volume um veículo totalmente autónomo no nível 4 SAE para operar comercialmente em 2021 em serviços de viagens partilhadas ou por chamada.
 
Para alcançar esse objectivo, a Ford está a investir ou a colaborar com quatro ‘startups’ para aumentar o desenvolvimento do seu veículo autónomo, duplicando a sua equipa de Silicon Valley e mais que duplicando o seu ‘campus’ de Palo Alto.
 
“A próxima década será definida pela automação do automóvel e constatamos que os veículos autónomos têm um impacto na sociedade tão significativo quanto teve há 100 anos a linha de montagem da Ford,” disse Mark Fields, Presidente e CEO da Ford. “Estamos dedicados a colocar nas estradas um veículo autónomo que melhore a segurança e resolva os desafios sociais e ambientais de milhões de pessoas, não apenas daqueles que podem aceder a veículos luxuosos.”
 
Os veículos autónomos em 2021 são parte integrante da Mobilidade Inteligente da Ford, o plano da empresa para a liderança em veículos autónomos, bem como em conectividade, mobilidade, experiência do cliente, dados e análise.
 
Rumo à liderança em veículos autónomos
Fruto de mais de uma década de investigação e desenvolvimento de veículos autónomos, o primeiro veículo da Ford totalmente autónomo será um veículo classificado em nível 4 de uma Sociedade de Engenheiros Automóvel, sem volante ou pedais de acelerador e travão. Está a ser especialmente concebido para serviços de mobilidade comercial, como viagens partilhadas ou por chamada e estará disponível em grande volume.
 
“A Ford tem vindo a desenvolver e a testar veículos autónomos há mais de 10 anos,” disse Raj Nair, vice-presidente executivo de Desenvolvimento de Produto Global e responsável técnico da Ford. “Nós temos uma vantagem estratégica por via da nossa capacidade de combinar o software e a tecnologia de sensores com a engenharia sofisticada necessária à produção de veículos de alta qualidade. Isto é o necessário para fazer dos veículos autónomos uma realidade para milhões de pessoas em todo o mundo.”
 
Este ano, a Ford triplicará a sua frota de teste de veículos autónomos tornando-a a maior frota de teste de qualquer outro construtor automóvel, aumentando para cerca de 30 Fusion Hybrid autónomos nas estradas da Califórnia, Arizona e Michigan, com planos para voltar a triplicá-la no próximo ano.
 
A Ford foi o primeiro construtor automóvel a começar a testar os seus veículos na Mcity , a simulação de ambiente urbano da Universidade de Michigan, o primeiro a demonstrar publicamente a operação de veículos autónomos na neve e o primeiro a testar os seus veículos autónomos de investigação à noite , em completa escuridão, como parte do desenvolvimento dos sensores LiDAR
 
Para lançar um veículo autónomo em 2021, a Ford anuncia quatro investimentos e colaborações-chave que permitem expandir a sua forte investigação em algoritmos avançados, mapeamento 3D, sensores LiDAR, de radar e de câmara:

 
  • Velodyne : a Ford investiu na Velodyne, a empresa líder em sensores de detecção de luz e alcance (LiDAR) com sede em Silicon Valley. O objectivo é produzir mais rapidamente e em grande volume um sensor LiDAR para aplicação automóvel mais acessível. A Ford tem uma relação de longa data com a Velodyne, e foi dos primeiros construtores a utilizar o sensor LiDAR quer para o mapeamento em alta resolução, quer para a condução autónoma, há mais de 10 anos atrás
     
  • SAIPS : a Ford adquiriu a empresa sediada em Israel de visão computacional e máquina de aprendizagem para reforçar a sua competência em inteligência artificial e melhorar a visão computacional. A SAIPS desenvolveu soluções algorítmicas nas áreas de imagem e processamento de vídeo, aprendizagem de máquina, processamento de sinal e classificação. Esta competência irá ajudar a que os veículos autónomos da Ford aprendam e se adaptem ao ambiente em seu redor
     
