Fraunhofer Portugal AICOS aposta em tecnologia para travar mortalidade em países subdesenvolvidos

“Remarkable Technology, Easy To Use”

Em comum, partilham a utilização de smartphones para promover um rastreio mais efetivo em áreas com carências graves na assistência médica. Aplicações móveis para detetar precocemente a Doença de Chagas e do Sono, o Cancro do colo do útero e a Filaríase Linfática são três das soluções tecnológicas desenvolvidas por alunos de Mestrado, no centro de investigação Fraunhofer Portugal AICOS.
A mesma tecnologia que serviu de base ao MalariaScope, um dos recentes projetos de maior relevo do Fraunhofer Portugal AICOS, está agora a ser aplicada a outras doenças que afetam significativamente a mortalidade de países subdesenvolvidos. As soluções passam por utilizar as funcionalidades dos smartphones em termos de aquisição e processamento de imagem. Ao telemóvel é conectado um dispositivo de baixo custo que permite a aquisição da imagem com a magnificação necessária. Distinguem-se, deste modo, três componentes fundamentais do sistema integrado: a componente óptica de magnificação, a componente de processamento e análise de imagem e a aplicação do smartphone.
Os resultados positivos no auxílio ao pré-diagnóstico da Malária fizeram com que as suas potencialidades fossem alargadas a outras doenças, e os seus resultados mostram-se bastante promissores. Falamos da Doença de Chagas e do Sono, do Cancro do colo do útero e da Filaríase Linfática.

Doença de Chagas e do Sono
As doenças de Chagas e do Sono são mortais, sendo causadas pelos parasitas protozoários: Trypanosoma cruzi (T. cruzi) e Trypanosoma brucei (T. brucei), respetivamente. Estas doenças aparecem geralmente na América Latina e África, sendo transmitidas a seres humanos e animais por pequenos insetos como o triatomine e tsetse através de mordidas. O elevado número de mortes resultantes está associado a diagnósticos tardios.
Este projeto disponibiliza uma solução móvel que permite detetar ambas as doenças nos seus estados iniciais, detetando os respetivos parasitas e permitindo o seu tratamento e deste modo servir como ferramenta de auxílio ao diagnóstico para o profissional de saúde. Com esta aplicação e com o dispositivo de baixo custo é possível adquirir imagens microscópicas utilizando uma amostra de sangue do paciente previamente preparada em gota espessa. Em seguida e através de algoritmos de análise de imagem e processamento de dados, é feita a segmentação e posterior identificação dos parasitas.

Cancro do colo do útero
O Cancro do colo do útero é a segunda causa de morte mais frequente na mulher nos países em vias de desenvolvimento, apesar da sua prevenção ser possível. Testes de rastreio como o teste ao vírus do papiloma humano (HPV) e citológicos (teste de Papanicolaou) permitem a redução do número de mortes em 50%.
As imagens citológicas são convencionalmente obtidas usando aparelhos especializados, de elevado custo e não móveis. O novo sistema utiliza o mesmo dispositivo de magnificação de baixo custo desenvolvido no projecto MalariaScope para capturar imagens de citologia liquída com o intuito de auxiliar os profissionais de saúde no pré-diagnóstico do Cancro do colo do útero. A inovação do projecto centrou-se no desenvolvimento de novos algoritmos de processamento de imagens de citologia liquída, nomeadamente para a detecção de lesões pavimentosas intraepiteliais, e em caso positivo na detecção de lesões pavimentosas de alto grau (HSIL).

Filaríase Linfática
A Filaríase Linfática é uma infeção parasitária que pode gerar alterações ou ruturas no sistema linfático, assim como um crescimento anormal de certas regiões do corpo, causando dor, incapacidade e estigma social. Causada por uma infeção por nemátodos da família Filariodidea, aproximadamente 1.23 biliões de pessoas em 58 países de todo o mundo são ameaçados por esta doença, que requer um tratamento preventivo para parar a sua propagação.
Dado que o diagnóstico da doença passa por analisar uma amostra de sangue para verificar a existência deste tipo de vermes utilizou-se o mesmo dispositivo para aquisição de imagens e foram desenvolvidos novos algoritmos capazes de auxiliar na segmentação e identificação destes parasitas.
Todos os anos, o Fraunhofer Portugal AICOS recebe estudantes de várias faculdades, permitindo-lhes desenvolver o seu trabalho de investigação em ambiente profissional e incentivando a criação de soluções tecnológicas de utilidade prática. O ano de 2016 ficou marcado por projetos que correspondem a soluções de baixo custo e que pretendem auxiliar os profissionais de saúde no pré-diagnóstico de doenças específicas. No contexto emergente dos países em vias de desenvolvimento, a aplicação de ferramentas de baixo custo para facilitar o diagnóstico poderá ser determinante na prevenção e controlo deste tipo de doenças.

Sobre a Fraunhofer Portugal
A Fraunhofer Portugal tem como missão promover a investigação aplicada com o intuito de fomentar o desenvolvimento económico e, simultaneamente dar resposta a um conjunto de necessidades da população. É uma associação sem fins lucrativos, reconhecida pelo Estado Português como Pessoa Coletiva de Utilidade Pública. Com sede no Porto, foi criada em 2008 pela Fraunhofer-Gesellschaft, a maior organização de investigação aplicada da Europa, e pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã.
Também criado em 2008, o Fraunhofer Portugal AICOS (Research Center for Assistive Information and Communication Solutions) é o primeiro centro de investigação da Fraunhofer em Portugal e resulta de uma parceria estratégica entre a Fraunhofer-Gesellschaft e a Universidade do Porto. O Fraunhofer Portugal AICOS atua em duas grandes áreas: “Ambient Assisted Living” (AAL) e Tecnologias de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento (ICT4D). A investigação desenvolvida no Fraunhofer Portugal AICOS é direcionada para dois grupos de utilizadores prioritários: os idosos e as populações de países em desenvolvimento, e tem como intuito criar soluções tecnológicas inovadoras e intuitivas e facilitar o acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação. O Fraunhofer Portugal AICOS tem competências científicas em três áreas primordiais: Interação Pessoa-Computador, Processamento de Informação e Computação Autónoma.
 

Tags:

Sobre nós

A Associação Fraunhofer Portugal Research (Fraunhofer Portugal) promove e coordena a cooperação entre os seus centros de investigação, outras instituições de investigação e parceiros industriais, com o objectivo de levar a cabo investigação aplicada com utilidade directa para empresas privadas e públicas, originando benefícios para a sociedade como um todo.

Subscrever

Media

Media