MARCA PORTUGAL-A CULTURA DE MATRIZ PORTUGUESA É PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

O Património Cultural – material e imaterial, duradouro e efémero - constitui a derradeira mensagem da Excelência de um Povo e do seu Desígnio, sendo esse o seu Legado ao Mundo.
Portugal, país de surpreendentes contrastes e diversidade cultural, possui uma fonte inesgotável de riqueza, fruto da aventura ultramarina e da comunhão com outras terras, outras gentes e outros saberes. Estes são os genuínos Recursos Culturais para a construção de um Novo Futuro – o contributo lusófono no Mundo.
Com a valorização do seu ímpar acervo patrimonial, inicia um novo capítulo na sua História milenar O Ciclo do Conhecimento e da Cultura. A consciencialização do seu indelével valor na História Universal, e a dignificação da sua Memória Histórica e Cultural, projecta uma imagem de sofisticação de um Povo e de um País, que se elevam e cumprem o seu desígnio – partilhar o Testemunho de Portugal com a Humanidade.
Apoio institucional da Direcção Geral do Património cultural e do Museu Nacional de Arqueologia.
Como
Encontro de Especialistas, aberto ao público, para debate e reflexão sobre:
A percepção de Portugal internamente e no exterior;
A Marca Portugal na perspectiva da Esfera Lusófona existente no Mundo;
Os novos desafios de Portugal e da “Marca Portugal”.
Para quê
Produzir uma acta com conclusões e recomendações para entrega às entidades oficiais, institucionais, académicas, culturais e meios de comunicação social.
 
Tópicos para o debate e reflexão
A Cultura Portuguesa é Património da Humanidade
A Língua Portuguesa é Internacional e Pluricontinental
O espírito pioneiro e criativo dos Portugueses
A Esfera Lusófona - Comunidade Mundial Lusófona
Definição do papel de Portugal no Mundo
 
Membros do Concílio da Matriz Portuguesa
João Micael, fundador e presidente da Matriz Portuguesa e director da Academia de Protocolo.
Besma Kraiem, empresária e especialista em desenvolvimento de negócios internacionais, oradora e mentora.
Carlos Nunes, antigo administrador da REFER e do Metropolitano de Lisboa.
Clementina Paiva, presidente da mesa da Assembleia-Geral da Matriz Portuguesa.
Delmar Maia Gonçalves, membro da direcção do MIL: Movimento Internacional Lusófono. Membro do Concílio de Honra da Matriz Portuguesa. Membro da Comissão de Honra do Prémio Femina 2015.
Duarte Guedes, administrador do Grupo Hipogest.
Helena Águeda Marujo, professora auxiliar convidada no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, investigadora em Psicologia Positiva e nos subdomínios Nações positivas, Felicidade e aplicações a contextos organizacionais, comunitários e nacionais, entre outros.
Rosário Louro, directora-geral da Jervis Pereira, empresa de comunicação de Portugal sou Eu e Compro o que é nosso.
 

Sobre a Matriz Portuguesa

É uma instituição sem fins lucrativos, criada para o desenvolvimento da Cultura e do Conhecimento. Trata-se de um conceito inédito cuja acção irá despertar consciências, iniciando um novo ciclo da Matriz Portuguesa no Mundo.

No dia 29 de Abril de 2014, realizou-se, no Salão Nobre do Mosteiro dos Jerónimos, a apresentação da sua missão e propósitos, contando com a presença de distintos oradores como o Prof. Doutor Adriano Moreira, presidente da Academia das Ciências de Lisboa; o Dr. António Ferreira de Carvalho, presidente da AERLIS – Associação empresarial da Região de Lisboa e vice-presidente da CIP – Confederação empresarial de Portugal; o Dr. José Arantes, director dos Canais Internacionais da Rádio e Televisão de Portugal; e a Doutora Helena Águeda Marujo, professora Auxiliar Convidada do ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas.

Tags:

Sobre nós

Sociedade Civil para o Desenvolvimento da Cultura e do Conhecimento que visa promover a criação de vínculos culturais, científicos e artísticos, como mensagem da excelência de um Povo e do seu Desígnio e dinamizar e fomentar o debate e a apresentação de ideias e projetos nestas áreas.

Subscrever

Media

Media