  • Nirenberg Neuroscience LLC : a Ford tem um acordo de licenciamento exclusivo com a Nirenberg Neuroscience, a empresa que criou a visão de máquina, fundada pela neurocientista Dr. Sheila Nirenberg, que decifrou o código neural que o olho usa para transmitir informação visual ao cérebro. Tal permitiu conceber uma potente plataforma de visão de máquina para desempenhar funções de navegação, reconhecimento de objectos, reconhecimento facial e outras funções, com muitas potenciais aplicações. Por exemplo, está já a ser aplicado pela Drª Nirenberg o desenvolvimento de um equipamento para restabelecer a visão de pacientes com doença degenerativa da retina. A parceria da Ford com a Nirenberg Neuroscience permitirá trazer inteligência semelhante à humana para os módulos da máquina de aprendizagem do sistema de condutor virtual dos seus veículos autónomos
     
  • Civil Maps : a Ford investiu na Civil Maps, uma empresa com sede em Berkeley, Califórnia, para desenvolver a capacidade de mapeamento em 3D em alta resolução. A Civil Maps foi pioneira numa inovadora técnica de mapeamento 3D que é escalável e mais eficiente que os processos existentes. Isto fornecerá à Ford outra via para desenvolver os mapas em 3D de alta resolução de ambientes para os veículos

Expansão de Silicon Valley
A Ford está igualmente a expandir as suas operações de Silicon Valley, criando um ‘campus’ dedicado em Palo Alto.
 
Adicionando dois novos edifícios e 150.000 ft 2 (cerca de 13.936 m 2 ) de espaço de trabalho e laboratório, adjacente ao actual Centro de Investigação e Inovação, o ‘campus’  aumenta a presença local da empresa e apoia o plano de duplicar a equipa de Palo Alto até ao final de 2017.
 
“A nossa presença em Silicon Valley tem sido parte integrante no processo de acelerar a nossa aprendizagem e nos resultados do plano de Mobilidade Inteligente da Ford,” afirmou Ken Washington, vice-presidente da Investigação e Engenharia Avançada da Ford. “O nosso objectivo era passar a fazer parte da comunidade. Hoje, estamos a trabalhar activamente com mais de 40 ‘startups’ e desenvolvemos uma forte colaboração com muitas incubadoras, permitindo-nos acelerar o desenvolvimento de tecnologias e serviços.”
 
Desde a inauguração do Centro de Investigação e Inovação de Palo Alto, em Janeiro de 2015 , a instalação cresceu rapidamente e tornou-se um dos maiores centros de investigação de um construtor automóvel na região. Hoje em dia é a casa de mais de 130 investigadores, engenheiros e cientistas, os quais estão a aumentar a colaboração da Ford com o ecossistema de Silicon Valley.
 
O multidisciplinar centro de investigação e inovação de Palo Alto é o mais recente dos cerca de doze centros de investigação, inovação, TI e engenharia que a Ford possui a nível global. O ampliado ‘campus’ de Palo Alto será inaugurado em meados de 2017. 

Sobre a Ford Motor Company
A Ford Motor Company é uma empresa global da indústria automóvel e de mobilidade, com sede em Dearborn, Michigan, EUA. Com aproximadamente 203,000 empregados e 67 fábricas em todo o mundo , o negócio principal da empresa inclui a concepção, produção, marketing, financiamento e assistência a uma gama completa de veículos Ford de passageiros, comerciais, SUV e veículos eléctricos, bem como aos veículos de luxo Lincoln. Ao mesmo tempo, a Ford investe agressivamente em oportunidades emergentes através da ‘Ford Smart Mobility’, o plano da empresa para se tornar líder em conectividade, mobilidade, veículos autónomos, experiência do cliente, dados e análise. Para mais informação sobre a Ford, os seus produtos em todo o mundo, ou sobre a Ford Motor Credit Company, visite a página www.corporate.ford.com .??
 
A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 53,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 68,000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 24 instalações fabris (16 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 8 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

Tags:

Sobre nós

Representante da Marca Ford em Portugal.

Subscrever

Media

Media