NISSAN DIVULGA RESULTADOS FINANCEIROS DO TERCEIRO TRIMESTRE DO ANO FISCAL DE 2012

A Nissan Motor Co., Ltd., anunciou os resultados financeiros relativos ao terceiro trimestre do ano fiscal de 2013, que terminará em 31 de Março de 2013, assim como as previsões para os primeiros 9 meses.No terceiro trimestre (Outubro a Dezembro de 2012), a Nissan alcançou uma receita líquida consolidada de 54,1 mil milhões de ienes (670 mil milhões de dólares, 510 mil milhões de euros), um decréscimo de 34,6% em comparação com o mesmo período de 2011. A receita líquida no terceiro trimestre foi de 2,2084 biliões de ienes (27,23 mil milhões de dólares, 21,01 mil milhões de euros), um decréscimo de 5,3% em comparação com o mesmo período de 2011. A Nissan registou no período um lucro operacional de 62,1 mil milhões de ienes (770 mil milhões de dólares, 590 mil milhões de euros), um decréscimo de 47,4% em comparação com o mesmo período do FY2011, e uma margem de lucro operacional de 2,8%. O lucro ordinário atingiu 89 mil milhões de ienes (1,10 mil milhões de dólares, 850 mil milhões de euros).A Nissan vendeu 1.159 mil milhões de veículos em todo o mundo no trimestre Outubro-Dezembro, uma queda de 3,8% em comparação com o período homólogo do ano anterior.“O desempenho da Nissan no terceiro trimestre não correspondeu às nossas expectativas. Este resultado deve-se principalmente à deterioração das condições do mercado na Europa para todo o sector automóvel, na China para os fabricantes Japoneses e nos Estados Unidos para a Nissan”, declarou o Presidente e CEO da Nissan, Carlos Ghosn. “Já tomámos medidas para aumentar as nossas vendas e crescer no âmbito do plano de negócios Nissan Power 88. Olhando para o futuro, iremos ter importantes lançamentos de veículos. Prevemos a correcção do iene. Fizemos mudanças na organização com o intuito de ajudar a estimular o nosso desempenho empresarial. E continuamos confiantes que vamos cumprir a nossa perspectiva para o ano fiscal completo”.Para os nove meses do seu ano fiscal, 01 de Abril a 31 de Dezembro de 2012, a Nissan apresentou uma receita líquida consolidada de 6,7552 mil milhões de ienes (84,44 mil milhões de dólares, 66,23 mil milhões de euros) e um lucro operacional de 349,2 mil milhões de ienes (4,37 mil milhões de dólares, 3,42 mil milhões de euros), o que equivale a uma margem de lucro operacional de 5,2%. O lucro operacional foi de 364,6 mil milhões de ienes (4,56 mil milhões de dólares, 3,57 mil milhões de euros), enquanto o lucro líquido foi de 232,4 mil milhões de ienes (2,91 mil milhões de dólares, 2,28 mil milhões de euros).Durante o período de Abril a Dezembro de 2012, a Nissan aumentou as vendas em 6,0% em comparação ao ano anterior, atingindo 3,635 milhões de unidades vendidas.A previsão da Nissan para o ano fiscal, que termina no dia 31 de Março de 2013, mantém-se inalterada. Apesar do ambiente continuar altamente desafiante, as positivas contribuições da correcção do iene e uma gestão disciplinada de custos na empresa, irá permitir renovar o objectivo de atingir um lucro operacional robusto. A Nissan prevê para o ano fiscal um lucro operacional de 575 mil milhões de ienes (7,21 mil milhões de dólares, 5,65 mil milhões de euros) e um lucro líquido de 320 mil milhões de ienes (4,02 mil milhões de dólares, 3,14 mil milhões de euros).Nota 1: para os resultados financeiros do terceiro trimestre, os montantes em dólares e euros foram convertidos para conveniência do leitor à taxa de câmbio de 81,1 iene/dólar e 105,1 iene/euro, as taxas médias para os primeiros três meses de Outubro a Dezembro de 2012, para o ano fiscal que termina a 31 de Março de 2013.Nota 2: para os resultados acumulados do terceiro trimestre, os montantes em dólares e euros foram convertidos para conveniência do leitor à taxa de câmbio de 80,0 iene/dólar e 102,0 iene/euro, as taxas médias para os nove meses de Abril a Dezembro de 2012.Nota 3: as previsões financeiras para o ano fiscal 2012 (1 de Abril de 2011 a 31 de Março de 2013), foram revistos em 6 de Novembro de 2012. As previsões foram convertidas para conveniência do leitor à taxa de câmbio de 79,7 iene/dólar e 101,8 iene/euro, as taxas médias revistas para o ano fiscal de 2012.O que faz com que a Nissan se destaque?Acreditamos que tudo aquilo que fazemos deve impulsionar a inovação e o entusiasmo para todos: apresentamos por isso soluções inovadoras que proporcionam benefícios inteligentes aos nossos clientes e tentamos sempre surpreender e entusiasmar tantas pessoas quanto seja possível.Inventámos o crossover com o Nissan Qashqai e acrescentámos entusiasmo aos pequenos automóveis com o Nissan Juke. Utilizamos ideias inovadoras que disponibilizam já hoje as tecnologias do futuro, sendo disso exemplo o Nissan LEAF, o primeiro veículo puramente eléctrico, comercializado em massa, economicamente acessível e vencedor de diversos galardões internacionais. Quando pensamos em desempenho, vemos a oportunidade de chegar a um público mais amplo – tornando o desempenho verdadeiramente acessível – e de desafiar as convenções. É por isso que para lá de criar o super automóvel acessível Nissan GT-R também desenvolvemos o Nissan DeltaWing, que apresenta uma abordagem revolucionária às corridas de resistência, estabelecendo novos padrões em termos de desportos motorizados.A Nissan beneficia de uma das presenças na Europa mais abrangentes de todos os fabricantes de raiz não europeia, empregando mais de 14.500 funcionários distribuídos pelas operações locais de design, pesquisa e desenvolvimento, fabrico, logística, vendas e marketing. No ano passado, as instalações da Nissan no Reino Unido, Espanha e Rússia produziram 677.000 veículos e disponibilizamos aos nossos clientes na Europa 24 gamas de produtos diversos e inovadores.Tudo isto reforça a ambição clara da Nissan em tornar-se na marca asiática número um neste continente.Para mais informações, contactar: António Pereira Joaquim Communication Manager Nissan Iberia SA – Portugal pereira-joaquim.antonio@nissan.pt 351 962 062 633

Tags:

Subscrever