Ford Instala Laboratório de Pesquisa em Silicon Valley

• A Ford Motor Company instalará ainda este ano um novo laboratório de investigação em Silicon Valley – o seu primeiro na costa oeste dedicado a ID


• O novo laboratório apoiará a visão da Ford sobre o seu futuro que não é apenas sobre construir automóveis mas sobre a criação de experiências de mobilidade pessoal sem compromissos para pessoas em todo o mundo


• Este laboratório será um centro para a Ford desenvolver um largo espectro de parcerias com empresas tecnológicas, já estabelecidas e também com ‘startup’s’, assim como com universidades da região, tais como Stanford


A Ford Motor Company anunciou na passada sexta-feira planos para criar e abrir em Silicon Valley, no primeiro trimestre deste ano, o seu primeiro laboratório dedicado a investigação, aumentando ainda mais o compromisso da empresa para tornar a tecnologia acessível a milhões de pessoas.


“A Ford tem uma herança incrível de impulsionar a inovação nos sectores de transporte e de produção durante os últimos 107 anos", afirmou Paul Mascareñas, director técnico e vice-presidente de Investigação e Inovação da Ford. "Agora é hora de se preparar os próximos 100 anos, inaugurando uma nova era de colaboração e de encontrar novos parceiros para nos ajudar a transformar o que significa ser um construtor automóvel.”


O Presidente e CEO da Ford, Alan Mulally, irá elaborar sobre as novas áreas de enfoque para o próximo laboratório de Silicon Valley e ainda sobre as mais recentes tecnologias da Ford, tais como o sistema SYNC ®, motores EcoBoost ™, sistema MyKey ® e os cintos de segurança traseiros insufláveis, quando, amanhã, dia 11 de Janeiro, preferir a sua apresentação no Painel de Poder de Inovação, no maior salão mundial de electrónica, o International CES (Consumer Electronics Show). Esta será a quarta apresentação consecutiva da Ford no CES.


O braço da Ford em engenharia avançada, o departamento de Investigação e Inovação, irá abrir o novo laboratório em Silicon Valley no primeiro trimestre, o que ajudará a garantir que a Ford acompanha o passo das tendências dos consumidores e se prepara para o futuro desenvolvendo soluções de mobilidade para aproveitar o poder da conectividade, do ‘cloud computing’ e das tecnologias limpas.


“Uma atitude aberta a novas ideias é fundamental para resolver os desafios de transporte, ambientais e sociais que nos esperam no futuro", afirmou Mascareñas. "Com as crescentes pressões da urbanização e da necessidade de reduzir o consumo de energia, vamos ver armazenamento de energia, conectividade sem fios, sistemas de detecção e até mesmo veículos autónomos como peças-chave da solução".


O novo laboratório da Ford será localizado na área da Baía de São Francisco na Califórnia e servirá como um centro para projectos de tecnologia independentes e identificação de novos investimentos em investigação e parceiros localizados ao longo da costa oeste. Em última análise, o laboratório criará uma "rede de inovação" conectando o Estúdio de Design Avançado da Ford, em Irvine, Califórnia, e os empregados da Ford que trabalham na plataforma de conectividade do parceiro Microsoft Corp. em Redmond, Washington.


"Silicon Valley representa uma cidade de tecnologia profunda e dinâmica e está longe de Dearborn", afirmou K. Venkatesh Prasad, responsável técnico de inovação aberta do departamento de Investigação e Inovação da Ford. "Com tantas oportunidades e tanto potencial, o nosso novo laboratório vai permitir-nos explorar novas tecnologias e parceiros no seu próprio ambiente e continuar a nossa expansão para além da mentalidade tradicional de construtor automóvel para impulsionar a inovação para uma melhor experiência de mobilidade."


Prasad, ele próprio um veterano de Silicon Valley, viajará regularmente entre Dearborn e a área da Baía para dar forma ao laboratório. “Os empregados do novo laboratório de investigação serão recrutados quer localmente, quer a partir da rede global de empregados da Ford e ocuparão o seu tempo no desenvolvimento e descoberta de novas tecnologias, tendências, parceiros e projectos de pesquisa colaborativa”, disse Prasad. “O número de empregados da Ford no novo laboratório será comparável ao que se pode esperar de uma empresa de ‘startup’, com ênfase na qualidade e não na quantidade”, acrescentou Prasad.


Prasad adiantou ainda que o estabelecimento do novo laboratório da Ford em Silicon Valley não duplicará ou substituirá o trabalho que está a ser feito no Centro de Investigação e Inovação em Dearborn, ou nas instalções europeias em Aachen, Alemanha, ou o do centro de tecnologia recém-criado em Nanjing, China.


A equipa global de Investigação e Inovação da Ford está já a trabalhar em diversas áreas-chave que serão apoiadas pelo trabalho do laboratório de Silicon Valley e que inclui:


• Mobilidade pessoal: tendo em mente as tendências de consumo e o crescimento das megacidades, a Ford está a pesquisar novos modelos de negócio que irão ajudar a evitar a criação de um impasse global através de uma abordagem holística para o transporte pessoal


• Hardware de código aberto e kits de desenvolvimento de software: Trabalhando com uma ‘startup’ baseada na cidade de Nova Iorque, a Bug Labs, a Ford está a lançar a OpenXC, uma plataforma de pesquisa que permitirá o acesso aos dados-chave do veículo, de modo a inovar nas aplicações baseadas em ‘cloud computing’ e serviços. O primeiro kit OpenXC será enviado este mês para diversas universidades participantes, incluindo MIT, Universidade de Michigan e Stanford


• O carro como um sensor: Pesquisando formas de utilizar o grande número de sensores existentes dentro do veículo para melhorar a estrada para todos os condutores, a Ford está a abrir os canais de dados para desenvolvimento. Por exemplo, Weather Underground de San Francisco está a estudar formas de aproveitar as activações do limpa pára-brisas do veículo para melhorar as suas notícias de meteorologia


“A Ford integra tecnologias, software e electrónica no mesmo ritmo que as empresas mais inovadoras do mundo – acontece que a nossa plataforma é o carro", afirmou Mascareñas. "O novo laboratório de Silicon Valley irá impulsionar-nos ainda mais à medida que olhamos para as muitas facetas da vida onde a mobilidade interage com a sociedade e vemos como podemos tornar melhores essas experiências para milhões de clientes em todo o mundo”.


Sobre a Ford Motor Company


A Ford Motor Company, empresa líder da indústria automóvel global, com sede em Dearborn, Michigan (EUA), produz e distribui automóveis em seis continentes. Com aproximadamente 166.000 empregados e cerca de 70 fábricas em todo o mundo, as marcas automóveis da empresa incluem Ford e Lincoln. A companhia presta serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company. Para mais informações sobre os produtos Ford, por favor consulte www.fordmotorcompany.com.


A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 51 mercados e emprega aproximadamente 66,000 trabalhadores. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 22 instalações fabris, incluindo 'joint-ventures'. Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.


Contacto:

Anabela Correia

Ford Lusitana

351 213 122 402

acorrei2@ford.com

Tags:

Sobre nós

Representante da Marca Ford em Portugal.

Subscrever

Media

Media