Office Flashpoint: Empresas a expandir área impulsionaram crescimento do mercado de escritórios em 2015

Lisboa, 18 de janeiro de 2015 –  A JLL acaba de divulgar o Office Flashpoint de dezembro, edição onde analisa a performance anual do mercado de escritórios de Lisboa. De acordo com a consultora, em 2015 as empresas arrendaram 144.513 m² de escritórios em Lisboa, num total de 257 operações, o que evidencia um aumento de 14% face aos 126.529 m² arrendados em 2014.

O arrendamento de escritórios com o objetivo de expandir a área ocupada (36%) ou devido à entrada de novas empresas no mercado (10%), aumentou significativamente o seu peso no total da área arrendada em 2015, representando, em conjunto, 46% da absorção, face aos 28% de 2014 (20% expansão de área e 8% entrada de novas empresas). Os restantes negócios foram gerados pela mudança de instalações. Estes números revelam uma maior apetência pela ocupação de espaços de maior dimensão, que também pode ser confirmada no aumento da área média contratada em 2015. Neste ano, foi de 562 m², comparando com os 529 m² registados em 2014.

A JLL confirma-se como uma das consultoras mais ativas no mercado de escritórios de Lisboa, atuando na concretização de negócios equivalentes a 31% da área total ocupada em 2015, consolidando a sua posição como uma referência neste segmento.

Mariana Rosa, directora de Office Agency e Corporate Solutions da JLL , afirma “ 2015 foi um ano muito positivo para o departamento de escritórios. Ao longo do ano estivemos envolvidos em negócios que ascendem a uma área de 52.206  , seja por via de agência, corporate solutions ou renegociação de contratos de arrendamento. Este volume representa um aumento de 42% face à área intervencionada em 2014 ”.

No total do ano, o CBD (zona 2 - Saldanha, Entrecampos e Amoreiras) foi a zona mais dinâmica, com 20% da ocupação, mas seguida de imediato pelo Corredor Oeste (zona 6 - Eixo da A5: Miraflores a Paço d’Arcos), com um peso de 19% e do Parque das Nações (Zona 5), onde a ocupação pesou 17% no total do ano. Estas foram também as três principais zonas de atividade do mercado em 2014.

Na procura, a atividade foi dominada por duas áreas empresariais, nomeadamente a de TMT’s & Utilities, que garantiu 26% da ocupação anual, e pela de “Serviços a Empresas”, que ocupou 25% da área arrendada em 2015.

Quanto à performance do mês de dezembro, o Office Flashpoint destaca uma absorção mensal de 12.518 m², em linha com o mês anterior (12.144 m², numa variação de +3%). Já face ao mesmo mês do ano passado, registou-se uma queda de 66%, embora dezembro de 2014 tenha sido um mês especialmente ativo, com uma absorção de cerca de 38.000 m². Em dezembro de 2015, o Corredor Oeste liderou a tomada de espaços (41%) e as empresas de TMT’s & Utilities lideraram a procura (35% do total absorvido no mês). A expansão de área e a entrada de novas empresas totalizaram 61% da ocupação, contra 39% que representou a mudança de edifício.
 
Em anexo press release.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever