Campanha de detecção da Retinopatia Diabética quer evitar casos de cegueira

A Retinopatia diabética é a complicação ocular mais comum da diabetes e uma das principais causas de cegueira em Portugal. Os oftalmologistas alertam que é possível sofrer desta patologia sem que tenha consciência disso, dado que nem sempre apresenta sintomas nas fases iniciais.

A Retinopatia pode ser tratada quando detectada a tempo e, por isso, o exame de detecção da doença – a retinografia – deve ser realizado por todos os diabéticos.

De 16 a 18 no Instituto CUF Porto, e de 19 a 20 no Hospital CUF Porto, das 09h00 às 18h00, serão realizados exames de Retinografia, de forma gratuita, sem necessidade de inscrição prévia.

De acordo com o Observatório Nacional da Diabetes, 13% da população entre os 20 e os 79 anos sofre de diabetes sendo este o grupo de risco para a Retinopatia Diabética.

Como doença dos pequenos vasos, a Retinopatia diabética pode ter essencialmente duas formas de apresentação: a forma Proliferativa em que a deficiente irrigação sanguínea retiniana conduz ao aparecimento de vasos anómalos que podem sangrar causando hemorragia do vítreo e perda súbita de visão; ou a edematosa em que os vasos capilares perdem a sua competência, permitindo o extravasamento de elementos de sangue para fora dos vasos causando edema ou inchaço da retina.

O exame da retinografia deve ser realizado pela população diabética.

Mais informações aqui: https://www.saudecuf.pt/porto-hospital/o-hospital/eventos/retinopatia-diabetica-campanha-detecao-precoce-2015 .

Tags:

Sobre nós

Empresa de prestação de cuidados de saúde em Portugal.

Subscrever