Secretário de Estado foi à fronteira receber os emigrantes

(Vilar Formoso – 30 Julho – 2013) - “Cada português espalhado pelo mundo é Portugal”, afirmou José Cesário, Secretário de Estado das Comunidades na fronteira de Vilar Formoso que, desde o passado domingo e até final desta semana, é, mais uma vez, a passagem obrigatória de milhares de famílias de emigrantes que vêm passar as suas merecidas férias junto dos seus familiares e amigos. Para proporcionar a estes nossos compatriotas o prazer de serem recebidos com o melhor de Portugal, estiveram na linha de fronteira algumas individualidades e personalidades ligadas ao mundo da emigração que, numa ação de proximidade os puderam receber e dar as boas-vindas: José Cesário, Secretário de Estado das Comunidades, Paulo Marcolino, adjunto do Secretário de Estado da Juventude, José Redondo, administrador do Licor Beirão e o Presidente da Câmara Municipal de Almeida, professor António Ribeiro, foram os anfitriões.“A Diáspora dá e sempre deu um contributo notável para a vida do país por isso a mobilidade dos seus cidadãos sempre foi vista como um assunto muito importante; os nossos emigrantes são uma parte de nós, eles representam e valorizam o nosso país”, frisou José Cesário. O Secretário de Estado afirmou ainda que “a mensagem que os emigrantes passam de Portugal é muito positiva”, acrescentando que “apesar de eles estarem conscientes dos problemas e dificuldades que o país enfrenta não têm dúvidas de que a nação portuguesa vai saber dar a volta por cima e reequilibrar-se; são de um otimismo extraordinário. Até hoje, os locais onde eu ouvi falar de Portugal e cantar o hino nacional com mais força e emoção foi lá fora, junto das comunidades portuguesas. Os nossos emigrantes olham para Portugal com muita saudade mas também com muito respeito e um imenso amor à pátria”. Por isso mesmo, para José Cesário, é “fundamental garantir a proximidade com estas comunidades”.“Quer através das nossas embaixadas quer através da nossa rede de contactos temos procurado desenvolver políticas de proximidade que visam estreitar relações e ajudar a resolver os problemas que os emigrantes têm na relação com Portugal. Tentamos também garantir-lhes informação sobre o estado da nação. Os emigrantes são portugueses e são tratados como tal”, frisou.Para este período de férias, José Cesário deixa uma mensagem de boas-vindas a quem regressa à terra natal: “que os nossos emigrantes se sintam totalmente na sua terra porque esta terra é deles, mesmo daqueles, em grande número, que não nasceram cá e são já luso-descendentes; Portugal é vosso também”. “Continuem a acreditar e a ter confiança em Portugal porque é possível fazer mais pelo nosso país e levem esta mensagem para o vosso país de residência porque vocês, sim, são os melhores embaixadores de Portugal”, concluiu.José Redondo, administrador do Licor Beirão garantiu que a marca se sente muito ligada aos emigrantes na medida em que a sua internacionalização a eles se deve; “A diáspora tem uma importância enorme porque desde que começámos a exportar, o nosso mercado principal no estrangeiro tem sido o mercado da saudade que, para além de ser um nicho que nos é muito querido, por motivos emocionais, é também uma porta de entrada nos mercados locais”. Apostado em manter as pontes com este público, o responsável pela marca não tem dúvidas em afirmar que “os emigrantes associam ao Licor Beirão bons momentos de prazer, de felicidade e sobretudo de uma estreita ligação à Pátria. Por isso lhe chamam o Licor de Portugal, que já faz parte da nossa identidade nacional”. Vídeo para download disponível aqui:http://www.pt.cision.com/cisionpoint/resourcestorage/pressrelease/licor-beirao/ReportagemLicorBeiraoVilarForm.mp4Ação promovida por Licor Beirão com a colaboração do jornal Região de Leiria e agência de comunicação AJBB Network.Para mais informação ou contactos:Abilio Bebiano / 912 573 813 / abilio.bebiano@ajbbnetwork.comMartha Mendes / 239 716 396 / comunicação@ajbbnetwork.com

Tags:

Sobre nós

Setor de bebidas alcoólicas.

Subscrever

Media

Media