Novo Geração Ford Fiesta ST Estreia Motor EcoBoost 1.5 de 3 Cilindros Com 200 CV e Modos de Condução Para o Máximo Prazer de Condução

·         Em antecipação ao Salão Automóvel de Genebra, a Ford Performance desvenda a nova geração Ford Fiesta ST, equipado com o novo motor EcoBoost de 1,5 litros e três cilindros, debitando 200 CV
 
·         O primeiro motor de três cilindros da Ford Performance apresenta também Modos de Condução para configuração do motor, direcção, controlos de estabilidade e até o som do escape, de modo a garantir um prazer de condução optimizado em qualquer situação
 
·         O sistema Electronic Sound Enhancement e a válvula de escape activa amplificam a sonoridade desportiva deste bloco tricilindrico, o qual também dispõe da função de desactivação de um cilindro com vista à redução das emissões de CO2*
 
·         Ampliação da gama de opções de personalização e de conteúdos tecnológicos, incluindo agora novos packs de estilo, sistema de conectividade SYNC 3 com ecrã táctil de 8 polegadas e sistema áudio topo de gama B&O Play
 
 
COLÓNIA, Alemanha, 24 de Fevereiro de 2017 – A Ford Performance apresenta hoje a nova geração Ford Fiesta ST, equipada com um novo motor EcoBoost de três cilindros e 1,5 litros.
 
Desvendado pela primeira vez em antecipação à sua estreia mundial no Salão de Automóvel de Genebra, que decorre já em Março, esta nova geração Fiesta ST disponibiliza 200 CV, 290 Nm de binário e uma aceleração dos 0 aos 100 km/h estimada em 6,7 segundos.
 
A terceira geração do Fiesta ST será o primeiro modelo da Ford Performance a dispor de um motor de três cilindros, sendo também o primeiro Fiesta ST com Modos de Condução selecionáveis, que permitem configurar o motor, a direção e os controlos de estabilidades nas definições “Normal”, “Sport” e “Track”, para proporcionar uma experiência de prazer de condução totalmente optimizada, das auto-estradas aos track days.
 
Os Modos de Condução também actuam sobre a tecnologia Electronic Sound Enhancement (ESE) do Fiesta ST e a válvula de escape activa de controlo de ruído, de modo a oferecer uma experiência de condução ainda mais satisfatória. Estas tecnologias amplificam o ruído naturalmente desportivo do novo motor EcoBoost de 1,5 litros, o qual também apresenta o primeiro – e inédito na indústria – sistema da Ford de desactivação de cilindro num bloco tricilindrico, contribuindo decisivamente para a redução das emissões de CO2 para uns estimados 114 g/km.*
 
Com lançamento agendado para o início de 2018, nas versões de três e cinco portas, a nova geração Fiesta ST será proposta numa variedade de acabamentos interiores e opções de personalização nunca antes disponível, oferecendo um estilo exterior ousado e distinto, no qual se inclui uma grelha dianteira inspirada na competição e jantes exclusivas de 18 polegadas.
 
Nas palavras de Joe Bakaj, Vice-Presidente de Desenvolvimento de Produto da Ford Europa, “A nossa nova geração Fiesta ST mantém-se fiel à filosofia de oferecer tecnologia de ponta ao para melhorar todas as facetas do eficaz conjunto chassis-grupo propulsor Ford Performance.” Bakaj destaca também “Os Modos de Condução e o novo motor EcoBoost que formam uma combinação sem precedentes entre performance e baixos consumos, sendo que o novo modelo oferece a experiência de condução mais versátil, divertida, envolvente e gratificante de sempre num Fiesta ST.
 
Novo motor EcoBoost de 1,5 litros
Integrado na nova gama de motores a gasolina Ford EcoBoost, onde se inclui o multipremiado bloco EcoBoost de 1,0 litros, o novo motor EcoBoost de 1,5 litros recorre a tecnologias como turbocompressor, injecção de alta pressão e Duplo Controlo Variável de Abertura de Válvulas de forma a oferecer uma potência optimizada e baixos consumos de combustível.
 
