Mercado imobiliário português deverá iniciar retoma em 2014

Depois de um 4º trimestre de 2013 bastante dinâmico e de indicadores económicos em crescimento, a JLL acredita que este ano marcará o início da recuperação do mercado

O ano de 2014 deverá marcar o início da recuperação do mercado imobiliário português, invertendo o ciclo descendente que se tem vindo a fazer sentir quase de forma transversal a todos os segmentos desde 2009. Esta é uma das principais conclusões do estudo “Mercado Imobiliário Português 2013 – Perspetivas 2014”, divulgado pela JLL Portugal. A evolução positiva da economia portuguesa associada à recuperação dos principais indicadores do mercado imobiliário, permitem antever um ano positivo para Portugal neste setor e em todos os seus segmentos. Durante 2013, esta retoma foi já visível em alguns mercados, nomeadamente na área de investimento e no comércio de rua.

Pedro Lancastre, Diretor Geral da JLL, sublinha: “iniciámos o ano de 2014 da mesma forma que fechámos 2013, ou seja com um ambiente de negócios muito mais positivo do que aquele que vivemos nos dois anos anteriores. Este otimismo é sólido, influenciado quer pela melhoria dos indicadores económicos e imobiliários na Europa quer dos nacionais, os quais começaram a inverter no segundo semestre de 2013 e abriram 2014 com a mesma tendência positiva”.

E acrescenta: “as vendas a retalho estão a crescer, o desemprego a baixar, o PIB a subir e o turismo em Portugal também a subir, existindo ainda alguns sinais de que o financiamento bancário está a regressar, pelo menos para os ativos prime.

A adicionar a tudo isto, já se nota o impacto que a reforma da lei do arrendamento urbano está a ter no mercado imobiliário, com a reabilitação urbana na ordem do dia. Sentimos na pele Portugal a mudar, no bom caminho e com o nosso imobiliário a contribuir de uma forma muito decisiva”.

Junto se envia press release completo com as principais conclusões deste estudo.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever