Padinho finta a crise no setor da construção e cresce cerca de 5% em 2015

A portuguesa Padinho, que se dedica à comercialização de materiais de construção, registou um volume de faturação positivo em 2015, tendo atingido um crescimento de cerca de 5% face a 2014.

De acordo com António Mendes, diretor comercial da Padinho, as construtoras contribuíram para 60% do volume de negócios da empresa em 2015, sendo a restante faturação resultado, na sua maioria, de negócios com instaladores AVAC e aplicadores de revestimentos.

“Em termos de obras onde mais marcamos presença destacamos os segmentos comércio e serviços, habitação e hotelaria”, complementa.

Já no que toca a produtos, o mesmo responsável aponta a família de produtos Multicamada, da multinacional finlandesa Uponor, enquanto bestseller nesse mesmo ano.

“A Uponor é líder internacional em soluções para a condução de fluidos na edificação, resultado bem visível na nossa atividade o ano passado, visto que a família de produtos Multicamada, que se destina à montagem de redes de transporte de águas em edifícios, está no topo das nossas vendas”, relata António Mendes.

Quanto ao futuro, o diretor comercial desta empresa nortenha, está otimista e acredita que se avizinham bons ventos para 2016.

“Estamos convictos de que os piores anos de crise no setor foram já ultrapassados, pelo que acreditamos que continuaremos a crescer em 2016, suportados na evolução do mercado nacional, no reforço da nossa aposta na exportação e também na comercialização de produtos específicos para novos nichos de mercado”, conclui.

Download de fotografias em http://we.tl/MPOUiCNrTI

INFORMAÇÃO ADICIONAL

Nascida em 1987, a Padinho está inserida num grupo com mais de 70 anos de experiência no setor da construção, o Grupo Azevedo’s, e dedica-se à comercialização de materiais de construção e decoração.

Esta marca dispõe de um showroom com 150 m2 onde reúne mais de 300 produtos em exposição, apoiado por um armazém de apoio que contempla 12 mil produtos em stock para corresponder às necessidades imediatas dos seus clientes.  

Tags:

Subscrever

Media

Media