MAIA BATE RECORD COM RECOLHA SELETIVA SUPERIOR A 75 KG POR HABITANTE

É com satisfação que a MAIAMBIENTE vê os cidadãos da Maia cada vez mais envolvidos no processo de separação. No primeiro mês do ano de 2018, as “Retomas com origem em recolha seletiva” atingiram um valor record, ultrapassando os 75 kg por habitante. Um valor consideravelmente acima do previsto na meta do Plano estratégico de Resíduos Sólidos Urbanos - PERSU (68 kg).

Este sucesso deve-se, em grande parte, ao esforço e contributo dos cidadãos maiatos. Em resultado desse esforço, foram recolhidas seletivamente cerca de 900 toneladas de resíduos, através dos vários sistemas de recolha: ecocentros, ecopontos e porta a porta. A MAIAMBIENTE procura constantemente encontrar soluções cada vez mais à medida das necessidades dos cidadãos para garantir a eficácia da separação por eles levada a cabo.

BEM ESTAR DA POPULAÇÃO É UMA PRIORIDADE

Foram (e continuam a ser) distribuídos contentores de uso particular (individual ou coletivo) aos utentes da Maia, para deposição separada e posterior recolha porta a porta das frações seletivas e da fração indiferenciada. Este projeto pioneiro e inovador (cofinanciado por fundos comunitários) tem como objetivo tornar mais cómoda e fácil a separação de resíduos, aumentar os quantitativos de resíduos enviados para valorização multimaterial, uniformizar o sistema de recolha em todo o concelho, melhorar a higiene e limpeza dos arruamentos e dar continuidade à estratégia de recolha seletiva.

Tags:

Sobre nós

Empresa pública municipal que tem como objeto principal, por delegação da Câmara Municipal da Maia, a remoção dos resíduos sólidos urbanos e equiparados a urbanos, a recolha selectiva de materiais recicláveis e a manutenção da higiene e limpeza dos locais públicos.

Subscrever

Media

Media