Novo Mercedes-Benz C 350 PLUG-IN HYBRID

Depois da sua estreia no Classe S, a Mercedes-Benz oferece agora pela primeira vez num modelo Station, e também nesta classe, a tecnologia híbrida mais avançada. O dinamismo e a eficiência do C 350 PLUG-IN HYBRID tornam-no numa proposta convincente, tanto na versão Limousine como na versão Station. Com uma autonomia de 31 quilómetros, em modo puramente elétrico, a condução sem emissões locais é agora realidade. O seu motor a gasolina de quatro cilindros, em conjunto com um potente motor elétrico, constitui um sistema com uma potência total de 205 kW (279 cv) e um binário de 600 Nm. O novo C 350 PLUG-IN HYBRID oferece assim o desempenho de um veículo desportivo e ainda valores de consumo certificados de apenas 2,1 litros de combustível aos 100 quilómetros, tanto na Limousine como na Station. Isto corresponde a emissões de CO 2 de 48 gramas (49 gramas no Station) por quilómetro. Os dois modelos estão também equipados de série com suspensão pneumática AIRMATIC e com o sistema Pre-Entry Climate Control, que pode ser controlado através da internet, adicionando um nível verdadeiramente excecional de conforto de condução e climatização. O C 350 PLUG-IN HYBRID chegará aos concessionários em abril de 2015.

 
Depois do C 300 BlueTEC HYBRID, o C 350 PLUG-IN HYBRID é o segundo modelo híbrido do novo Classe C e o segundo modelo da Mercedes-Benz com tecnologia PLUG-IN HYBRID. Graças à combinação do motor de combustão e do motor elétrico, os sistemas de motorização híbridos oferecem um consumo reduzido impressionante, mas com alto desempenho. O motor elétrico consegue substituir ou apoiar o motor de combustão utilizando de modo prático a energia gerada durante a travagem convertendo-a em energia elétrica e armazenando-a.
 
O C 350 PLUG-IN HYBRID utiliza a forma mais avançada atual da tecnologia híbrida. A sua unidade de armazenamento da energia elétrica é uma bateria de iões de lítio com uma capacidade total de 6,2 kWh, que pode ser carregada a partir de uma fonte de alimentação externa, contribuindo eficazmente para os valores reduzidos de consumo e de emissões. A bateria é refrigerada a água, pesa cerca de 100 quilogramas e está montada por cima do eixo traseiro para maximizar a segurança em caso de acidente.
 
Graças a um sistema de carga interno inteligente, a bateria pode ser carregada em cerca de 1 hora e 45 minutos numa wallbox ou num dos pontos de carga públicos (230 V, 16 A, 3,7 kW monofásico), cada vez mais numerosos, o que, nalguns casos, proporciona um local de estacionamento privilegiado. Em alternativa, o carregamento através de uma tomada doméstica também possível. Dependendo da ligação, é possível conseguir um tempo de carga aproximado de duas horas (com 230 V e 13 A, 3,0 kW).
 
Apesar do espaço ocupado pela bateria, o C 350 PLUG-IN HYBRID tem ainda uma capacidade da bagageira de 335 litros na sua versão Limousine e 350 no modelo Station, ou, neste último, 1370 litros com os encostos dos bancos traseiros rebatidos.
 

PLUG-IN HYBRID pela primeira vez com motor de quatro cilindros a gasolina
No novo C 350 PLUG-IN HYBRID, este conceito de motorização híbrida é combinado pela primeira vez com um motor de quatro cilindros a gasolina. A partir de uma cilindrada de apenas dois litros, gera 155 kW (211 cv) e um binário máximo de 350 Nm. O motor elétrico do C 350 PLUG-IN HYBRID tem uma potência até 60 kW e fornece um binário de 340 Nm. Assim a potência total disponível do sistema é de 205 kW (279 cv), com um binário de 600 Nm.
 

Desempenho de um veículo desportivo
A elevada potência do sistema e a gestão inteligente do motor atribui ao veículo o desempenho dinâmico de um modelo desportivo e ágil. O Classe C consegue acelerar dos zero aos 100 km/h em 5,9 segundos e o modelo Station apenas um pouco mais, 6,2 segundos. A versão Limousine consegue atingir a velocidade máxima de 250 km/h e a Station 246 km/h, ambos em conjunto com um consumo certificado de combustível de 2,1 litros aos 100 quilómetros. Isto corresponde a emissões de CO 2 de 48 gramas (49 gramas na Station) por quilómetro. As duas versões do C 350 PLUG-IN HYBRID oferecem também a possibilidade de percorrer até 31 quilómetros em modo puramente elétrico, e assim totalmente livre de emissões de CO 2 locais – por exemplo, na cidade.
 

