Já são conhecidos os vencedores do IndieLisboa 2017

O realizador boliviano Kiro Russo volta a ser premiado no IndieLisboa com Viejo Calavera , que vence o Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa. O júri da competição internacional galardoou ainda Arábia , de Affonso Uchôa e João Dumans, com o Prémio Especial do Júri Canais TVCine & Séries. O Prémio Allianz – Ingreme para Melhor Longa Metragem Portuguesa foi entregue a Encontro Silencioso , de Miguel Clara Vasconcelos e o Prémio Ingreme para Melhor Curta Metragem Portuguesa foi atribuído a Miragem Meus Putos , de Diogo Baldaia. O Grande Prémio de Curta Metragem foi entregue a Wiezi/Close Ties , de Zofia Kowalewska.
 

Palmarés IndieLisboa 2017

 

Júri Competição Internacional
Giona A. Nazzaro | Manuel Mozos | Paz Lázaro
 

Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa
Viejo Calavera, Kiro Russo (Bolívia, Qatar)

Prémio Especial do Júri Canais TVCine & Séries
Arábia, Affonso Uchôa, João Dumans (Brasil)
 


Júri da Competição Internacional de Curtas Metragens
Filipe Abranches | Katja Pratschke | Richard Raskin


Grande Prémio de Curta Metragem
Wiesi/Close Ties, Zofia Kowalewska (Polónia)

Melhor Animação –  Curta Metragem (Patrocínio: Turismo de Macau)
489 Years, Hayoun Kwon (França)

Melhor Documentário –  Curta Metragem (Patrocínio: Turismo de Macau)
The Hollow Coin, Frank Heath (EUA)

Melhor  Ficção –  Curta Metragem (Patrocínio: Turismo de Macau)
Le film de l’été, Emmanuel Marre (França, Bélgica)
 


Júri da Competição Nacional
Antoine Barraud | Maike Mia Höhne | Paulo Bertolín


Prémio Allianz – Ingreme para Melhor Longa Metragem Portuguesa
Encontro Silencioso, Miguel Clara Vasconcelos (Portugal)

Prémio Ingreme para Melhor Curta Metragem Portuguesa
Miragem Meus Putos, Diogo Baldaia (Portugal)

Prémio Novo Talento FCSH/Nova – Curta Metragem
Flores, Jorge Jácome (Portugal)

Prémio Walla Collective para Melhor Filme da Secção Novíssimos
Os Corpos que Pensam, Catherine Boutaud (França, Portugal)
 


IndieMusic
Joana Sá  | Mário Valente | Tó Trips
 

Prémio Indiemusic Schweppes
Tony Conrad: Completely in the Present, Tyler Hubby (EUA, Reino Unido)



Júri Árvore da Vida
Inês Gil | Paulo Pires Alves


Prémio Árvore da Vida
Ex-aequo:
Antão, o Invisível, Maya Kosa, Sérgio da Costa (Suíça, Portugal)
Num Globo de Neve, André Gil Mata (Portugal)



Júri Amnistia Internacional

Fernanda Câncio | Filipa Santos | Joana Gorjão Henriques


Prémio Amnistia Internacional
Find Fix Finish, Mila Zhluktenko, Sylvain Cruiziat (Alemanha)



Júri Universidades
Leonor Sousa  | Rafael Afonso | Teresa Vieira


Prémio Universidades
El mar la mar, Joshua Bonnetta, J.P. Sniadecki (EUA)

Júri Escolas
Débora Mogueiro | Inês Proença | Teresa Oliveira

Prémio Escolas
Le fol espoir/Wild Hope, Audrey Bauduin (França)



Júri do Público


Prémio do Público Longa Metragem
Venus, Lea Glob, Mette Carla Albrechtsen (Dinamarca, Noruega)

Prémio do Público Curta Metragem Crocs
Scris/Nescris, Adrian Silisteanu (Roménia)

Prémio do Público IndieJúnior Escolas DoctorGummy
Bichinhos do Lixo/Litterbugs, Peter Staney-Ward (Reino Unido)

Prémio do Público IndieJunior Famílias Trina
O Trenó/The Sled, Olesya Shchukina (Rússia)

O IndieLisboa 2017 by Allianz é organizado pela IndieLisboa - Associação Cultural, com o apoio financeiro do Ministério da Cultura/ICA - Instituto do Cinema e do Audiovisual, da CML - Câmara Municipal de Lisboa, do Programa Creative Europe da União Europeia, da Acción Cultural Española (AC/E) através do Programa para a Internacionalização da Cultura Espanhola (PICE) e da Allianz; em co-produção com a Culturgest e o Cinema São Jorge e em parceria estratégica com a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, EEM.

Tags:

Sobre nós

Festival de cinema com a duração de 11 dias, que decorre anualmente em Lisboa.

Subscrever