Aplicação permite monitorizar o risco da exposição solar

SunPet é o nome da aplicação desenvolvida pelo centro de investigação Fraunhofer AICOS que analisa, em tempo real, o risco de exposição solar. A aplicação móvel combina vários dados como localização GPS, informação pessoal, índices de radiação ultravioleta e tempo de exposição ao sol, apresentando o nível de risco dessa exposição.

Com um design atrativo e de fácil utilização, pensado precisamente para se adaptar a diferentes públicos, o projeto SunPet foi desenvolvido para ajudar a prevenir riscos de cancro e outras doenças relacionadas com a exposição solar prolongada. A aplicação SunPet foi criada por Fernando Correia, estudante do Mestrado Integrado em Engenharia de Redes e Sistemas Informáticos da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, no âmbito da sua tese desenvolvida no centro de investigação Fraunhofer AICOS com a parceria do IPATIMUP.
O cancro de pele é o tipo de cancro mais frequente, com grande possibilidade de tratamento quando diagnosticado em estádios precoces. A mortalidade tem vindo a aumentar e todos os anos são detetados cerca de mil novos casos de melanoma maligno (cancro de pele com pior diagnóstico) em Portugal.
A Fraunhofer Portugal é uma associação sem fins lucrativos, reconhecida pelo Estado Português como Pessoa Coletiva de Utilidade Pública. Com sede no Porto, foi criada em 2008 pela Fraunhofer-Gesellschaft, a maior organização de investigação aplicada da Europa, e pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã. A missão da Associação Fraunhofer Portugal é promover a investigação aplicada com o intuito de fomentar o desenvolvimento económico e, simultaneamente dar resposta a um conjunto de necessidades das empresas e da população.
Também criado em 2008, o Fraunhofer AICOS (Research Center for Assistive Information and Communication Solutions) é o primeiro centro de investigação da Fraunhofer em Portugal e resulta de uma parceria entre a Fraunhofer-Gesellschaft e a Universidade do Porto. O Fraunhofer AICOS atua em duas grandes áreas: “Ambient Assisted Living” (AAL) e Tecnologias de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento (ICT4D). Com o intuito de criar soluções tecnológicas inovadoras e intuitivas e facilitar o acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação, o Fraunhofer AICOS tem competências científicas em três áreas primordiais: Interação Pessoa-Computador, Processamento de Informação e Computação Autónoma. A importância atribuída a estas temáticas levou o Fraunhofer AICOS a criar, em 2013, dois Centros de Competências: o Fall Competence Center (FCC) e o Information and Communication Technologies for Development Competence Center (ICT4DCC). A investigação do Fraunhofer AICOS é direcionada para dois grupos prioritários: os idosos e as populações de países em desenvolvimento.

Tags:

Sobre nós

A Associação Fraunhofer Portugal Research (Fraunhofer Portugal) promove e coordena a cooperação entre os seus centros de investigação, outras instituições de investigação e parceiros industriais, com o objectivo de levar a cabo investigação aplicada com utilidade directa para empresas privadas e públicas, originando benefícios para a sociedade como um todo.

Subscrever