O Lobo das Estepes, de Hermann Hesse, prefaciado por Isabel Cristina Mateus

A força poderosa desta escrita arrebata o leitor, arrasta-o para um teatro mágico de imagens e de palavras de que não sairá ileso. Nem sequer o mesmo.

Isabel Cristina Mateus, prefácio

Sobre o livro

Originalmente publicado em 1929, O Lobo das Estepes continua a marcar a nossa alma como um clássico da literatura moderna. Harry Haller é o lobo das estepes: selvagem, estranho, tímido e alienado da sociedade. O seu desespero e desejo pela morte atraem-no para um submundo encantado e sombrio. Através de uma série de encontros obscuros – alternadamente românticos, bizarros e selvagens – o misantropo Haller começa gradualmente a redescobrir os sonhos perdidos da sua juventude. Este retrato acelerado de um homem que se sente ele próprio meio-humano, meio lobo tornou-se a bíblia da contracultura da década de 1960, capturando o humor de uma geração descontente e continua, até hoje, a ser uma história de alienação e redenção humana.

Capa dura |244 páginas | PVP: 10€

Sobre o autor

Hermann Hesse (1877/1962). Distinguido, em 1964, com o Nobel da Literatura, tornou-se uma verdadeira figura de culto, uma referência universal ancorada na exaltação que faz do indivíduo e na celebração de um certo misticismo oriental. Peter Camenzind é o seu primeiro romance, Siddhartha, o resultado de uma visita à ìndia, é o seu livro mais lido em todo o mundo. Entre os seus romances, incluem-se O Lobo das Estepes, Narciso e Goldmundo e O Jogo das Contas de Vidro. Explorando sempre o dualismo entre a vida activa e a atitude contemplativa, Hermann Hesse é, a par de Thomas Mann e Franz Kafka, um dos nomes maiores das letras germânicas do século XX.

Sobre a Coleção

A “Coleção Essencial - Livros RTP” é um projeto cultural concebido pela RTP em parceria com a LeYa e que consiste na publicação de um conjunto de obras de ficção de autores de língua portuguesa e de outras línguas. O objetivo desta iniciativa é a promoção do gosto pela leitura através da descoberta (ou redescoberta) de alguns dos autores mais relevantes do século XX, colocando à disposição do público, por um preço reduzido (10 euros) e ao ritmo de um título por mês, algumas das obras-primas da literatura contemporânea, com prefácios assinados por destacadas personalidades da cultura. A curadoria da coleção é de Zeferino Coelho, um dos mais considerados editores do mundo de língua portuguesa, editor da Caminho, integrada na LeYa.

Tags:

Sobre nós

Grupo editorial de toda a área da língua portuguesa.

Subscrever

Media

Media