No Ano em que a Icónica Ford Transit Celebra 50 Anos, Novo Estudo Mostra que os Furgões Representam 580 Mil Milhões de Euros para a Economia Europeia

  • Um novo relatório encomendado no 50º aniversário da icónica Transit mostra que os furgões comerciais continuam a ser a espinha dorsal do comércio na Europa
 
  • Sectores que dependem de furgões, como o da construção, manutenção / reparação, serviços públicos e transportes, representaram no ano passado mais de 580 mil milhões de euros apenas em França, Alemanha e no Reino Unido, de acordo com o estudo encomendado pela Ford ao Centro de Investigação para a Economia e Negócios
 
  • Aumento significativo de compras online, negócios como o de pintores, canalizadores e estucadores e os negócios tradicionalmente clientes Transit, contribuíram para o aumento deste tipo de veículos
 
  • A Ford é a 2ª marca de veículos comerciais na Europa, com uma gama de quatro modelos Transit; este ano e até à data, as vendas Transit aumentaram 33 por cento
 
 
Meio século depois da Ford Motor Company ter lançado a icónica Transit, os furgões comerciais continuam a contribuir de forma significativa para a economia europeia, de acordo com um novo estudo.
 
O Centro de Investigação para a Economia e Negócios conclui que os negócios dependentes do uso de furgões contribuíram em 2014 com um total de 584 mil milhões de euros para as maiores economias como França, Alemanha e Reino Unido, um aumento de 16 por cento quando comparado com 2010 e um montante que se aproxima da economia total da Suíça.
 
A Ford encomendou o relatório para entender melhor o impacto dos furgões comerciais na economia europeia actual. O relatório destaca o crescimento contínuo no uso, impulsionado pelo transporte para as compras online e nas empresas recém-criadas em negócios como pintura, canalização e estuques e nas indústrias tradicionais como construção, manutenção / reparação, serviços públicos e transportes.
 
 “A maioria das pessoas vê as Transit e outros furgões de trabalho na estrada todos os dias e não percebem o quanto eles são vitais para os negócios em geral, bem como a economia global”, disse Barb Samardzich, directora de operações da Ford Europa. "Mesmo considerando a mudança e evolução da nossa economia, por exemplo, nas compras online, a procura dos furgões Transit continua a aumentar.”
 
Na Alemanha, a maior economia europeia, o sector das compras online cresceu 25 por cento em 2014 e a previsão é de crescer mais 23 por cento em 2015. Em 2014, as compras online na Polónia e em Espanha aumentaram, respectivamente 23 e 20 por cento mais que no ano anterior.
Este rápido crescimento tem contribuído para um aumento contínuo no número de furgões de trabalho, e fortaleceu o mercado deste tipo de veículos nos principais mercados europeus. Os condutores franceses são os que operam o maior número de furgões, com 5,2 milhões de veículos registados em 2014, seguidos de 4,6 milhões em Espanha, 3,8 milhões em Itália, 3,5 milhões no Reino Unido, 2,7 milhões na Polónia e 2,3 milhões na Alemanha. A Polónia exibe o maior crescimento entre os seis maiores países, 85 por cento desde o ano 2000. As vendas de comerciais médios como a Transit são mais fortes na Alemanha, com 281.000 veículos registados em 2014, seguidos pelos 231.000 no Reino Unido e 187.000 em França.
 
Com a sua alargada gama de quatro modelos, a Transit tem contribuído para tornar a segunda marca de veículos comerciais mais vendida na Europa nos primeiros seis meses de 2015 – era sétima em 2012 -, com um crescimento de vendas de 33 por cento sobre o ano passado.
 
As vendas e utilização de furgões foram também impulsionadas pelo nascimento de muitas novas pequenas empresas, especialmente no Reino Unido, na sequência da crise financeira. Por exemplo, os negócios de construção, como o de pinturas, estuques e canalização têm evidenciado um crescimento rápido, com mais de 24.000 novas empresas estabelecidas em 2013, 30 por cento mais do que em 2010.
 
Além disso, o Centro de Investigação para a Economia e Negócios que produz relatórios para o governo do Reino Unido, revela que os principais benefícios económicos do uso de furgões se estende para além do impacto directo nos negócios, tais como através da contribuição fiscal para as finanças públicas. No Reino Unido, os condutores deste tipo de veículos percorreram durante 2014 102 mil milhões de quilómetros, um aumento de 20 por cento em comparação com 2008, gerando mais de 7 mil milhões em impostos sobre os combustíveis.
 
A Ford Transit tornou-se um dos veículos comerciais mais populares no mundo, com cerca de 8 milhões de furgões construídos. Esse número de Transit, colocadas umas atrás das outras, completaria um círculo em redor do globo.


Sobre a Ford Motor Company
A Ford Motor Company, empresa líder da indústria automóvel global, com sede em Dearborn, Michigan (EUA), produz e distribui automóveis em seis continentes. Com aproximadamente 194.000 empregados e 66 fábricas em todo o mundo, as marcas automóveis da empresa incluem Ford e Lincoln. A companhia presta serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company. Para mais informações sobre a Ford e os seus produtos em todo o mundo, por favor consulte www.corporate.ford.com.
 
A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 53,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 67,000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 23 instalações fabris (15 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 8 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

Tags:

Sobre nós

Representante da Marca Ford em Portugal.

Subscrever

Media

Media