A arquitectura de três cilindros do motor desenvolve um elevado binário a baixo regime. A performance é incrementada com um novo turbocompressor que recorre a uma turbina optimizada para maior rapidez no aumento da pressão e minimizar o atraso, convite a uma experiência de condução mais ágil e divertida.
 
Uma nova combinação de tecnologia de condutas de admissão com injecção directa de combustível contribui para maiores doses de potência e resposta, juntamente com baixas emissões de CO2*, e ainda menores consumos em situações de baixa carga no motor.
 
A nova tecnologia Ford de desactivação de cilindros – anunciada pela primeira vez para o motor EcoBoost de 1,0 litros e agora em estreia mundial num motor de três cilindros – oferece aos clientes do Fiesta ST consumos ainda mais baixos, sem nunca comprometer a performance. O sistema corta automaticamente a alimentação de combustível e o funcionamento das válvulas num dos cilindros do motor, em condições onde não seja necessária toda a capacidade, como é o caso da condução em desaceleração ou em velocidades de cruzeiro, situações em que o motor é pouco solicitado. Esta tecnologia permite desactivar ou reactivar um cilindro em apenas 14 milissegundos – 20 vezes mais rápido que um piscar de olhos – de modo a oferecer o melhor rendimento em função das necessidades e sem quaisquer dificuldades.
 
Integralmente construído em alumínio, este motor possui também coletores de escape integrados que melhoram a eficiência, pois fazem com que o motor atinja mais rapidamente a sua temperatura ideal de funcionamento, desenvolvendo, assim, mais binário porque os gases de escape percorrem uma menor distância entre os cilindros e o turbocompressor. O motor conta ainda com tecnologia de filtro de partículas para redução da emissão de fuligem.
 
Novos Modos de Condução
Os Modos de Condução seleccionáveis conferem ainda mais versatilidade à nova geração Fiesta ST, permitindo aos condutores optimizar a experiência de condução em função dos diversos cenários do dia-a-dia, seja quando levam as crianças à escola ou conduzem num circuito:
 

  • No modo “Normal”, o mapeamento do motor, o controlo de tracção, o controlo electrónico de estabilidade (ESC), o ESE, o som de escape e a direcção com assistência electrónica (EPAS) são configurados para uma capacidade de resposta natural e uma sensação de ligação entre o condutor e o carro;
  • No modo “Sport”, o mapeamento do motor e a resposta do pedal do acelerador tornam-se mais apurados e a configuração da EPAS é ajustado para uma resposta mais informativa e mais precisa para a condução rápida em estrada. A válvula activa de controlo do ruído é aberta e o sistema é ajustado de forma a intensificar a sonoridade desportiva do escape e do motor no habitáculo;
  • No modo “Track”, todas as funcionalidades e características dinâmicas do carro são ajustadas para obter os melhores tempos possíveis em cada volta ao circuito, o controlo de tracção é desactivado e as intervenções do ESC são configuradas para uma maior tolerância na condução agressiva em pista.
 
A agilidade e resposta do chassis preparado pela Ford Performance é apoiada pela tecnologia de Controlo de Vectorização do Binário, melhorando-se o comportamento em estrada e reduzindo-se a tendência para a subviragem em curva, com a aplicação da travagem na roda de dentro dianteira. Os três modos de funcionamento do ESC permitem ao condutor escolher entre: total intervenção do sistema; modo de intervenção moderada (mais tolerante); e total desactivação do sistema.
 
Maior personalização
A nova geração Fiesta ST oferece mais opções de personalização do que nunca. Os clientes poderão optar entre uma ampla gama de revestimentos para o comando da caixa, volante, puxadores das portas e inserções decorativas no tablier, bem como escolher entre vários packs estéticos.
 
O interior ergonómico do Fiesta ST conta com bancos desportivos Recaro, com grande apoio, e volante cortado (plano na parte inferior). As opções de cores exteriores incluem a nova cor Liquid Blue. O Fiesta ST conta também com jantes de liga leve exclusivas de 18 polegadas.
 
