Copenhaga, Manchester, Madrid e Barcelona lideram subida de preços do arrendamento de curta duração na região EMEA

Segundo o novo Residential Property Clock da JLL para a região EMEA

Lisboa, 2 de maio 2016  – As cidades de Copenhaga, Manchester, Madrid e Barcelona deverão registar a subida de preços mais elevada no mercado de arrendamento de curta duração em toda a região EMEA, prevê a JLL no seu novo EMEA Residential Property Clock.
 
Numa análise ao mercado residencial em Lisboa, Patrícia Barão, Head of Residential da JLL Portuga l, considera que “ a crescente projeção internacional e atratividade turística de Lisboa devem igualmente contribuir para o aumento da procura neste mercado, já que os investidores internacionais vêem na capital portuguesa oportunidades ímpares para investir em imobiliário residencial no contexto europeu. E mesmo com os preços de venda a atingirem níveis já bastante elevados nas zonas prime de Lisboa, estão ainda assim abaixo do que se encontra na grande maioria das capitais europeias ”.

O mercado de arrendamento de curta duração está igualmente dinâmico, e a forte procura por este tipo de produto levou os promotores a desenvolverem projetos desenhados para o investimento imobiliário puro, passando a ser comuns os apartamentos turísticos e o conceito de Hotel Apartamentos. Cada vez mais, os promotores terão de responder às exigências dos mercados externos, considerando os diferentes mercados-alvo e afinando o mix das tipologias de acordo com os objectivos dos diferentes compradores ”, defende Patrícia Barão.
 
Junto se envia press release completo.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever