Jogos interativos auxiliam tratamento de vítimas de acidentes vasculares cerebrais

Arrastar uma bola de luz, apanhar maçãs, ou bolas de sabão. Estas são algumas das opções do ExerGames, um projeto desenvolvido pela Fraunhofer Portugal que recorre a multisensores e jogos interativos para auxiliar a reabilitação física de doentes. O projeto é dirigido a doentes com necessidade de regeneração da função motora como, por exemplo, vítimas de acidentes vasculares cerebrais ou algum tipo de paralisia dos membros superiores.
 
Através de atividades lúdicas, o ExerGames utiliza exercícios de reabilitação física para recuperar a mobilidade e flexibilidade dos membros superiores, incluindo as mãos. Este projeto tem vindo a ser desenvolvido em colaboração com os fisioterapeutas do CRPG - Centro de Reabilitação Profissional de Gaia e testado nos utentes do centro. O desenvolvimento destes jogos interativos incentiva os utilizadores a realizar, de uma forma lúdica e agradável, movimentos que normalmente são encarados como repetitivos e desmotivantes. Através da utilização de sensores comercialmente disponíveis, incluindo smartphones, todos os movimentos podem ser monitorizados e registados para posterior análise e processamento.
 
O projeto prevê, num futuro próximo, passar a incluir funcionalidades mais direcionadas à população sénior em risco de sofrer uma queda. Estas novas funcionalidades passarão por exercícios interativos que estimulem a mobilidade dos membros inferiores, aumento da força muscular, treino da manutenção e recuperação do equilíbrio, melhoria do tempo de reação. Ciente de que as quedas são uma ocorrência frequente na população envelhecida e causa de ferimentos, insegurança e declínio da qualidade de vida, a Fraunhofer Portugal tem vindo a especializar-se nesta área, nomeadamente através da criação de um centro de competências, o “Fall Competence Center”. Este será assim mais um complemento às soluções de deteção de quedas e avaliação do risco de queda que fazem já parte do portefólio de projetos da Fraunhofer Portugal e à abordagem integrada que pretende para o problema das quedas. A Fraunhofer Portugal promove a investigação aplicada com o intuito de fomentar o desenvolvimento económico e, simultaneamente dar resposta a um conjunto de necessidades da população.
 
A Fraunhofer Portugal é uma associação sem fins lucrativos, reconhecida pelo Estado Português como Pessoa Coletiva de Utilidade Pública. Com sede no Porto, foi criada em 2008 pela Fraunhofer-Gesellschaft, a maior organização de investigação aplicada da Europa, e pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã. A missão da Associação Fraunhofer Portugal é promover a investigação aplicada com o intuito de fomentar o desenvolvimento económico e, simultaneamente dar resposta a um conjunto de necessidades das empresas e da população.
 
Também criado em 2008, o Fraunhofer AICOS (Research Center for Assistive Information and Communication Solutions) é o primeiro centro de investigação da Fraunhofer em Portugal e resulta de uma parceria entre a Fraunhofer-Gesellschaft e a Universidade do Porto. O AICOS atua em duas grandes áreas: “Ambient Assisted Living” (AAL) e Tecnologias de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento (ICT4D). Com o intuito de criar soluções tecnológicas inovadoras e intuitivas e facilitar o acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação, o Fraunhofer AICOS tem competências científicas em três áreas primordiais: Interação Pessoa-Computador, Processamento de Informação e Computação Autónoma. A importância atribuída a estas temáticas levou o Fraunhofer AICOS a criar, em 2013, dois Centros de Competências: o Fall Competence Center (FCC) e o Information and Communication Technologies for Development Competence Center (ICT4DCC). A investigação do Fraunhofer AICOS é direcionada para dois grupos prioritários: os idosos e as populações de países em desenvolvimento .
 

Tags:

Sobre nós

A Associação Fraunhofer Portugal Research (Fraunhofer Portugal) promove e coordena a cooperação entre os seus centros de investigação, outras instituições de investigação e parceiros industriais, com o objectivo de levar a cabo investigação aplicada com utilidade directa para empresas privadas e públicas, originando benefícios para a sociedade como um todo.

Subscrever