“Aliança para a Juventude” já formou e contratou 50 000 jovens europeus

  • “Aliança para a Juventude” disponibilizou no período de um ano 50 000 oportunidades de emprego e formação
  • Empresas apostam no ensino dual como forma de combater o desemprego jovem na Europa
 
Lisboa, 02 de junho de 2015 – Num só ano, as empresas que integram a iniciativa “Aliança para a Juventude” proporcionaram formação e emprego a 50 000 jovens europeus, o equivalente a metade das 100 000 oportunidades que, no ano passado, se comprometeram a criar num período de 3 anos.
 
Impulsionada pela iniciativa privada, a “Aliança para a Juventude” visa a promoção do emprego jovem na Europa. Lançada em 2014 pela Nestlé, conta agora com a adesão de cerca de 200 empresas.
 
No âmbito da “Aliança para a Juventude”, estas empresas têm estado também fortemente envolvidas no desenvolvimento de iniciativas de apoio a jovens licenciados no sentido de os preparar para o mercado de trabalho. São mais 5 400 atividades, intituladas ‘readiness for work’, que incluem desde CV clínics , feiras de emprego a preparação para entrevistas, entre outras.
 
“Após um ano de atividade, podemos afirmar que a “Aliança para a Juventude” criou uma nova dinâmica”, explica Luis Cantarell, Vice-Presidente Executivo da Nestlé, reforçando que “Mais de 60% dos parceiros já melhoraram as suas práticas de recrutamento e empregabilidade jovem desde que iniciaram o seu envolvimento neste projeto.”
 
Formação e estágios conduzem a bons empregos
De acordo com um levantamento feito pela Nielsen em 22 países europeus a 635 gestores de negócios e de recursos humanos de 70 empresas que integram a “Aliança para a Juventude”, 66% dos inquiridos afirma que a formação e os estágios conduzem mais facilmente a empregos permanentes. Muitos países, especialmente no sul da europa, ainda não estão preparados para esta forma de ensino dual, um misto entre educação formal e treino on-the-job” .
 
“O ensino dual permite que os jovens ganhem experiência e confiança antes de entrar no mercado de trabalho”, afirma Chirstoph Cambournac, Presidente Europeu da Nielsen, membro da “Aliança para a Juventude”. “Além de que ajuda a alimentar o pipeline de talentos das empresas, fazendo corresponder as competências com as funções existentes no mercado. Isto é muito importante uma vez que a sociedade está a mudar de uma forma muito mais acelerada do que a adaptação dos currículos escolares. Há muitas funções que existirão daqui a dez anos, com as quais nós hoje ainda não sonhamos.”
 
Empresas apostam no ensino dual como forma de combater o desemprego jovem na Europa
Quando se iniciaram os programas de ensino dual, os parceiros da “Aliança para a Juventude” experienciaram o importante papel que os governos podem e devem ter para otimizar a colaboração entre empresas, escolas e universidades. O papel dos governos na promoção destas parcerias em vários setores, e por toda a Europa, é determinante.
 
O apelo foi feito no debate do parlamento europeu, que envolveu a Comissária Europeia para o Emprego, Marianne Thyssen, diversos membros do parlamento europeu, organizações de jovens, bem como representantes jovens e seniores das empresas parceiras da “Aliança para a Juventude”.
 
Durante o debate, Marianne Thyssen afirmou: “A rápida implementação, em cooperação com as empresas, de uma Garantia Jovem é crucial para facilitar a transição da escola para o trabalho e integrá-los no mercado de trabalho. Os Estados Membros têm de aproveitar esta oportunidade e o apoio financeiro que a União Europeia disponibiliza: na semana passada a Comissão transferiu quase mil milhões para os Estados Membros dedicados a ajudar cerca de 650 000 jovens a encontrar emprego, estágios ou mesmo a continuar a estudar.”
 
As parceiras da “Aliança para a Juventude” criaram recentemente novos formatos de ensino dual na europa, em colaboração com universidades e escolas, mas deparam-se frequentemente com barreiras burocráticas. 26% das empresas acredita que o fardo administrativo é uma barreira à criação de novos formatos de emprego jovem. Um exemplo são os longos processos de autorização dos governos para mudar os currículos no setor da educação.
 
TAGS - #ALLiance4YOUth, jovem, emprego, aprendizagem dual, garantia jovem
 
Sobre a “Aliança para a Juventude”
As empresas da “Aliança para a Juventude” comprometeram-se, em 2014, a criar diversas iniciativas conjuntas ou individuais para proporcionar verdadeiras experiências de emprego e estágios aos mais jovens, gerando mais de 100 000 oportunidades de formação e oportunidades de trabalho. As parceiras da iniciativa também se encontram a mobilizar os colaboradores para junto da comunidade, apoiarem os jovens a prepararem-se para o mercado de trabalho, através de realização de CV clinics, ações de preparação para entrevistas, entre outras.
 
Os parceiros da “Aliança para a Juventude” são membros ativos da European Commission’s European Alliance for Apprenticeships, promovendo momentos de formação, desempenhando o papel de embaixadores ativos de formação vocacional na Europa.
 
As empresas fundadoras incluem a Adecco, AXA, Cargill, CHEP e DS Smith, EY, Facebook, Firmenich, Googl, Nestlé, Nielsen, Publicis Groupe, Salesforce, Twitter e White & Case. Até à data, perto de 200 empresas em toda a Europa já se juntaram à “Aliança para a Juventude”.
 
Link: http://www.nestle.com/media/newsandfeatures/alliance-youth-employment-european-challenge\
 
Sobre a Garantia Jovem
Lançada em 2013 pela Comissão Europeia, a Garantia Jovem é um compromisso com todos os jovens com menos de 25 anos para que tenham oferta de emprego ou formação de qualidade dentro dos primeiros quatro meses após o término da sua formação. Foi disponibilizado um total de 3.2 mil milhões de euros de fundos comunitários para ajudar este compromisso. No entanto, a sua implementação pelas autoridades nacionais permanecem abaixo das expectativas.
 
Embora a economia esteja a crescer lentamente, o desemprego jovem continua a ser um tema problemático na Europa, com 4.8 milhões (20.9%) de desempregados com menos de 25 de anos (dados de março de 2015). As maiores percentagens de desemprego jovem estão em Itália, Croácia e, especialmente, em Espanha e na Grécia, onde metade dos jovens estão a procurar emprego.
 
Anexos
Infographic Achievements Alliance for YOUth
Infographic “Alliance for YOUth” survey conclusions
 
Agenda debate Juventude
http://www.eu40.eu/alliance-for-youth-the-parliament/
 
Flickr
Launch of the "Alliance for YOUth" (June 2014): https://www.flickr.com/photos/nestle/sets/72157645324875441/
Launch of the "Alliance for YOUth" across Europe (Sept 2014): https://www.flickr.com/photos/nestle/sets/72157647721645396/
“Alliance for YOUth” events at European Parliament (May/June 2015): https://www.flickr.com/photos/133170200@N02/albums
 
Boas Práticas
"Alliance for YOUth" best practices: http://www.eu40.eu/alliance-for-youth-best-practices/
 
YouTube
https://www.youtube.com/channel/UCT2oqTwW05T84i_NqNrs99A
 
Twitter
@NestleEU - #ALLiance4YOUth
 

Tags:

Sobre nós

Companhia Mundial de Alimentação, Nutrição, Saúde e Bem-Estar.

Subscrever