Ford desvenda Fiesta Red Edition e Fiesta Black Edition mais atractivos e vitaminados

A Ford desvenda dois novos derivativos Fiesta Red Edition e Fiesta Black Edition.
Os mais potentes modelos de produção em série com motores de 1,0 litros estreiam uma potência de 140 cv da multi-premiada motorização da Ford, o bloco 1.0 EcoBoost, disponibilizando mais potência por litro do que um Bugatti Veyron.
Os Fiesta Red e Black Edition cumprem os 0 aos 100 km/h em 9 segundos e atingem 201 km/h de velocidade máxima; os consumos são de 4,5 l/100 km e as emissões de CO2 de 104 g/km.
As variantes em cor Race Red com tejadilho e outros detalhes em preto brilhante e Panther Black com tejadilho e outros detalhes em vermelho brilhante resultam da actual inspiração da moda, de modelos com fortes cores contrastantes.
A conceituada dinâmica Fiesta surge ainda mais em destaque fruto da utilização de uma suspensão desportiva, novas afinações da direcção e relações de caixa revistas.

Forte atracção visual a duas cores? Confirme.
Uma versão vitaminada de 140 cv do aclamado motor EcoBoost de 1,0 litro? Sim.
Suspensão mais firme, novas relações de caixa e uma direcção com uma afinação especial. Tudo de série!
Eis os novos Ford Fiesta Red Edition e Fiesta Black Edition, dois novos derivativos Fiesta que combinam um visual atraente que prende o olhar, uma performance inesperada e uma excelente eficiência em termos de consumos.
Disponíveis para encomenda desde já e nos Concessionários a partir de Setembro próximo, os Fiesta Red Edition e Black Edition serão os mais potentes modelos de produção em série com motores de 1,0 litros de sempre. Na verdade, a nova versão de 140 cv do bloco 1.0 EcoBoost oferece mais potência por litro do que um Bugatti Veyron ou um Ferrari 458 Speciale.
Inspirados nas tendências da moda mundiais de cores fortes e contrastes, os derivativos a dois tons estão disponíveis nas cores Race Red, com tejadilho e outros detalhes em preto brilhante, e Panther Black, este com tejadilho e outros detalhes em vermelho brilhante.
“Estes dois novos Fiesta sublinham de modo ousado a sua presença em estrada e irão proporcionar aos condutores uma experiência igualmente distintiva ao volante, fruto de uma versão mais desportiva do nosso motor EcoBoost de 1,0 litros, em conjunto com melhorias nas já aclamadas dinâmica e maneabilidade do modelo Fiesta,” refere Roelant de Waard, Vice-Presidente, Marketing, Vendas e Serviço, da Ford Europa.

Um design distinto
Baseados nas carroçarias de três portas, os novos derivativos apresentam-se com contornos nas grelhas frontais superior e inferior, uma asa aerodinâmica no pára-choques e coberturas dos retrovisores em cores contrastantes, jantes de 16 polegadas ou, em opcional, em liga leve de 17 polegadas, em ambos os casos em cor Panther Black. O ‘kit’ de carroçaria integra pára-choques desportivos à frente e atrás, saias laterais e ‘spoiler’ traseiro no tejadilho. Este último é pintado em cor contrastante em ambos os derivativos, pretendendo-se alcançar um acabamento brilhante de elevada qualidade e mais consistente, superior à que se obtém da aplicação de uma decoração ou adesivo.
No interior, ambos contam com uma consola central em preto brilhante, extensível às pegas das portas; volante desportivo em couro preto e topo da alavanca da caixa de velocidades com costuras em vermelho; tapetes pretos com costuras vermelhas; e bancos desportivos preto carvão, em material Ultimate, com contrastes vermelhos nas costuras e nos apoios laterais.
“Ambos os modelos foram construídos para serem ousados, distintos e contemporâneos, mas as cores Vermelho e Preto dão-lhes uma subtil diferença na personalidade com que vão conquistar os diferentes clientes,” disse John Mcleod, Designer-Chefe, Personalização de Veículos, da Ford Europa. “Para mim, o mais provocador é o Black Edition. Os detalhes em vermelho e, especialmente o contorno da grelha dão-lhe um elevado contraste, para condutores que desejam ser notados. Já o Red Edition é altamente expressivo ainda que um pouco mais subtil para aqueles proprietários menos exuberantes.”

Modelo de produção em série com motor de 1,0 litros mais potente de sempre
O bloco 1.0 EcoBoost de 140 cv apresenta uma inédita calibração, com novas configurações na gestão do ‘boost’ do turbocompressor, da abertura das válvulas, do intercooler e do acelerador, disponibilizando 12 por cento mais de potência e uma experiência de condução ainda mais desportiva: acelera dos 0 aos 100 km/h em 9,0 segundos e atinge uma velocidade máxima de 201 km/h, proporcionando, em simultâneo, uma eficiência de consumos de 4,5 l/100 km e 104 g/km de emissões de CO2.**
“Este novo motor 1.0 EcoBoost de 140 cv oferece agora uma potência por litro superior em mais de duas vezes à de um bloco equivalente anterior – o motor de 1,6 litros de 100 cv que equipava o desportivo Fiesta S há apenas 10 anos,” referiu Andrew Fraser, Director, Afinação de Motores a Gasolina, Ford Europa. “Acredito que este motor define um novo marco na combinação entre potência e eficiência económica inerentes a um pequeno motor a gasolina.”
Recorde-se que o motor 1.0 EcoBoost da Ford conquistou o título de “International Engine of the Year” nos anos de 2012 e 2013. Tal como acontece com as versões de 100 cv e 125 cv do bloco 1.0 EcoBoost, eleitas por quase 30 por cento dos clientes do modelo Fiesta no primeiro trimestre de 2014, a variante de 140 cv recorre também a um turbo, válvulas de abertura e temporização variável e injecção directa de elevada pressão.
O Fiesta Red Edition e o Fiesta Black Edition aumentam ainda mais o apelo à condução com relações de transmissão revistas da caixa manual de cinco velocidades e uma configuração mais desportiva da suspensão. Além das novas configurações para os amortecedores e molas, a suspensão desportiva recorre a um eixo traseiro mais seco e novas afinações da Direcção Eléctrica Assistida, proporcionando mais binário e sendo mais comunicativa.
O novo Fiesta foi lançado no final de 2012 com um design exterior mais dinâmico, interiores mais refinados e tecnologias avançadas da Ford, incluindo o sistema Ford SYNC de conectividade com activação por voz, Travagem Activa em Cidade, sistema anti-colisão a baixa velocidade e o sistema MyKey que permite aos pais colocar certas restrições a jovens condutores para promoção de uma condução mais segura.
Os novos e distintos derivativos alargam, assim, o leque de propostas da gama Fiesta de elevadas especificações que, até à data, representam quase metade das unidades Fiesta vendidas este ano, estando à venda mais tarde no decurso do presente ano.

Tags:

Sobre nós

Representante da Marca Ford em Portugal.

Subscrever

Media

Media