NGC mostra as mais selvagens e perigosas tribos do mundo

No que diz respeito à densa selva amazónica ou ao implacável sol do deserto Kalahari, não é a alta tecnologia, mas os conhecimentos antigos que podem traçar a diferença entre a vida e a morte. Ler através da relva… ecoar uma subtil chamada animal – estas são habilidades de sobrevivência tribais que foram aperfeiçoadas ao longo de séculos. Em lugares onde a sobrevivência depende da ligação com uma majestosa águia dourada ou interpretar os movimentos das águas, está na altura de deixar para trás a vida doméstica para ‘Sobreviver na Tribo’.

Com estreia marcada para dia 28 de agosto, às 21h20, no NGC, ‘Sobreviver na Tribo’ segue o guia selvagem e instrutor de sobrevivência, Hazen Audel, à medida que ele começa uma jornada pelos lugares mais inóspitos do mundo, tenta aprender técnicas de sobrevivência que mantiveram nativos tribais vivos durante centenas de anos e contra todas as probabilidades. Ele tem dez dias para estudar os seus rituais antes de enfrentar os mais perigosos e duros desafios tribais que o vão levar a atingir o seu limite. Hazen terá de confiar no instinto natural e na sabedoria dos antigos – e conseguir chegar ao ponto de beber sangue – para conseguir sobreviver.

Pelo caminho, Hazen experimenta e comprova, em primeira mão, a incrível perseverança e magnífica força moral que aparecem quando se começa a viver intensamente. Em ‘Sobreviver na Tribo’, Hazel terá de construir abrigos, inventar armas e forjar metal usando a aprendizagem que obteve por parte dos membros de uma tribo, antes de se juntar às tradicionais caças que têm sido parte integrante das tribos há várias gerações.

No deserto Kalahari, Hazen junta-se a um grupo de elite de San Bushmen, que transformam a caça numa competição através de flechas e arcos envenenados. Nas temperaturas negativas da Mongólia, Hazen tem apenas alguns dias para construir uma ligação com uma majestosa águia dourada, antes de enfrentar duras montanhas à procura de uma presa para o seu novo clã, Kazakh. E, no ártico do Canadá, Hazen terá de procurar comida por debaixo do mais instável gelo.


Sinopses dos primeiros episódios:

‘SOBREVIVER NA TRIBO: SENHORES DA FLORESTA TROPICAL’
O explorador Hazen Audel aprende as técnicas de sobrevivência dos Huaorani na Amazónia Equatorial. Como aprendiz desta tribo das florestas tropicais, Hazen tem de dominar as bases da caça e da recoleção, juntamente com os instintos de sobrevivência que lhe permitirão sobreviver na floresta densa. Só depois disso é que poderá participar na grande caçada da tribo, tanto no chão da floresta como no topo das árvores. Munido de lanças e zarabatanas, os Huaorani levam Hazen na caçada da sua vida, enquanto perseguem macacos e pecaris selvagens, para alimentar as suas famílias.
 
‘SOBREVIVER NA TRIBO: BLOOD WARRIORS’
Hazel junta-se à tribo Samburu e aprende lições valiosas sobre como viver no limite. Na árida montanha e deserto do Quénia, os Samburu partilham o espaço com alguns dos mais perigosos predadores do mundo e, muitas vezes, têm de contar com uma dieta à base de leite, carne – e sangue – como comida. Tirar sangue a uma vaca requer paciência, uma mão firme e muita pontaria e, a primeira tentativa de Hazel acaba por falhar. Ele terá de aprender isto rápido isto porque o sangue é a sua principal comida para toda a jornada. Numa cultura que valoriza a coragem estóica, o próximo desafio de Hazel é aguentar dolorosas mordidas de formigas e recolher mel das abelhas voláteis. Antes de se aventurar em outros desafios da tribo, Hazen terá de construir o seu próprio abrigo. Levando 70 vacas para as pastagens de distantes montanhas por entre território de leopardos, não será tarefa fácil. Mas Hazel está à altura do desafio.
 
‘SOBREVIVER NA TRIBO: EAGLE ASSASSINS’
Nas altas e afiadas montanhas Altai na Mongólia, Hazen rapidamente aprende que o grande aliado de um caçador Kazakh é outro feroz predador: a águia dourada. Para os Kazakh, que criaram as águias desde tenra idade e lançaram pássaros já maduros de volta ao mundo selvagem, a caça das águias significa, sobrevivência. Estes pássaros conseguem matar lobos e raposas – comida vital para os Kazakhs que também usam o pêlo destes animais como uma ferramenta essencial para ultrapassar os duros e gélidos invernos da Mongólia. Hazen terá dez dias para criar uma relação com um espectacular pássaro, o que quer dizer que terá de cuspir para dentro do bico da ave para ganhar a sua confiança. Antes de ir na sua primeira caçada, Hazen vai precisar de dominar um cavalo semi-domesticado pelos íngremes caminhos das montanhas… ao mesmo tempo que equilibra uma massiva águia no seu braço em temperaturas negativas. Este acaba por se tornar num dos seus desafios mais difíceis ao perder a oportunidade de capturar uma importante presa. Será que ele consegue aperfeiçoar as suas capacidades ou irá a tribo de mãos vazias para casa?
 

ESTREIA de ‘SOBREVIVER NA TRIBO’: Quinta-feira, dia 28 de agosto, às 21h20
Emissão: Quintas-feiras, às 21h20

Tags:

Sobre nós

Canal televisivo do grupo Fox International.

Subscrever

Media

Media