Tempo médio de venda de imóveis baixa para os 13 meses

No melhor resultado dos últimos 7 meses

• De acordo com os profissionais do setor, o tempo médio de venda de imóveis residenciais passou, neste último mês de junho, para os 13 meses, (sendo este o melhor resultado nos últimos 7 meses), e o tempo médio de absorção dos arrendamentos revela também uma ligeira diminuição aproximando-se dos 4 meses, quando era de 5 em abril.
• 63,9% da Procura Imobiliária em Junho foi orientada para Apartamentos.
• 37,8% da Procura Imobiliária concentrou-se no distrito de Lisboa.

Lisboa, 14 de julho de 2014 – De acordo com o IMI – Imovirtual Market Index, o mercado imobiliário nacional apresentou uma curva de sinal positivo, registando um comportamento tendencialmente mais otimista face ao registado no mês anterior. Este barómetro mensal, elaborado em parceria com a REVConsultants, revela que o tempo de venda do produto residencial diminuiu para perto de 13 meses, quando registava 14 anterior (abril).

O estudo, que ausculta profissionais de mediação imobiliária, consultores imobiliários, empresas de gestão e administração de imóveis, entre outros, desvenda, de igual forma, que o tempo de absorção dos imóveis de arrendamento ronda agora os 4 meses, denotando-se uma ligeira diminuição neste segmento de mercado (em abril situava-se nos 5 meses).

Um dos fatores que mais contribuiu para a melhoria do IMI – Imovirtual Market Index foi a melhoria observada ao nível das expectativas de curto-prazo (fortemente relacionadas com a sazonalidade), em virtude de nos encontrarmos em início do período estival, altura em que o país acolhe quer turistas, quer emigrantes que podem potenciar futuras transações imobiliárias.
No mês de junho, o IMI – Imovirtual Market Index, revelou os seguintes dados do inquérito efetuado:
o 45% dos participantes no inquérito mencionaram a manutenção do nível do produto em carteira e 42% reportaram, mesmo, um maior número de angariações;
o 42% dos inquiridos indicou uma estabilização do número de visitas realizadas por potenciais interessados (representatividade superior ao mês de Maio), e 38% mencionou uma melhoria desta métrica;
o Não obstante 50% dos profissionais terem referido a manutenção do número de negócios concretizados, 29% mencionou um maior dinamismo do mercado a este nível;
o 51% dos inquiridos, mencionou que em junho a sua atividade manteve-se estável, e apenas 17% das respostas aponta no sentido de uma contração (o que, mesmo assim, representa uma melhoria face ao mês anterior).
o No curto prazo, 66% dos profissionais inquiridos prevê a manutenção do nível de preços no mercado, sendo que 24%, todavia, não descartam um eventual um aumento dos valores residenciais.
o Para os próximos três meses, as expectativas em relação à evolução da atividade imobiliária, para 50% dos inquiridos são no sentido de uma melhoria, 44% aponta para a manutenção dos atuais índices de atividade, e apenas 6% (representatividade inferior ao mês anterior) estima uma hipotética contração do sector.

De entre os principais obstáculos que intervêm no funcionamento do mercado, destacam-se, à semelhança do mês anterior:
o A restritividade bancária, que registou uma representatividade de 52%, valor bastante expressivo, mas no entanto inferior ao registado em meses transatos (provavelmente reflexo de uma progressiva movimentação e abertura da banca ao crédito hipotecário);
o A instabilidade no mercado de trabalho, com uma incidência de pouco menos de 52% das respostas obtidas;
o A diminuição do poder de compra que, de acordo com 50% das respostas dos profissionais que participaram no inquérito, continua a ser uma das principais consequências das enormes restrições orçamentais ainda existentes, a par do elevado nível de desemprego.


Sobre o Imovirtual.com
O Imovirtual tem atualmente uma equipa especializada e conhecedora do meio, dedicada a tempo inteiro a este projeto. Para além do desenvolvimento e manutenção da plataforma, a equipa do Imovirtual mantém uma ligação muito estreita com o mercado, para que o portal se antecipe às necessidades, tanto dos profissionais, como dos demais utilizadores. Exemplo disso é a recente atenção dada aos diferentes serviços imobiliários, como “Gestão de Condomínios”, “Remodelação e Grandes Obras em Casa”, “Consultoria e Certificação Energética” ou “Transportes e Mudanças”, que visam garantir uma experiência integrada a todos quantos se encontram à procura de casa, escritório ou terreno.

O Imovirtual é um portal que disponibiliza todo o tipo de imóveis – moradias, apartamentos, terrenos, quintas e herdades, garagens e estacionamentos, escritórios, lojas – para arrendar ou comprar, tendo sido desenhado para apresentar um interface simples que permita aos utilizadores particulares e profissionais encontrarem a informação que procuram de forma rápida e intuitiva.

Sobre a FixeAds:
A FixeAds foi fundada em 2007 e é especialista no desenvolvimento de plataformas online locais, de fácil utilização para compra e venda de produtos e serviços na Internet e tem um equipa com mais de 125 colaboradores em Portugal. É a detentora dos reconhecidos portais Standvirtual, Coisas, Imovirtual, OLX e Faturavirtual.

Sobre a REVConsultants:
A REVConsultants é uma empresa multidisciplinar que presta serviços de avaliação e aconselhamento nas várias áreas do mercado imobiliário. A empresa aposta sobretudo na prestação de um serviço de elevada qualidade em várias áreas do mercado imobiliário, desde a Avaliação de Imóveis, Consultoria Estratégica de Investimento e Desenvolvimento Imobiliário, Estudos de Mercado e Due Diligence Técnica.

A REVConsultants possui no seu quadro um conjunto de técnicos experientes, para além de parcerias estratégicas com diversas empresas da área do imobiliário, permitindo a prestação de um serviço completo para o mercado nacional.

Tags:

Sobre nós

Site de classificados de venda, arrendamento, permuta ou trespasse de imóveis.

Subscrever