Aplicação móvel deteta risco de cegueira em diabéticos

Uma solução móvel que identifica lesões na retina e possíveis alterações na visão (retinopatia diabética) e a criação de um algoritmo e metodologias que usam sensores de pressão plantar para detetar lesões dos nervos em doentes diabéticos são duas das 24 soluções tecnológicas desenvolvidas por alunos de Mestrado no centro de investigação Fraunhofer AICOS. Todos os anos, o centro de investigação Fraunhofer AICOS recebe alunos de várias faculdades permitindo-lhes desenvolver o seu trabalho de investigação em ambiente profissional, incentivando a criação de soluções tecnológicas de utilidade prática.
 
Os projetos são diversificados mas com um objetivo comum que se prende com a própria missão do centro de investigação Fraunhofer AICOS: criar soluções tecnológicas inovadoras, de fácil utilização e com utilidade prática, ou seja, sempre com o intuito de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população.
 
Entre as várias soluções tecnológicas desenvolvidas, duas foram pensadas especificamente para os doentes com diabetes. O projeto EyeFundusScope consiste numa solução móvel que identifica estágios iniciais de retinopatia diabética, uma patologia ocular que tem origem na desregulação fisiológica provocada pela diabetes e que representa a maior causa de cegueira a nível global. Para além deste, também um conjunto de sensores e uma aplicação para Smartphone foram utilizados com o intuito de analisar a marcha dos doentes diabéticos, permitindo identificar lesões dos nervos (neuropatia) e com isto prevenir danos nos pés e melhorar o diagnóstico e tratamento dos pacientes.
 
EyeFundusScope
A retinopatia diabética é uma patologia ocular que tem origem na desregulação fisiológica provocada pela diabetes. Esta patologia é a maior causa de cegueira a nível global e estima-se que cerca de 90% dos pacientes diabéticos sofram dela há mais de 20 anos. A sua deteção em estágios iniciais é essencial para evitar alterações irreversíveis na visão, mas esta tarefa é complicada pela completa falta de sintomas, que só se manifestam em fases mais avançadas.
Neste sentido, foi criada uma solução móvel para permitir a deteção de estágios iniciais desta patologia, através da aquisição de imagens do fundo do olho por meio de um adaptador ótico acoplado a um Smartphone. 
Usando algoritmos de visão e aprendizagem computacional, as imagens são processadas e eventuais indicadores da doença automaticamente identificados, permitindo estimar o risco a que um determinado paciente está sujeito. Todo o processo, desde a aquisição até à deteção, passando pela gestão dos dados está integrado numa aplicação Android.
 
Sensores de pressão plantar (Early Detection of Peripheral Neuropathy in Diabetes Patients)
A neuropatia – lesão dos nervos provocada pela glicemia elevada – é a complicação mais comum da diabetes, associada ao aparecimento de úlceras nos pés, que podem levar à amputação das pernas. O facto de em grande parte dos casos (aproximadamente 50%) os pacientes não sentirem qualquer sintoma leva a que o diagnóstico desta doença não seja fácil. Assim, foi necessário criar parâmetros que permitissem identificar a presença da neuropatia e com isto prevenir danos nos pés e melhorar o diagnóstico e tratamento dos pacientes.
Este projeto consistiu no desenvolvimento do algoritmo e na identificação das metodologias mais apropriadas para a deteção da neuropatia diabética. Foi possível diferenciar, com precisão, diabéticos com e sem neuropatia através da análise da marcha de vários pacientes, recorrendo a sensores de pressão plantar e acelerómetros.
No total foram extraídos para a análise 57 parâmetros relacionados com a intensidade e duração das pressões plantares, centro de pressão, velocidade, comprimento da passada, variabilidade, entre outras.
 
 
Sobre a Fraunhofer Portugal
O centro de investigação Fraunhofer AICOS recebe anualmente vários alunos de Mestrado, permitindo-lhes desenvolver o seu trabalho de investigação em ambiente profissional, incentivando a criação de soluções tecnológicas de utilidade prática. Este ano, foram 24 os alunos que tiveram oportunidade de desenvolver projetos de investigação no Fraunhofer AICOS. Os projetos desenvolvidos são apresentados publicamente no final do ano letivo.
A Fraunhofer Portugal tem como missão promover a investigação aplicada com o intuito de fomentar o desenvolvimento económico e, simultaneamente dar resposta a um conjunto de necessidades da população. É uma associação sem fins lucrativos, reconhecida pelo Estado Português como Pessoa Coletiva de Utilidade Pública. Com sede no Porto, foi criada em 2008 pela Fraunhofer-Gesellschaft, a maior organização de investigação aplicada da Europa, e pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã.
 
Também criado em 2008, o Fraunhofer AICOS (Research Center for Assistive Information and Communication Solutions) é o primeiro centro de investigação da Fraunhofer em Portugal e resulta de uma parceria estratégica entre a Fraunhofer-Gesellschaft e a Universidade do Porto. O Fraunhofer AICOS atua em duas grandes áreas: “Ambient Assisted Living” (AAL) e Tecnologias de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento (ICT4D). A investigação desenvolvida no Fraunhofer AICOS é direcionada para dois grupos de utilizadores prioritários: os idosos e as populações de países em desenvolvimento, e tem como intuito criar soluções tecnológicas inovadoras e intuitivas e facilitar o acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação. O Fraunhofer AICOS tem competências científicas em três áreas primordiais: Interação Pessoa-Computador, Processamento de Informação e Computação Autónoma. A importância atribuída a estas temáticas levou o Fraunhofer AICOS a criar, em 2013, dois Centros de Competências: o Fall Competence Center (FCC) e o Information and Communication Technologies for Development Competence Center (ICT4DCC) nos quais se desenvolvem tecnologias que são utilizadas por entidades nacionais e estrangeiras.

Tags:

Sobre nós

A Associação Fraunhofer Portugal Research (Fraunhofer Portugal) promove e coordena a cooperação entre os seus centros de investigação, outras instituições de investigação e parceiros industriais, com o objectivo de levar a cabo investigação aplicada com utilidade directa para empresas privadas e públicas, originando benefícios para a sociedade como um todo.

Subscrever