NISSAN ANUNCIA FORTE CRESCIMENTO DOS INDICADORES FINANCEIROS DURANTE O 1º SEMESTRE DO EXERCÍCIO

 

  • A Nissan registou no primeiro semestre 1.89 mil milhões de euros de lucros operacionais, o que representa um crescimento de 18% face ao ano anterior
  • Os resultados financeiros são sustentados por um aumento de 5,8 % nas vendas face ao ano anterior, 2,58 milhões de veículos nestes primeiros seis meses.
 

A Nissan Motor Co., Ltd. anunciou os resultados financeiros para o primeiro semestre do seu ano fiscal (de 1 de Abril a 30 de Setembro de 2014).

Apesar das condições económicas voláteis em diversos mercados, a Nissan beneficiou de uma forte procura dos seus novos produtos, do crescimento relevante do mercado Norte-Americano e de um impacto favorável das taxas de câmbio do iene para o dólar americano.

Os lucros operacionais aumentaram em 261,9 mil milhões de ienes (2,54 mil milhões de dólares, 1,89 mil milhões de euros) durante a primeira metade do ano fiscal de 2014, o que representa uma margem de 5,1 % das receitas líquidas, que cresceram em 8,2 % para 5,14 biliões de ienes (49,95 mil milhões de dólares /37,04 mil milhões de euros) nesse período.

"A Nissan superou com sucesso as difíceis condições de mercado na primeira metade do seu ano fiscal, registando receitas e rentabilidade sólidas ancoradas numa encorajadora procura pelos nossos modelos mais recentes", afirmou Carlos Ghosn, Presidente e CEO da Nissan Motor Co. Ltd.

"A Nissan está no bom caminho para alcançar a meta de receitas líquidas estabelecida para a totalidade do ano, beneficiando da nossa forte e contínua ofensiva de produtos, disciplina financeira e da nossa estratégia de sinergias no seio da Aliança".

Com base numa análise pró-forma que consolida os resultados financeiros das operações da  joint-venture  da Nissan na China, a receita líquida na primeira metade do ano fiscal de 2014 aumentou para 5,64 biliões de ienes, um aumento de 8,2 % em comparação com o ano anterior. O lucro operacional aumentou 25,7 %, em comparação com o mesmo período no ano anterior, para 332,6 mil milhões de ienes, o que resultou numa margem de lucro operacional de 5,9 %.

Esta melhoria reflecte um forte crescimento da unidade de vendas da América do Norte e dos sinais de estabilização do mercado na Europa Ocidental, que contrabalançaram a procura mais reduzida no Japão e a volatilidade que se tem vindo a manter na Rússia e noutras economias emergentes. A crescente procura de produtos de sucesso, incluindo os construídos sobre a nova plataforma modular CMF (Commom Module Family - Família de Módulo Comum), como sejam os novos Qashqai, Rogue e X-Trail, contribuíram decisivamente para os resultados positivos.

Durante a primeira metade do ano fiscal de 2014 a Nissan vendeu 2,58 milhões de veículos a nível global, um aumento de 5,8 % comparativamente ao ano anterior.

Durante este período a Nissan também expandiu a sua liderança nas Zero Emissões. As vendas totais desde o lançamento do totalmente eléctrico Nissan LEAF ultrapassaram as 142.000 unidades e permanece o VE mais vendido da história. A Nissan expandiu ainda a sua presença de emissões zero no segmento dos veículos comerciais ligeiros com o lançamento em Junho do e-NV200, que oferece uma versatilidade e custos de funcionamento líderes da classe.

Tags:

Subscrever