Um híbrido é eficiente, dinâmico e muito fácil de conduzir
Conduzir o novo C 350 PLUG-IN HYBRID é tão fácil como conduzir qualquer outro veículo da Mercedes-Benz: basta entrar, ligar o motor e arrancar. Quando o fizer, poderá verificar a eficiência exemplar e, caso pretenda, acelerar a fundo para sentir a aceleração soberba do motor elétrico.
 
O C 350 PLUG-IN HYBRID oferece todas as características de um veículo híbrido tecnologicamente avançado. Estas características incluem:

  • Arranque silencioso: o veículo arranca em silêncio e circula em modo elétrico. Neste ponto o motor de combustão está normalmente inativo. A potência elétrica até 60 kW está disponível para conduzir em modo totalmente elétrico.
  • Boost: o motor elétrico arranca para aumentar a potência do motor de combustão com 60 kW adicionais, por exemplo, para uma aceleração rápida. 
  • Recuperação de energia: durante a travagem, a energia é recuperada e armazenada na bateria. Esta pode ser utilizada numa fase posterior para condução elétrica ou para a função de aceleração.
 
O maior potencial de redução do consumo de energia dos sistemas de motorização híbridos assenta na maximização da recuperação de energia durante o "sailing" e a travagem. Quando o pedal do travão é pressionado, o motor elétrico assume primeiro a tarefa de desaceleração, atuando aqui como alternador. Se for necessária uma travagem mais firme, os travões de disco intervêm mecanicamente para proporcionar aderência adicional. Esta sobreposição entre a travagem mecânica convencional e o desempenho da travagem elétrica do motor elétrico aumenta a eficácia, mas é impercetível.
 
Adicionalmente, o sistema inteligente de gestão do motor do C 350 PLUG-IN HYBRID funciona em segundo plano para selecionar a combinação ideal entre o motor de combustão e o motor elétrico.
 

Modo de transmissão individual
A tecnologia complexa do C 350 PLUG-IN HYBRID faz com que não seja mais difícil de conduzir do que um veículo convencional com transmissão automática. Mas quem pretenda pode também intervir manualmente e regular a interligação do híbrido com a ajuda de cinco modos de funcionamento e três modos de transmissão. A seleção de um modo de transmissão específico permite ao condutor definir determinadas funções que influenciam a experiência de condução.
 
Estão disponíveis os seguintes modos de transmissão:
  • I Individual: definição individual das características do modo de transmissão, incluindo:
  • Sistema de motorização;
  • Chassis e suspensão;
  • Direção;
  • ECO Assist;
  • Controlo de climatização.
 
  • S + Sport+: desempenho de aceleração máximo, mudanças de velocidade muito desportivas. O motor de combustão está sempre ativo, definições da suspensão e do amortecimento particularmente rígidas.
 
  • S Sport: desempenho de aceleração melhorada, mudanças de velocidade desportivas. O motor de combustão está sempre ativo, definições de suspensão e de amortecimento rígidas.
 
  • C Comfort: desempenho de aceleração e recuperação otimizados para conforto e consumo, motor elétrico/corte do motor possível até 130 km/h, definições padrão orientadas para o conforto.
 
  • E Economy: o desempenho da aceleração é otimizado em termos de consumo, a recuperação é minimizada a favor da distância de "sailing". O modo totalmente elétrico e o corte do motor são possíveis. Se a função de orientação do sistema de navegação estiver ligada e se o modo de funcionamento híbrido for selecionado, o sistema controla o estado de carga da bateria de alta tensão de acordo com o percurso, assegurando que o modo de funcionamento elétrico é utilizado ao máximo em áreas urbanas. O ECO Assist está também ativo.
 
O ECO Assist ativa uma função adicional utilizando a tecnologia de radar do sistema de aviso de proximidade. Se o sistema de radar identificar um veículo lento à frente, envia um impulso duplo através do "pedal do acelerador" para assinalar ao condutor que deve tirar o pé do acelerador. O veículo ajusta depois a desaceleração automaticamente utilizando o motor elétrico. Deste modo as travagens frequentes, particularmente no trânsito de pára-arranca, podem ser evitadas.
 

