Falar sobre cinema é tão importante como ver

Um festival de cinema pretende ser um espaço versátil e o IndieLisboa, à semelhança de anos anteriores, transcende a sala de cinema: não importa apenas mostrar os filmes programados, é também essencial promover o diálogo sobre os mesmos e sobre o universo cinematográfico, estendendo a discussão ao público. O habitual painel de conversas e debates das LisbonTalks tem início logo no primeiro fim-de-semana do festival, a 27 de Abril (domingo), com o seminário moderado por Paulo Viveiros, O Cinema em Campo Alargado: Produção, Formação, Exibição e Case Study. Alargando ainda a esfera do festival, em 2014 damos mais um passo na promoção do cinema português através das Portugal Film Screenings, sessões de filmes portugueses inéditos, exclusivas para convidados internacionais: compradores, distribuidores, jornalistas, directores e programadores de festivais estrangeiros (de 25 a 27 de Abril no Cinema São Jorge). Relembramos ainda que durante o período do festival estarão presentes vários realizadores convidados pelo IndieLisboa, disponíveis para falar sobre os seus filmes. Todas as informações sobre as LisbonTalks e as Portugal Film Screenings estão disponíveis abaixo e serão actualizadas no site www.indielisboa.com

E como o IndieLisboa está quase a chegar, aproveitamos a ocasião para celebrar mais um festival: a Festa de Antecipação IndieLisboa'14 que abre as portas ao IndebyNight é já no próximo sábado, dia 12 de Abril, na Caixa Económica Operária e todos estão convidados!

LisbonTalks Universidade Lusófona

Seminário O Cinema em Campo Alargado Produção, Formação, Exibição e Case Study | Domingo 27 de Abril Hotel Florida Moderador: Paulo Viveiros
Quando em 1970 Gene Youngblood publicou o seu Expanded Cinema, vivia-se o período da desmaterialização do objecto de arte e o impacto da teoria dos media de Marshall McLuhan. A expansão do cinema contribuía para um novo ambiente de expansão da consciência que transcendia o escuro da sala de cinema e revelava o dispositivo cinematográfico. Hoje essa expansão ganhou uma nova força com a facilidade com que se produzem e difundem imagens em diversos suportes, formatos e dimensões que por sua vez parecem ganhar um sentido político. O objectivo deste seminário é reflectir sobre o aspecto e o conteúdo dessas imagens que evidenciam o dispositivo e reflectem sobre o seu tempo.
Inscrições para: talks@indielisboa.com
Debates e Conversas | De 2ª feira, 28 de Abril, a 6ª feira, 2 de Maio, no Cinema São Jorge, Sala Montepio

. Tecnologia Artes e Cinema - Segunda-feira, 28 de Abril | A evolução tecnológica e as novas concepções formais têm vindo a projectar o cinema para novas narrativas e estéticas. De que forma a tecnologia serve à arte cinematográfica e desenvolve objectos cinematográficos singulares? Continuamos a falar de cinema?

. Estado e Cultura – Novos Mecanismos de Apoio - Terça-feira, 29 de Abril | O envolvimento das instituições na cultura serve aqui de matéria para se repensar o papel dos agentes estatais. Como se podem activar novas práticas de apoio e criar formas produtivas de projectar a cultura?

. O Ensino do Cinema – Fábricas de Produção. Da Escola ao Mercado - Quarta-feira, 30 de Abril | Moderador: Ana Isabel Strindberg (programadora) | Como se vê hoje o ensino de cinema como primeiro estímulo ao saber e à concretização prática da aprendizagem? Poderão as instituições de ensino de cinema tornar-se fábricas de produção de forma a activar o mercado? Poderão estabelecer-se como plataformas de lançamento de saberes e de práticas concorrenciais mais autónomas e independentes?

. A Música no Cinema - Quinta-feira, 1 de Maio | Vamos falar da música para o cinema como área artística que envolve criadores e investigadores ao serviço de um universo fílmico definido. Como se desenvolve o processo de trabalho e que expressão tem como território e etapa de criação?

. Slow Cinema – Um Cinema de Duração? - Sexta-feira, 2 de Maio | Moderadora: Inês Gil (professora e realizadora) | A duração no cinema tem vindo a redefinir-se seja em termos temporais, mensuráveis, ou em leituras mais perceptivas e afectivas da narrativa. O que é o slow cinema como estilo, género, ou tendência? Não se define pela lentidão nem é um cinema do vazio, pelo contrário… O tempo intrínseco ao plano realça a representação e permite a sua descoberta. O tempo do slow cinema é o caminho para um encontro entre a imagem e o olhar. Onde estão as curtas e as longas metragens na questão temporal e como se encaixam nesta tendência do slow cinema?

Portugal Film Screenings apostam na divulgação e internacionalização do Cinema Português

A Portugal Film, em colaboração com o IndieLisboa, vai apresentar uma selecção de novos filmes portugueses a compradores, distribuidores, directores e programadores de festivais internacionais. O objectivo destas sessões é aproveitar sinergias e criar as condições adequadas para aumentar a visibilidade internacional do cinema português, concentrando num mesmo lugar filmes, produtores, realizadores e decisores. Destinam-se em exclusivo a profissionais da indústria cinematográfica estrangeira, que são expressamente convidados para este efeito. Os filmes portugueses apresentados são inéditos, ou muito recentes, de géneros diferentes (ficção, animação, documentário, experimental) e foram propositadamente seleccionados para serem apresentados durante as Portugal Film Screenings (mesmo que não incluídos no programa oficial do Festival). A Portugal Film é uma marca da Zero em Comportamento criada com o objectivo de promover a internacionalização do Cinema Português. De 25 a 27 de Abril no Cinema São Jorge.

Programação completa e materiais em:
calendário de sessões http://indielisboa.com/indie/wp-content/uploads/CalendarioIndieLisboa2014.pdf
imagens dos filmes www.indielisboa.com/filmstills
excertos de filmes www.indielisboa.com/filmclips

O IndieLisboa'14 é organizado pela IndieLisboa - Associação Cultural, com o apoio financeiro do Secretário de Estado da Cultura/ICA - Instituto do Cinema e do Audiovisual, da CML - Câmara Municipal de Lisboa, do Programa MEDIA, da União Europeia e da Allianz Portugal; em co-produção com a Culturgest e o Cinema São Jorge e em parceria estratégica com a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, EEM.

Tags:

Sobre nós

Festival de cinema com a duração de 11 dias, que decorre anualmente em Lisboa.

Subscrever

Media

Media