Estudo “Valor em Saúde: O Caso VIH/SIDA”

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP/UNL), em parceria com a biofarmacêutica Gilead Sciences, assinala esta sexta-feira o início do estudo “Valor em Saúde: O Caso VIH/SIDA”, dando seguimento ao projeto conjunto iniciado em 2011, sobre modelos de financiamento e contratualização sustentáveis que garantam o acesso ao tratamento com qualidade a todos os doentes em tratamento do VIH/SIDA.

Na terceira e atual etapa do projeto, a ENSP/UNL pretende revisitar e reavaliar os resultados do estudo, tendo em perspetiva um modelo de financiamento e organizacional adaptado às novas necessidades em saúde da população com VIH/SIDA em tratamento e que apresenta uma longevidade e uma nova condição de saúde, o que inevitavelmente exigirá uma resposta renovada do Sistema de Saúde.

O presente estudo, a implementar no decurso do ano 2016, pretende mapear o percurso do doente com VIH/SIDA nos serviços de saúde, identificar estratégias para resolver os pontos de estrangulamento nesse percurso e definir indicadores de medição de qualidade de vida do doente.

Este modelo teórico acompanha a meta 90-90-90 estabelecida pela ONUSIDA, que pretende que até 2020 90% das pessoas infetadas sejam diagnosticadas, 90% das pessoas com o diagnóstico de infeção por VIH estejam em tratamento e 90% das pessoas em tratamento estejam controladas, com carga viral suprimida.

O estudo acrescenta uma quarta dimensão a estes objetivos, que passa por procurar alcançar a meta de 90% de doentes com VIH/SIDA controlados, com um nível satisfatório de bem-estar físico, psíquico e social.

Nota: informação em anexo.

Tags:

Sobre nós

Empresa farmacêutica.

Contactos

Subscrever