Como explica Matthias Tonn, Engenheiro-Chefe do Programa Fiesta ST, “Os nossos modelos ST são concebidos para tornar a experiência de condução Ford Performance acessível a qualquer cliente, independentemente do seu estilo de vida. Disponível logo no lançamento em versões de três e cinco portas e com diversas opções estéticas que complementam as características de performance, a nova geração Fiesta ST vai apelar a um número ainda maior de compradores.
 
O sistema de comunicação e entretenimento Ford SYNC 3 permite aos condutores do Fiesta ST controlar o áudio, a navegação e os smartphones conectados recorrendo apenas a comandos vocais de conversação. Compatível com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto™, o SYNC 3 integra ecrãs tácteis tipo tablet com dimensões até 8 polegadas e sensíveis a gestos de toque e de deslizamento.
 
A nova geração Fiesta ST estará também equipada com um sistema de alta qualidade B&O PLAY Sound System para uma experiência áudio topo de gama, entre outras características já anunciadas pela Ford em 2016 para a nova geração Fiesta.
 
Ford Performance
A Ford Performance é uma organização global que funciona como um laboratório e um banco de ensaios com vista à concepção de veículos, componentes e acessórios exclusivos, bem como experiências únicas, para os seus clientes.
 
Nelas inclui-se o desenvolvimento de novos sistemas e tecnologias de aerodinâmica, redução de peso, electrónica, grupos propulsores e poupança de combustível, soluções passíveis de serem adoptadas pelo maior número possível de produtos do catálogo da Ford.
 
Como refere Dave Pericak, Director Global da Ford Performance, “Os clientes da nova geração Fiesta ST vão beneficiar de inovações desenvolvidas pela Ford Performance para o Ford GT e para o Focus RS, incluindo as tecnologias EcoBoost de alta potência e Modos de Condução.” Pericak sublinha ainda que “o facto de trabalharmos como uma equipa coesa e unida ajuda-nos a oferecer uma experiência de prazer de condução compatível com os nossos valores fundamentais - e democratizar as mais sofisticadas características de aumento da performance - para todos os clientes.” 
 
 
# # #
 
* Os valores definitivos de Consumos de Combustível/Energia e das Emissões de CO2 para este modelo ainda não estão disponíveis. Os Consumos de Combustível/Energia, as Emissões de CO2 e as Autonomias Eléctricas são medidos de acordo com os requisitos técnicos e especificações da Regulamentação Europeia (CE) 715/2007 e (CE) 692/2008, nas suas mais recentes redacções. Os consumos de combustível e as emissões de CO2 referem-se a uma determinada variante de veículo e não para uma unidade automóvel única. O procedimento do teste padrão aplicado permite a comparação entre diferentes tipos de veículos e fabricantes. Para além da eficiência de consumos de um automóvel, o comportamento ao volante, bem como outros factores não-técnicos desempenham um papel na determinação das emissões de CO2 e dos consumos de combustível de um automóvel. O CO2 é o principal gás responsável pelo aquecimento global.
 
Android e Android Auto são marcas registadas da Google Inc.
 
 
Sobre a Ford Motor Company
A Ford Motor Company é uma empresa global da indústria automóvel e de mobilidade, com sede em Dearborn, Michigan, EUA. Com aproximadamente 201.000 empregados e 62 fábricas em todo o mundo, o negócio principal da empresa inclui a concepção, produção, marketing e serviços a uma gama completa de veículos Ford de passageiros, comerciais, SUV, bem como aos veículos de luxo Lincoln. Para expandir o seu negócio, a Ford persegue agressivamente oportunidades emergentes através de investimentos em electrificação, autonomia e mobilidade. A Ford fornece serviços financeiros através da Ford Mortor Credit. Para mais informação sobre a Ford e os seus produtos e serviços, visite a página www.corporate.ford.com. ?
 
A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 52,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 68.000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 24 instalações fabris (16 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 8 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

Tags:

Sobre nós

Representante da Marca Ford em Portugal.

Subscrever

Media

Media