Liraglutido (Victoza®) foi aprovado na União Europeia como o único agonista dos receptores de GLP-1 com indicação terapêutica aprovada na prevenção de eventos cardiovasculares

A Comissão Europeia aprovou uma atualização do resumo das características do medicamento Victoza ® (liraglutido) que alarga a indicação terapêutica aprovada para abranger a melhoria dos níveis de glicemia e a prevenção dos eventos cardiovasculares (CV) como uma parte integral do tratamento da Diabetes tipo 2. Victoza ® é o único agonista dos receptores de GLP-1 que demonstrou prevenir eventos CV em pessoas com Diabetes tipo 2 e elevado risco CV.

Esta atualização da indicação terapêutica aprovada é resultado do estudo LEADER, que demonstra que o medicamento Victoza ® reduz significativamente o risco de morte cardiovascular, enfarte agudo do miocárdio não fatal (ataque cardíaco) ou um acidente vascular cerebral não fatal em 13% em comparação com placebo, quando adicionado ao tratamento padrão. A redução de risco no geral foi derivada de uma redução estatisticamente significativa de 22% na morte cardiovascular com tratamento de Victoza ® em comparação com placebo e reduções não significativas nos enfartes do miocárdios não fatais e acidentes vasculares cerebrais não fatais.

“A doença cardiovascular é a principal causa de morte em pessoas com diabetes tipo 2 e requer estratégias de tratamento que diminuem tanto a glicemia como o risco cardiovascular para ajudar a melhorar os resultados em saúde”, afirma Mads Krogsgaard Thomsen, vice-presidente executivo e diretor do departamento científico da Novo Nordisk. “ A aprovação da Comissão Europeia da expansão da indicação terapêutica de Victoza ® permite aos médicos prescrever aos seus doentes o único agonista dos receptores do GLP-1 que previne eventos cardiovasculares em pessoas com diabetes tipo 2 e elevado risco cardiovascular.

Tags:

Sobre nós

Empresa global na área da saúde com mais de 90 anos em inovação e liderança nos cuidados para a diabetes. Esta herança deu-lhe a experiência e capacidade que possibilitam ajudar as pessoas a vencer esta doença crónica grave. A Novo Nordisk, empresa sediada na Dinamarca, é o produtor de metade da insulina usada a nível mundial. A Novo Nordisk emprega mais de 40 mil pessoas em 75 países e comercializa os seus produtos em mais de 180 países. A Novo Nordisk está em Portugal desde 1986.

Subscrever