Imóveis da Europa e Médio Oriente lideram em Sustentabilidade Ambiental no Índice da Transparência Imobiliária 2016 da JLL

França lidera o ranking pela primeira vez
Abu Dhabi, Dubai, Roménia, Eslováquia e Suíça com progressos significativos
Finlândia entra no índice diretamente para a categoria “Transparente”

LISBOA, 10 outubro 2016 – A França lidera, pela primeira vez, o Índice da Sustentabilidade Ambiental no Imobiliário da JLL, figurando na categoria de “Elevada Transparência” a par da Austrália, Reino Unido e Japão, graças à implementação de uma série de normativas no contexto da transição para uma economia com baixa emissão de carbono.
 
Já o Dubai estreia-se no grupo dos mercados “Semi-Transparentes”, graças à introdução de legislação que torna obrigatória a aplicação de processos de construção “green building” em novos edifícios residenciais, comerciais e públicos no Emirado.
Este Índice da JLL avalia a disponibilidade de um leque de ferramentas chave para a transparência ambiental dos 37 mercados mundiais que captaram 97% do volume global de investimento direto em imobiliário comercial ao longo de 2015.
 
Olhando para os resultados globais do Índice da Sustentabilidade Ambiental no Imobiliário 2016, o número de mercados que registou melhorias (17) nas suas classificações face à última edição desta tabela foi quase igual ao número de mercados cuja posição no ranking se manteve estática (13) ou caiu (3). O índice apurou ainda que as melhorias observadas em metade dos países monitorizados têm sido impulsionadas, sobretudo, pela introdução voluntária de standards mínimos de eficiência energética em edifícios já existentes.
 
JUNTO SE ENVIA PRESS RELEASE COMPLETO.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever