Grupo MDS nomeia João Alvadia como CEO da MDS África

Multinacional portuguesa, líder na corretagem de seguros, reforça aposta no mercado africano
 
O Grupo MDS nomeou João Alvadia para o cargo de Administrador Executivo da MDS África, no âmbito da estratégia de reforço das suas operações no mercado africano. O novo executivo da joint-venture entre a MDS e a ISEM terá a responsabilidade de liderar e coordenar toda a operação naquele continente, com prioridade para Angola e Moçambique.
José Manuel Dias da Fonseca, CEO do Grupo MDS, afirma: “A MDS construiu uma vasta presença internacional ao longo dos últimos anos, estando hoje presente em mais de 90 países nos vários continentes por intermédio da sua participada Brokerslink. No entanto, estamos apostados em desenvolver ainda mais as nossas operações em África, colocando o nosso conhecimento e competências ao serviço de cada vez mais mercados. A nomeação de João Alvadia tem, assim, como objetivos garantir uma dinâmica ambiciosa de crescimento e de afirmação da MDS no mercado Africano, consolidando o investimento já realizado e explorando novas oportunidades de desenvolvimento. Estamos muitos felizes com a nomeação do João, um líder nato e um apaixonado pela sua profissão e pelo Grupo MDS”.
João Alvadia afirma: “O nosso crescimento passa indubitavelmente por África, onde nos últimos anos temos vindo a assistir a um crescente dinamismo económico. A MDS, com as suas competências e conhecimento na área de seguro e resseguro, pretende continuar a contribuir para que as empresas e seguradoras que operam na região desenvolvam os seus negócios de forma mais segura e sustentável”.
João Alvadia tem uma longa carreira na área dos seguros, com mais de 25 anos, tendo ocupado diversos cargos em Portugal e em África. Foi o fundador e CEO da Polinsur, corretor de seguros que integrou a MDS em 2011, e nos últimos anos tem desempenhado um papel ativo no desenvolvimento de negócio em Portugal e em África. Possui o PADE – Programa de Alta Direção da AESE.

Tags:

Sobre nós

Grupo de corretagem criado em 1984, com sede no Porto. É detida pela Sonae, a maior multinacional privada portuguesa e pela Suzano, um grupo industrial brasileiro com atividades ligadas às indústrias de papel e energia renovável.

Subscrever

Media

Media