Incerteza política e no setor petrolífero conduzem investidores imobiliários do Médio Oriente para o Reino Unido, diz a JLL

Lisboa, 07 de abril 2016  – A crescente instabilidade geopolítica e o contexto de baixa dos preços do petróleo estão já a repercutir-se no Reino Unido, conduzindo os investidores privados do Médio Oriente para os ativos imobiliários naquele país, revela a JLL.
 
“Esta tendência emergiu pela primeira vez há cinco anos aquando do despertar da “Primavera Árabe” mas tem vindo a acelerar nos últimos 24 mese
s”, disse  Fadi Moussali, head do grupo para o Médio Oriente e Norte de África da divisão de International Capital da JLL.
 
Tal tendência de deslocação para um destino de investimento mais seguro já é evidente entre os diferentes tipos de ativos que esta classe de investidores procura.
 
“Os negócios a que estamos a assistir enquadram-se no leque sub-institucional e estão tipicamente avaliados entre os 20 e os 50 milhões de dólares, sendo que os ativos preferidos são imóveis com alto rendimento e contratos de arrendamento de longa duração. Em suma, estão à procura de imóveis com boas yields e com boas perspetivas de longo prazo em termos de estabilidade”, acrescentou Moussalli . “ Os recentes movimentos cambiais deram a esta tendência de compra um ímpeto adicional, já que a libra esterlina está no nível mais baixo dos últimos sete anos face ao dólar, ao qual a maioria das moedas do Golfo está indexada ”.
 
Junto se envia press release completo.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever