Freeport celebra 10º aniversário com recorde de vendas de 107 milhões de euros

Lisboa, 17 de Julho de 2014 – O Freeport, o maior outlet da Europa, registou entre Julho de 2013 e Junho de 2014 um volume de negócios de 107 milhões de euros, alcançando um novo recorde de vendas no ano em que celebra uma década desde a sua abertura em Portugal.

No último ano fiscal do Freeport (julho de 2013 a junho de 2014), o volume de vendas cresceu 7,1% face ao período homólogo, reflexo da atração de visitantes nacionais e internacionais, do aumento do valor médio de compra e do reforço da oferta de marcas internacionais em 2013 e 2014.
É um resultado extremamente positivo atendendo à evolução do mercado português de retalho não alimentar, o qual, de acordo com o INE, registou uma quebra de 2% nos últimos 12 meses.

O número de visitantes do Freeport cresceu 2,3% totalizando cerca de 4 milhões. Já o gasto médio dos visitantes do Freeport subiu 4,8% entre julho de 2013 e junho de 2014, contribuindo decisivamente para o recorde de vendas agora atingido. O reforço da oferta de marcas internacionais no mesmo período foi também um fator determinante nos resultados do Freeport, cifrando-se o contributo das novas lojas abertas no último semestre de 2013 em 10% no volume de vendas no período de janeiro a junho de 2014.

Para Nuno Oliveira, diretor-geral do Freeport, “estes são resultados robustos e uma boa forma de celebrar o 10º aniversário da operação em Portugal. O ano transato também se pautou pelo término de uma parte significativa dos contratos de 10 anos. O bom desempenho operacional do Freeport permitiu ainda uma taxa de sucesso de 90% na renovação destes contratos, prova inequívoca da aposta dos lojistas e um alicerce da sustentabilidade do Freeport”

“Se nos focarmos no período mais recente da história do outlet, de 2007 a 2014 verificamos um aumento de vendas de 20% ao mesmo tempo que o mercado decresceu 35%. Estamos assim otimistas para começar a escrever a próxima década do Freeport, sendo que para 2014-2015 estimamos atingir um volume de vendas de 110 milhões de euros, um crescimento de 3% face ao ano fiscal que agora terminou”, acrescenta o mesmo responsável.

O último exercício foi marcado ainda pela abertura no Freeport das lojas Armani, Guess, Nike, Douglas e Havaianas, para além da remodelação e aumento da área de lojas como a Lacoste ou a Sacoor, reforçando a oferta de marcas premium e imprimindo um maior dinamismo ao posicionamento das marcas no espaço do Freeport.
O Freeport Alcochete conta atualmente com um total de 140 lojas, o que representa uma taxa de ocupação de 95% da área dedicada para retalho no piso 0.

A aposta estratégica no turismo continua a dar frutos
A aposta do Freeport no turismo de compras iniciada pelo há cinco anos continua a revelar-se um eixo estratégico para o outlet. No último exercício, o volume de negócios gerado por clientes originários de países fora da Europa foi superior a 20% com um crescimento de 9% (dados Global Blue -Tax Refund), num valor superior a 20 milhões de euros. No caso das marcas premium presentes no Freeport, mais de 35% do volume de negócios é já suportada com gastos dos turistas não comunitários, com brasileiros, angolanos e chineses a representarem cerca de 85% dos turistas extracomunitários.

Iniciativa “Quintas-Feiras Louca”
Desde outubro de 2013 a iniciativa ‘Quintas-Feiras Loucas’ do Freeport associa aos descontos de mínimos de outlet (30%) um desconto extra atribuído, numa seleção de produtos, nas lojas aderentes.
Esta iniciativa, que decorre na última 5ª feira de cada mês, conta com uma grande participação dos lojistas do outlet e proporciona um crescimento de vendas superior a 100% nos dias em que é realizada, com o valor médio da compra a subir até 48% nestes dias.

Tags:

Sobre nós

Espaço comercial onde se pode encontrar marcas com grandes descontos todos os dias do ano.

Subscrever

Media

Media