Lojas de rua na Baixa de Lisboa e do Porto registam crescimento assinalável de rendas em 2015, impulsionadas pelo turismo

Lisboa, 08 de fevereiro 2016  – O crescimento do turismo em Lisboa e no Porto tem vindo a beneficiar o comércio de rua nas duas cidades, com especial destaque para as zonas da Baixa, onde em 2015 as rendas prime nas lojas cresceram substancialmente. De acordo com o último Market Pulse da JLL, referente ao 4º trimestre de 2015, as rendas de retalho na Baixa de Lisboa encerraram 2015 nos 85 euros/m²/mês, evidenciando um crescimento de 42% face 2014; enquanto na rua de Santa Catarina, eixo central da Baixa do Porto, a renda prime para as lojas alcançou os 50 euros/m²/mês, praticamente o dobro em relação ao valor registado no ano anterior.
 
“A Baixa de Lisboa é a zona comercial da cidade que mais tem beneficiado com o turismo e, como é junto deste público que muitos retalhistas querem estar, temos vindo a assistir a um crescimento da procura por lojas, especialmente na rua Augusta” , explica Patrícia Araújo, Head de Retail da JLL Portugal, acrescentando ainda que “isso se tem refletido no gradual aumento de rendas ao longo de 2015”.

Quanto ao Porto, “também está no radar dos retalhistas e, pela mesma razão de incentivo turístico, a rua de Santa Catarina, principal eixo da Baixa e coração do comércio de rua na Invicta, tem sido muito procurada. Em resultado, as rendas têm registado um aumento muito expressivo, embora seja de assinalar que a base era relativamente baixa ”, complementa  Patrícia Araújo.
 
Junto se envia press release completo, bem como duas imagens da Baixa de Lisboa, mais concretamente da rua Augusta.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever

Media

Media