IEFP E GRUPO ISQ CONTRIBUEM PARA MELHORAR A FORMAÇÃO E EMPREGO EM PORTUGAL

  • Melhor formação = Mais e melhor emprego;
  • Melhor formação = Maior reconhecimento internacional;
  • Melhor formação = Mais reconhecimento por parte das empresas empregadoras;
  • Melhor formação de formadores = Formação para a mobilidade (Quadro Europeu de Qualificações);
  • Centros de Formação mais flexíveis e multifuncionais = Ganhos de eficiência.
 
Lisboa, 14 de Maio de 2015

Será já no próximo dia 18 de Maio que o IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional) e Grupo ISQ irão apresentar o resultado de um trabalho conjunto, numa iniciativa que constitui um exemplo de parceria de sucesso entre uma entidade pública e uma privada, com base num acordo de cooperação que teve início em 2013. A cerimónia terá como palco o Centro de Emprego e Formação Profissional de Vila Franca de Xira, em Alverca.

Este evento tem como base a parceria firmada entre o IEFP e o Grupo ISQ, a qual tem como objectivo qualificar os profissionais nacionais em diversas áreas tecnológicas, incluindo a área da soldadura, com a mais actualizada formação, assegurando a sua competência, profissionalismo e certificação. Neste sentido, estas entidades têm vindo a modernizar a oferta formativa em Portugal, o que faz com que alguns dos centros públicos de formação já tenha recebido Acreditações europeias e internacionais.

A modernização da oferta formativa visando a melhoria da qualidade da formação com mais reconhecimento nas empresas empregadoras (nacionais e internacionais) e com diplomas internacionais, constituem objectivos específicos do programa Europa 2020 em matéria de políticas e resultados para o Emprego e Formação. As metas são: uma economia mais inclusiva que possa gerar níveis elevados de emprego, de produtividade e de coesão social.

Ao longo destes 2 anos – 2013|2015 - o IEFP e o ISQ têm vindo a trabalhar em parceria no sentido de modernizar os 30 Centros de formação do IEFP. Este processo visa o acesso aos diplomas internacionais e ao aumento da flexibilidade na oferta de formação dos centros, nomeadamente: espaços optimizados, mais laboratórios, workshops para a formação prática, work based learnin g, maior formação de formadores em áreas de ponta (automação, ITED, CND, soldadura, energia, electricidade, electrónica, automação), sistemas de gestão e de qualidade.

No fundo, à semelhança de modelos escandinavos, alemães e austríacos, tem-se introduzido benchmarking de práticas de sucesso europeias e internacionais, por forma a tornar os centros mais flexíveis e multifuncionais e, assim, obterem-se ganhos de eficiência ao nível dos processos e da qualidade da formação em Portugal.

Os resultados já obtidos em matéria de acreditação dos diversos centros de formação como centros EWF/IIW (Federação Europeia de Soldadura e Instituto Internacional de Soldadura), têm sido um sucesso: foram já emitidos 540 certificações de soldadura, 256 diplomas EWF, atribuídos 246 diplomas de soldador e 60 formadores com qualificação internacional.

Este acordo de cooperação entre o IEFP e o ISQ despertou o interesse da União Europeia precisamente porque responde às metas estipuladas no Quadro Europeu de Qualificações, o qual permite fazer corresponder os sistemas de qualificações de vários países, tendo como objectivos principais a promoção do emprego e da mobilidade dos cidadãos entre países e a facilitação da sua aprendizagem ao longo da vida.

No que respeita à formação de formadores, pretende-se actualizar as competências tecnológicas com equipamentos modernos e em ambientes reais.
“Melhorar a imagem dos centros de formação profissional, adequá-la às necessidades e procura do mercado de trabalho, preparar melhor os formadores, dotando-os de melhores competências para poderem responder às necessidades das empresas e potenciar o reconhecimento internacional e formação para a mobilidade”, realça Manuel Cruz, Presidente do Grupo ISQ.

VALORIZAÇÃO DA ACTIVIDADE FORMATIVA

Em matéria da modernização dos espaços formativos, o IEFP e o ISQ têm vindo a recuperar espaços degradados e não utilizados procurando soluções de eficiência energética com vista à multifuncionalidade e polivalência dos espaços formativos.

Em causa está a melhoria das condições de formação, adaptando os espaços às necessidades actuais do mercado de trabalho, com instalações mais modernas, mais polivalentes e com maior sustentabilidade. Em concreto o trabalho está a ser desenvolvido nas seguintes áreas: Rentabilização da Forma de Ocupação de Espaços; Soluções fotovoltaicas, Menores Consumos de Energia; Optimização e Controlo de Custos e Tempos; Intervenção e valorização urbanística.

Sobre o ISQ – Instituto de Soldadura e Qualidade
Desde 1965 o Grupo ISQ tem sido uma das marcas portuguesas mais prestigiadas e reconhecidas. Fornecendo soluções para clientes industriais em todos os sectores e garantindo que os seus activos e produtos estão de acordo com as regulamentações ambientais, de qualidade, de higiene e segurança.
O Grupo ISQ é, actualmente, a maior entidade técnica em Portugal contando com mais de 1.000 colaboradores e tendo presença activa em mais de 15 países desde a União Europeia a África, passando pelo Médio Oriente e América.
Alguns números relacionados com o Grupo ISQ:
 
  • 16 laboratórios acreditados;
  • Mais de 250 serviços especializados;
  • 1.400 Trabalhadores em todo o mundo, 800 dos quais em Portugal;
  • Universo de mais de 20 participadas;
  • Participante activo em mais de 400 programas internacionais de I&D, envolvendo mais de 1200 parceiros corporativos.
Mais em www.isq-group.com .

Tags:

Sobre nós

Organizacao tecnologica privada e independente, com 50 anos, que presta servicos de inspecao, ensaio, formacao e consultoria tecnica a nivel mundial.

Subscrever