Município de Gondomar promove 2.ª fase da Campanha de Recolha de Resíduos Recicláveis e Orgânicos no Setor Não Residencial

A 02 de maio, os técnicos estarão na rua a sensibilizar os aderentes.

Tudo em prol do Ambiente!

A 2.ª fase da Campanha "Aqui Separamos com o Coração” promovida pela Lipor e pelos 8 Municípios arranca em Gondomar.

O público-alvo da Campanha é o Setor Não Residencial (restaurantes, hotéis, cafés, comércio e serviços) e abrangerá cerca de 250 estabelecimentos em Gondomar.

O objetivo é sensibilizar os mesmos, para a separação seletiva de resíduos orgânicos e multimaterial. Faseadamente a campanha chegará a outros Municípios.

Esta Campanha insere-se num conjunto de iniciativas promovidas pela Lipor e seus Municípios associados, no intuito de atingir as metas estabelecidas para o sistema de gestão de resíduos e, consequentemente, aumentar as quantidades de resíduos de embalagem e orgânicos recolhidos e enviados para reciclagem e valorização.
 

Sobre a Campanha

O Setor Não Residencial, constituído por restaurantes, hotéis, cafés, comércio e serviços é responsável pela produção de cerca de 40% dos resíduos recicláveis produzidos a nível nacional.

É urgente dar um destino adequado a estes resíduos. Aqui Separamos com o Coração é um projeto da Lipor e dos 8 Municípios seus associados que pretende sensibilizar os responsáveis por estes estabelecimentos para a importância da separação correta dos resíduos que produzem.

Para além dos momentos de terreno, em que é feito um contacto mais direto e personalizado, a Campanha foi pensada para ter algumas peças de comunicação, para exposição pública, que pretendem dar a conhecer aos respetivos clientes as boas práticas assumidas, no que concerne à separação multimaterial e de orgânicos.

Foi também criado um microsite, no qual se pode fazer o acompanhamento da Campanha. Aceda a www.lipor.pt/aquiseparamos <http://www.lipor.pt/aquiseparamos >  e fique a par das novidades!
 

Sobre a LIPOR

A LIPOR é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos Municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

A LIPOR trata anualmente cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos por 1 milhão de habitantes. Sustentada nos modernos conceitos de gestão de RU, a LIPOR desenvolveu uma estratégia integrada de valorização, tratamento e confinamento dos RU, baseada em três componentes principais: Valorização Multimaterial, Valorização Orgânica e Valorização Energética, complementadas por um Aterro Sanitário para receção dos rejeitados e de resíduos previamente preparados.

Ao assumir de forma clara que a gestão de resíduos é realizada na ótica do recurso, a LIPOR firma todos os esforços na sua valorização mais adequada, abordagem esta que tem por base a projeção de um modelo circular de negócios, e é sustentada por projetos demonstrativos das práticas circulares de suporte. A atuação da Organização permite consolidar um posicionamento que se preconiza pela criação de valor no ciclo produtivo, caracterizado pela reintrodução do “resíduo” como “recurso” na cadeia de valor.
 

Sobre o Município de Gondomar

O Município de Gondomar possui uma área de 131,8 km2 e uma população de

166.841 habitantes[1], distribuída por 7 Juntas/ Uniões de Freguesia.

Gondomar tem como limites naturais o rio e as serras. A sul o rio Douro, que regista neste concelho o seu maior percurso dentro da AMP numa extensão de 32 km, e a noroeste as serras de Santa Justa, Pias, Castiçal, Flores, Santa Iria e Banjas, com fronteiras nos concelhos de Valongo e Paredes.

O território do concelho é ocupado predominantemente por uma área rural, cerca de 60%, o que contrasta com a forte densidade populacional das freguesias urbanas, situando-se em 87% a população residente neste meio.

A indústria transformadora do ouro tem um peso significativo em Gondomar, afirmando-se como a capital da ourivesaria em Portugal e um polo mundial de destaque nesta área de negócios.

Na área da promoção ambiental, em particular da gestão de resíduos urbanos, a Câmara Municipal de Gondomar assumiu o compromisso de, até 2020, concretizar as metas e objetivos do seu PAPERSU – Plano de Ação do Plano Estratégico para Gestão de Resíduos Urbanos, focado essencialmente

(1) na prevenção da produção, (2) no incremento da recolha seletiva, (3) na comunicação e sensibilização.

No ano de 2015 Gondomar produziu 69.770 toneladas de resíduos urbanos, dos quais somente 16,12% se referem à recolha seletiva. Face aos quantitativos de resíduos recolhidos e ao potencial de recicláveis nos RU, Gondomar tem como compromisso as seguintes metas para o horizonte 2020: Retomas de Recolha Seletiva - 32,50 kg/hab/ano e Preparação para Reutilização e Reciclagem - 31,02%. Para isso, contamos já com 500 ecopontos na via pública, para que os Gondomarenses possam fazer a deposição seletiva de resíduos, 1 circuito de recolha seletiva a pedido – Ecofone, e 1 ecocentro.

Com a campanha Aqui Separamos com o Coração pretendemos dar mais um passo no incremento da recolha seletiva, na valorização dos resíduos e na poupança de recursos naturais, tão necessários às gerações futuras.

Tags:

Sobre nós

Empresa de reciclagem e gestão de resíduos.

Subscrever