Ford Investe 500 Milhões de Dólares Canadianos em Investigação & Desenvolvimento no Canadá; Duplica Equipa de Conectividade e Abre Novo Centro de Investigação e Engenharia em Ottawa

·         Nos últimos seis meses, a Ford investiu cerca de 1.200 milhões de dólares canadianos (cerca de 833 milhões de euros) nos seus projectos no Canadá
 
·         Mais de 400 engenheiros de software e hardware estão a ser contratados no Canadá e nos EUA, de forma a acelerar o desenvolvimento de veículos e serviços conectados
 
·         O novo Centro de Investigação e Engenharia da Ford em Ottawa será orientado para a investigação e engenharia avançada de software de telemática e serviços para veículos conectados, cimentando a liderança da Ford em termos de conectividade para veículos
 
·         Em Novembro, a Ford anunciou um investimento de 700 milhões de dólares canadianos (cerca de 485 milhões de euros) para transformar a sua fábrica de Windsor num centro de excelência mundial de produção de grupos propulsores, bem como em melhoramentos da linha de montagem de Oakville
 
 
Windsor, Ontário (Canadá), 30 de Março de 2017 – A Ford está a expandir a sua actividade de investigação e desenvolvimento no Canadá com um investimento adicional de 500 milhões de dólares canadianos (cerca de 347 milhões de euros), incrementando a sua liderança na área da conectividade graças à contratação adicional de 400 engenheiros de software e hardware e aos planos para implementar um novo Centro de Investigação e Desenvolvimento em Ottawa.
 
Os novos 400 engenheiros, dos quais cerca de 300 ficarão a trabalhar no Canadá, mais do que duplicam a equipa de engenharia de conectividade móvel da Ford. Ao duplicar as dimensões da equipa a Ford vai poder acelerar o seu ritmo de inovação, expandir serviços para alavancagem do ecossistema dos veículos conectados e incrementar a sua liderança na tecnologia de veículos conectados.
 
Como refere Raj Nair, Vice-Presidente Executivo da Ford, Desenvolvimento Global de Produto e Director Técnico, “ A conectividade é uma componente decisiva no futuro da mobilidade. Seja por fornecer informação que ajuda a reduzir os níveis de congestionamento nas cidades, por permitir a comunicação entre veículos e infra-estruturas, de modo a estarmos mais seguros na estrada ou, simplesmente, por saber todas as nossas configurações pessoais ao entrarmos num veículo autónomo, a conectividade é absolutamente fundamental ”. Nair reforça que, “ ao passarmos a contar com mais do dobro de talentos em conectividade e com a implementação de um centro de investigação, podemos acelerar a inovação e oferecer níveis de software e de serviços capazes de exceder as expectativas dos nossos clientes .”
 
O novo Centro de Investigação e Desenvolvimento de Ottawa irá concentrar-se na investigação e desenvolvimento de infotainment , modems incorporados nos veículos, módulos gateway , sistemas de assistência ao condutor e veículos autónomos. Instalações semelhantes serão criadas em Waterloo e Oakville (Ontário), bem como em Cary (Carolina do Norte), e em Sunrise (Flórida). O novo centro de Ottawa será o primeiro da Ford no Canadá dedicado à investigação e às tecnologias avançadas de conectividade, servindo as necessidades globais de conectividade da Ford.
 
Segundo um estudo da Transparency Market Research, o mercado global de carros conectados valerá 131.000 milhões de dólares americanos (cerca de 91.000 milhões de euros) em 2019. A Ford está na linha da frente deste mercado, dispondo de modems incorporados em várias gamas de veículos, tendo planos para, nos próximos cinco anos, equipar 20 milhões de viaturas com modems incorporados, a nível global.
 
Para Joe Hinrichs, Presidente da Ford Motor Company para as Américas, “ O Canadá reforçou a sua posição nas operações globais da Ford, num momento em que a empresa muda o seu rumo para se tornar líder, tanto no sector automóvel como no campo da mobilidade. Com este empenho e o apoio de parceiros estratégicos fundamentais criámos um futuro estável para os nossos competentes e talentosos colaboradores em todas as nossas operações no Canadá .”
 
Parte do investimento em I&D está relacionado com os trabalhos de investigação nas instalações da Ford em Windsor e Oakville, onde a marca irá reforçar as suas capacidades nas áreas da sustentabilidade e da economia de combustível. Será prestado apoio aos estudos relacionados com tecnologias avançadas de propulsão, combustíveis alternativos e desenvolvimento de tecnologias de baixo peso no Centro de Engenharia e Investigação de Grupos Propulsores de Windsor, bem como ao reforço da investigação patenteada pela Ford de captação de emissões industriais e respectiva conversão em combustível utilizável, um trabalho levado a cabo pelo Centro de Investigação e Desenvolvimento de Gases-para-Combustível (Fumes-to-Fuel) .
 
Nos últimos seis meses, a Ford anunciou investimentos de 1,2 mil milhões de dólares canadianos (cerca de 833 milhões de euros), incluindo um investimento de 700 milhões de dólares canadianos (485 milhões de euros) nas suas linhas de produção. A empresa está a transformar as suas instalações de Windsor numa fábrica de motores de classe mundial e a implementar um novo programa global de motores, cimentando o futuro desta estrutura nas operações globais da Ford no que respeita a grupos propulsores. O Complexo de Montagem de Oakville continuará a modernizar as suas instalações de forma a suportar a produção de um dos mais bem-sucedidos SUV da Ford, o Edge, que é exportado a partir do Canadá para mais de 100 países.
 
Nas palavras de Bruce Hettle, Vice-Presidente do Grupo para a Área de Produção e de Trabalho da Ford Motor Company, “Ao trabalharmos em conjunto com a Unifor, foi possível criar um conjunto de condições atraentes que nos permitiu avançar com um significativo investimento nas instalações de Windsor. Este projecto vai dotar as nossas instalações canadianas dos mais avançados e inovadores processos de produção de grupos propulsores e de tecnologia flexível.”  
 
Estes investimentos da Ford receberam o apoio das autoridades federais e provinciais canadianas, sendo também fruto do sucesso das negociações com a Unifor (nota: o maior sindicato canadiano do sector privado) em Novembro último. O investimento na produção automóvel tem um efeito benéfico directo na economia canadiana: estima-se que cada emprego criado na indústria automóvel sirva de impulso à criação de até nove novos empregos na comunidade.

Sobre a Ford Motor Company
A Ford Motor Company é uma empresa global da indústria automóvel e de mobilidade, com sede em Dearborn, Michigan, EUA. Com aproximadamente 201.000 empregados e 62 fábricas em todo o mundo, o negócio principal da empresa inclui a concepção, produção, marketing e serviços a uma gama completa de veículos Ford de passageiros, comerciais, SUV, bem como aos veículos de luxo Lincoln. Para expandir o seu negócio, a Ford persegue agressivamente oportunidades emergentes através de investimentos em electrificação, autonomia e mobilidade. A Ford fornece serviços financeiros através da Ford Mortor Credit. Para mais informação sobre a Ford e os seus produtos e serviços, visite a página www.corporate.ford.com . ?
 
A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 53,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 68,000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 24 instalações fabris (16 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 8 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911

Tags:

Sobre nós

Representante da Marca Ford em Portugal.

Subscrever

Media

Media