Número de estudantes estrangeiros cresceu 120% desde 2010: Estima-se que faltem entre 13.000 e 18.000 camas nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra

LISBOA, 15 de novembro 2017 – Num contexto em que o número de estudantes estrangeiros em Portugal mais que duplicou desde 2010 e em que a oferta de alojamento universitário continua a ser bastante informal e fragmentada, estima-se que faltem entre 13.000 e 18.000 camas com standards de qualidade europeia nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra, os três principais polos universitários do país.

Esta é uma das principais conclusões do estudo “Portugal Student Housing”, desenvolvido pela JLL em parceria com a Uniplaces, a plataforma de arrendamento de alojamento universitário. No documento analisam-se os principais indicadores de oferta e procura de residências universitárias nestas três cidades portuguesas, além de se apresentarem as tendências globais mais marcantes a nível dos fluxos de estudantes e das características do alojamento.

Encontrem, por favor, em anexo, o press release completo com as principais conclusões do estudo hoje divulgado, incluindo uma breve análise ao mercado nestas três cidades.

Juntam-se ainda as fotografias de Maria Empis (JLL) e Miguel Santo Amaro (Uniplaces).

O estudo completo está disponível para download

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever

Media

Media