AS FAMÍLIAS EUROPEIAS DECLARAM TER UM SENTIMENTO ELECTRIZANTE EM RELAÇÃO AO NISSAN LEAF

 

  • Um estudo especialista revela que as famílias europeias estão a deixar de lado o gasóleo a favor da electricidade
  • Um inquérito realizado a condutores europeus conclui que uma família média percorre junta apenas 3.870 km por ano
  • Os proprietários de veículos eléctricos percorrem distâncias 40 por cento mais longas do que os condutores de automóveis com motor a gasolina ou a gasóleo
 

Existe um sentimento electrizante nas famílias europeias à medida que optam por deixar de lado os seus automóveis a gasolina ou a gasóleo a favor do totalmente eléctrico Nissan LEAF. Uma pesquisa independente levada a cabo pelos especialistas em antropologia da Stripe Partners revela que as famílias estão a favorecer cada vez mais os seus veículos eléctricos sobre as alternativas de combustão tradicionais.

Sendo o primeiro estudo detalhado deste género sobre o mundo motorizado das famílias, revela nas suas conclusões que os veículos totalmente eléctricos como o Nissan LEAF já não são vistos como o "segundo automóvel", tornando-se rapidamente no principal veículo da família.

Shanaya Shah de Borehamwood, em Hertfordshire, Reino Unido, disse: "Comprámos o Nissan LEAF como segundo automóvel, mas devido aos baixos custos de manutenção e à sua impressionante autonomia, o LEAF destacou-se e tornou-se no principal automóvel da família".  

Como parte deste estudo mais abrangente, a Nissan descobriu que a família média Europeia* passa 230 horas junta no seu automóvel ao longo de um ano, passando o equivalente a 13.800 minutos [i] (230 horas ou 9,5 dias) juntos no automóvel.

E com muitas destas viagens a serem percorridas sobre distâncias muito curtas, não deverá surpreender que as famílias inquiridas estejam impactadas pelos benefícios de possuir um automóvel eléctrico. Uma família média viaja pouco menos de 75 km por semana, ou apenas 3.870 km por ano em conjunto para fins familiares [ii].

O estudo antropológico que se focou em famílias do Reino Unido e da Noruega**, foi concebido para avaliar as capacidades reais dos veículos eléctricos dentro das necessidades e das dinâmicas do lar europeu médio.

Dag Eliason, pai de duas crianças em Harestua, Noruega, explicou que apesar de utilizarem dois automóveis, o seu Nissan LEAF percorreu 30.000 km no ano passado, enquanto o seu outro automóvel, um veículo a gasolina, percorreu apenas 5.000 km.

Estas informações surgem depois de a Nissan ter revelado um outro que concluiu que os proprietários europeus do totalmente eléctrico Nissan LEAF percorrem 40 por cento mais quilómetros por ano (16.588 km) do que a média europeia para um automóvel alimentado por combustão interna (11.539 km ±).

Comentando esta pesquisa antropológica, Jean-Pierre Diernaz, Diretor de Veículos Eléctricos da Nissan na Europa, disse: "Estas descobertas terminam com o mito de que o Nissan LEAF apenas serve como um "segundo automóvel" na maior parte dos lares. Para além disso, o estudo comprova a nossa crença de há muito tempo de que a posse de um Veículo Eléctrico é a escolha inteligente para as famílias que procuram baixos custos de funcionamento e utilidade". E acrescentou "Estas conclusões vêm complementar os nossos próprios estudos, que revelam que 85% dos proprietários de um Nissan LEAF compraria novamente um Veículo Eléctrico e 97% recomendariam o Nissan LEAF a amigos e família".

O Nissan LEAF é o veículo eléctrico mais vendido do mundo com mais 165.000 vendas desde o seu lançamento em 2010 e uma quota de 25% do mercado europeu de Veículos Eléctricos. Até à data, os proprietários do Nissan LEAF percorreram mais de mil milhões de quilómetros totalmente eléctricos.

Tags:

Subscrever

Media

Media