O QASHQAI DOIS MILHÕES PRODUZIDO NA EUROPA

 

  • O automóvel mais rápido a alcançar dois milhões de unidades de produção na história da fabricação britânica
  • A produção global do Qashqai ultrapassa agora os 2,5 milhões de unidades
  • Projectado, desenvolvido e fabricado na Europa para exportação para todo o mundo
  • Um Qashqai sai da linha de produção a cada minuto
 

O Nissan Qashqai volta a fazer história no panorama da indústria automóvel britânica ao assinalar a produção na fábrica da Nissan em Sunderland, Reino Unido, de dois milhões de unidades num tempo recorde.

 

Menos de oito anos depois de Nissan "fundar" o segmento dos crossover, o Qashqai atingiu este importante marco de produção mais rapidamente do que qualquer outro modelo na história da indústria automóvel no Reino Unido.

Desenhado e construído na Europa e para a Europa, o novo Qashqai foi concebido por especialistas da Nissan no Nissan Design Europe (Londres) e no Centro Técnico da Nissan Europa (Cranfield e Barcelona), suportados pelos designers e engenheiros da Nissan em Atsugi, no Japão.

O Qashqai não é estranho aos prémios e recordes, já que o modelo original contabilizou inúmeros galardões e elogios da indústria ao longo dos últimos sete anos. Este último marco coroa um ano notável para o novo Qashqai, que desde o lançamento da nova geração recolheu uma série de títulos, incluindo o de Carro do Ano da inglesa What Car?.

Paul Willcox,  chairman  da Nissan na Europa, afirmou que "O Nissan Qashqai reforça-se a cada dia como o crossover original e mais vendido na Europa. Disponível a nível mundial e atingindo agora dois milhões de unidades de produção, é realmente uma história de sucesso global para um projecto de concepção, engenharia e fabricação europeias".

"Agora estou ansioso para ver o quão rápido podemos chegar aos três milhões de unidades com este modelo notável, que encarna a promessa da Nissan de proporcionar inovação e entusiasmo aos nossos clientes".

A Nissan investiu cerca de 685 milhões de euros no design, desenvolvimento e produção do Qashqai no Reino Unido, que criou um novo segmento após o seu lançamento em Dezembro de 2006, apoia mais de onze mil postos de trabalho na indústria automóvel no Reino Unido e 85% (1.706.633) dos dois milhões de Qashqai feitas em Sunderland foram exportados para 132 mercados internacionais.

O Qashqai número dois milhões a sair da linha de produção foi um N-TEC de cor vermelha e foi comprado por um cliente do Reino Unido. Esta versão inclui tecnologias Nissan inovadoras, como sejam o Escudo de Protecção que inclui o Sistema Frontal de Travagem de Emergência, Reconhecimento de Sinais de Trânsito, Alerta de Mudança de faixa e faróis totalmente automáticos.

O Qashqai é produzido em simultâneo com o totalmente eléctrico LEAF na Linha 1 da fábrica da Nissan em Sunderland e desde 2010 a produção é feita 24 horas por dia, 7 dias por semana em três turnos, a fim de atender à procura crescente dos clientes, com um Qashqai a sair da linha de produção a cada minuto!

Com o virar desta página o Qashqai aproxima-se também do Micra como o produto de maior volume na história da fábrica Nissan de Sunderland: 2.368.704 Micra foram produzidos aqui ao longo de um período de 18 anos, de 1992 a 2010.

Parte da forte ofensiva de novos produtos para o mercado europeu da Nissan, o Qashqai é um dos produtos da renovada gama da Nissan line-up onde pontua uma série de novos e entusiasmantes produtos, incluindo o Pulsar, a e-NV200, o Juke, o Note e o LEAF.

Paul Willcox comentou: "O Qashqai é um dos 12 novos modelos que lançámos nos últimos 12 meses na Europa e que permite à Nissan ter actualmente a gama de produtos mais forte e coesa na nossa história, e que será a base para o nosso objectivo de nos tornarmos na marca asiática número um na Europa até 2016".

A produção total global do Qashqai, incluindo a primeira geração também produzida pela Nissan na China e no Japão, alcança assim os 2,5 milhões. A partir de 2015 o novo Qashqai também será produzido na fábrica da Nissan em São Petersburgo para o mercado interno russo.

Tags:

Subscrever