Escolha de quatro modos de funcionamento
Para além de selecionar um programa de transmissão, o condutor do C 350 PLUG-IN HYBRID também pode utilizar o modo de funcionamento para influenciar a regulação entre o modo elétrico e a utilização do motor de combustão na condução. Nos modos de transmissão Eco e Comfort, estão disponíveis os seguintes modos de funcionamento:
  • Hybrid: disponíveis todas as funções híbridas, tais como o modo de funcionamento elétrico, aceleração e recuperação, e são aplicadas de acordo com a situação de condução do modo mais eficiente em termos de combustível.
  • E-mode: utilizado para condução totalmente elétrica – por exemplo, em áreas urbanas ou porque a bateria tem carga suficiente para o resto da viagem.
  • E-save: o estado de carga da bateria é mantido – por exemplo, para permitir a condução totalmente elétrica em zonas ambientais numa fase posterior da viagem. A condução elétrica e a função de aceleração estão assim disponíveis apenas até um certo ponto.
  • Charge: permite que a bateria seja carregada durante a condução utilizando o motor de combustão – por exemplo, para assegurar um estado mais elevado da carga da bateria para partes posteriores da viagem. O motor de combustão permanece ligado e o consumo de combustível pode aumentar. O funcionamento elétrico não é possível.
 
Nos modos de transmissão S+ e S, o modo de funcionamento "híbrido" está ativado. No modo "Individual", a escolha dos modos de funcionamento disponíveis depende da definição do sistema de motorização.
 

Duas faces diferentes também para o PLUG-IN HYBRID
O C 350 PLUG-IN HYBRID é fornecido com a linha de equipamento exterior AVANTGARDE, que realça o seu caráter desportivo. Como alternativa e sem custos adicionais, tanto a versão Limousine como a versão Station também estão disponíveis com a linha de equipamento exterior EXCLUSIVE. Com a sua grelha do radiador clássica e a estrela de três pontas no capô.
 
Os designers da Mercedes-Benz estilizaram o interior até um nível raramente encontrado, mesmo em categorias superiores de veículos. Isto é evidente nos materiais cuidadosamente escolhidos e no seu toque e sensação agradáveis, bem como na precisão dos detalhes finamente trabalhados. Localizado imediatamente acima da consola central encontra-se uma unidade de visualização central autónoma. Todas as funções da unidade superior podem ser controladas intuitivamente a partir de um teclado tátil utilizando movimentos simples dos dedos. Também disponível: um visor à altura da cabeça que apresenta informação importante no para-brisas, diretamente no campo de visão do condutor.
 
 
Conhecimento extenso no campo dos veículos híbridos e elétricos 
Em 1982, em simultâneo com o lançamento do Mercedes-Benz 190, o antecessor do Classe C, a Mercedes-Benz apresentou também o primeiro veículo com conceito de motorização híbrida – um motor com dois cilindros que servia para carregar a bateria. Seguiram-se outros veículos experimentais até que, em 2009, a Mercedes-Benz apresentou a primeira motorização híbrida com especificações de série e bateria de iões de lítio: durante muito tempo este S 400 HYBRID foi o modelo limousine de luxo a gasolina mais eficiente em termos de combustível e o híbrido com maior êxito no seu segmento.
 
A transmissão híbrida de segunda geração evoluiu com base na transmissão automática 7G-TRONIC PLUS. Estreou-se em 2012 no E 300 BlueTEC HYBRID, o primeiro híbrido Diesel no segmento premium a nível mundial. Combinando a eficiência de um motor Diesel com as vantagens da motorização híbrida, a Mercedes-Benz definiu outro marco no desenvolvimento do automóvel e avançou para zonas de consumo da ordem dos 4 litros de gasóleo aos 100 km no segmento de limousines de luxo.
 
Depois do E 300 BlueTEC HYBRID, S 400 HYBRID, S 300 BlueTEC HYBRID, C 300 BlueTEC HYBRID e S 500 PLUG-IN HYBRID, o C 350 PLUG-IN HYBRID é o mais recente modelo híbrido da Mercedes Benz. Nos próximos anos, o realce principal assentará nos híbridos recarregáveis. A empresa é também um dos leaders no campo da mobilidade puramente elétrica.
Gama em crescente: todos os veículos híbridos e elétricos atuais da Mercedes-Benz Cars:
    2012: smart electric drive
    2012: E 300 BlueTEC HYBRID
    2013: SLS AMG Coupé Electric Drive
    2013: S 400 HYBRID
    2013: S 300 BlueTEC HYBRID
    2014: C 300 BlueTEC Hybrid       
    2014: B-Class Electric Drive
    2014: S 500 PLUG-IN HYBRID
    2015: C 350 PLUG-IN HYBRID



 

Tags:

Sobre nós

Site oficial da Mercedes-Benz em Portugal.

Subscrever

Media

Media