NOS assinala um mês enquanto prestador do serviço universal em Portugal

A NOS é o operador de referência em Portugal, assegurando há um mês a prestação do Serviço Universal de Telecomunicações, através do qual se compromete a disponibilizar os serviços essenciais de comunicação a todos os portugueses, em qualquer ponto do país.

A NOS inaugurou hoje, em Chãs de Tavares, concelho de Mangualde, Viseu, a Sala Multimédia, assinalando simbolicamente o primeiro mês enquanto prestador do Serviço Universal de Telecomunicações. O evento contou com a presença do CEO da NOS, Miguel Almeida e do Secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Silva Monteiro.
Para o CEO da NOS, a prestação deste serviço, regulado pela Anacom, constitui um marco crucial na história da empresa que assume a portugalidade como um dos seus grandes valores.
“Ao assegurarmos a prestação do Serviço Universal, assumimo-nos como o operador de comunicações de referência de todos os portugueses, independentemente da sua localização geográfica, em todo o território nacional”, afirmou Miguel Almeida.
“Ao garantir a cobertura de todo o território nacional, a NOS está a contribuir para o combate à infoexclusão, envolvendo as comunidades distantes dos centros urbanos. O Serviço Universal é verdadeiramente um serviço público que muito nos honra prestar” reforçou o responsável.
O primeiro mês de prestação do Serviço Universal foi assinalado com uma cerimónia simbólica, na qual foi inaugurado o Espaço Multimédia de Chãs de Tavares, uma sala equipada pela NOS, que coloca à disposição dos habitantes, e sobretudo dos mais novos, serviços de comunicação (TV, voz e Internet). O objetivo é facilitar, numa perspetiva inclusiva, o acesso à realidade digital.
“Este é um espaço que nos orgulha, e que acreditamos que fará a diferença junto da população local, servindo não só a sua conveniência, mas também contribuindo para uma vertente educativa e pedagógica, e de entretenimento. E isso é concretizado através da ligação das pessoas entre si, e ao mundo, que é assegurada pela NOS”, disse Miguel Almeida.
O Serviço Universal tem na sua génese características inclusivas, de quem tantas vezes está longe dos grandes centros urbanos e de aglomerados de baixa densidade populacional, assegurando em qualquer ponto do território nacional a prestação de serviço telefónico fixo, acesso à Internet (a partir de 56Kbps) e serviço de fax.
Ao assegurar este serviço ao longo dos próximos cinco anos – período pelo qual o contrato é válido – a NOS também contribui para um maior equilíbrio no acesso às comunicações, proporcionando maior igualdade no serviço e nas oportunidades de desenvolvimento económico e social em Portugal.
A prestação deste serviço tem ainda uma forte componente social e de integração, pelo que cidadãos com necessidades especiais podem adquirir equipamentos específicos que contemplam algumas funcionalidades essenciais ao seu dia-a-dia, tais como equipamentos de amplificação de som, avisador luminoso de receção de chamada ou emissão de fatura em braille.

Combater o isolamento
Para assinalar o início da prestação do Serviço Universal de Comunicações pela NOS foi escolhida uma localidade que representa a essência do próprio serviço no combate à interioridade. Chãs de Tavares é uma freguesia de características rurais com baixa densidade populacional, cujo isolamento este tipo de serviço evita.
A NOS assume-se, assim, como a Telecom dos portugueses que garante o acesso a um conjunto de serviços de comunicações de interesse comum e utilidade pública, independentemente da sua localização geográfica.
Para além disso, contribui também ativamente para o combate à infoexclusão e uniformidade ao nível do desenvolvimento económico e social do país, colocando as novas tecnologias ao serviço da Sociedade da Informação e do Conhecimento.

Tags:

Sobre nós

Grupo empresarial que oferece soluções fixas e móveis de última geração, de televisão, internet, voz e dados para todos os segmentos de mercado.

Subscrever

Media

Media