Portugal: Investidores imobiliários adaptam estratégias a mercado altamente concorrencial e mostram interesse por ativos anteriormente não considerados

JLL e MSCI revelam resultados do 2º Barómetro Imobiliário

LISBOA, 15 março 2016 – Depois de um ano recorde para o investimento imobiliário em Portugal (em torno dos 2.000 milhões de euros transacionados) e com o país a manter-se firme no radar dos players estrangeiros, os investidores em imobiliário no nosso país estão a adaptar as suas estratégias de investimento à atual conjuntura de elevada competitividade.

Esta é uma das principais conclusões da 2ª edição do Barómetro IPD®/JLL, que ausculta o sentimento e perspetivas de evolução do mercado dos principais investidores imobiliários com presença em Portugal. De acordo com o documento, o mercado de investimento imobiliário é atualmente marcado por uma crescente procura de ativos prime, que os investidores consideram ter agravado ainda mais a escassez de produto, conduzindo a um crescente desequilíbrio entre a oferta e a procura, à subida de preços dos ativos e à compressão das yields de referência.

Esta conjuntura associada às boas perspetivas de evolução dos mercados ocupacionais têm motivado um ajustamento das estratégias por parte dos investidores presentes em Portugal, os quais estão hoje mais dispostos a apostar em produtos com maior perfil de risco associado e mostram-se interessados em ativos que, por norma, eram descartados.

Junto se envia press release completo, incluindo comentários de responsáveis da JLL e da MSCI.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever