FAMALICÃO VAI RECEBER PRIMEIRA PEÇA ARTÍSTICA COMUNITÁRIA A INTEGRAR UMA EXPOSIÇÃO ITINERANTE DE SERRALVES

 

Vila Nova de Famalicão, 8 de fevereiro de 2019 - A Casa do Território, no Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão, vai receber a primeira peça de arte comunitária a integrar uma exposição itinerante da Fundação de Serralves.

A participação na produção da peça artística, que futuramente será integrada na exposição 'A minha casa é a tua casa: imagens do doméstico e do urbano na coleção de Serralves', será gratuita e aberta à comunidade, esperando-se a adesão de mais de 200 pessoas das mais diversas faixas etárias, num projeto a desenvolver ao longo de duas sessões de trabalho - a primeira a realizar já este domingo, da parte da tarde, e a segunda agendada para 14 de abril.

"Dentro do contexto do que é uma casa, que cumpre a função de albergar e proteger, e da ideia de ter uma comunidade a trabalhar em conjunto na construção de uma sociedade, a peça a produzir vai partir do conceito da Torre de Babel", revela Joana Brito, diretora do Centro Artístico - A Casa Ao Lado, responsável pela orientação artística do projeto.

A mesma responsável adianta que se tratará de "uma intervenção artística social em que cada participante vai decorar um tijolo maciço com padrões de cor, de forma a que todo o conjunto de tijolos crie a forma de uma Torre de Babel em crescimento".

Depois de produzida, esta peça artística será formalmente inaugurada a 1 de maio, no Parque da Devesa, sendo a única peça desta exposição itinerante de Serralves, que termina a 2 de junho de 2019, a permanecer no local.

À exceção da peça comunitária 'Torre de Babel', todas as obras expostas, num total de 12, são de autor, destacando-se os nomes de artistas consagrados como José Pedro Croft, Pedro Cabrita Reis, Gil Heitor Cortesão, Ângela Ferreira, Luís Palma, entre outros.

Os artistas e as obras da Coleção do Museu de Arte Contemporânea de Serralves presentes nesta exposição colocam o doméstico e o quotidiano no centro das suas preocupações, propondo diferentes interpretações daquilo que se entende por casa.

Recorde-se que esta exposição está patente na Casa do Território desde o dia 1 de outubro do último ano, como resultado de uma parceria estabelecida entre a Fundação de Serralves e o Município de Vila Nova de Famalicão e mediante a qual o município aderiu ao Conselho de Fundadores da Fundação, sendo que o projeto para a construção de uma instalação artística comunitária a integrar nesta exposição itinerante de Serralves surgiu no seguimento de uma parceria que a autarquia local mantém com o Centro Artístico - A Casa do Lado.

 

     DOWNLOAD DO PRESS-RELEASE EM FORMATO EDITÁVEL (WORD): em anexo;

     DOWNLOAD DE FOTOGRAFIA - CASA DO TERRITÓRIO | CRÉDITOS: DIANA CORREIA/CMVNF: em anexo

 

  Press Contacts:

 

   Francisco Quintas Serrano

   News@Work - Consultoria de Comunicação

 

 

   M. 351 916 669 291

   E. fqs@newsatwork.pt

 

 

 

 

 

 

 

Notas para o Editor:

SOBRE O CENTRO ARTÍSTICO - A CASA AO LADO:

Situado no centro de Vila Nova de Famalicão, o Centro Artístico A CASA AO LADO procura o envolvimento em projetos que, partindo de uma educação/formação artística de base, permitam assegurar o cunho artístico interventivo nas comunidades, consagrando a sua marca e primando pela autenticidade.

A CASA AO LADO desenvolve as suas valências de ensino, experimentação e intervenção numa ação intergeracional promotora do conhecimento e sensibilização artística articulada à responsabilidade social, focando diferentes temáticas e disciplinas das artes plásticas e visuais.

Para tal, trabalha com formadores de áreas específicas, como o desenho, pintura, joalharia, cinema de animação, decoração de interiores, conservação e restauro, fotografia, ilustração, realização de cinema, vídeo, multimédia, entre outros.

Tags:

Sobre nós

Consultora de comunicação especializada.

Subscrever

Media

Media