TRESIBA® DEMONSTROU MELHORIA SIGNIFICATIVA NO CONTROLO DA GLICEMIA E REDUÇÃO DE EVENTOS HIPOGLICÉMICOS

Adultos com diabetes tipo 2 tratados com Tresiba® (insulina degludec) têm uma redução significativa na HbA1c e 30% menos probabilidade de episódios de hipoglicemia após começo do tratamento com a insulina basal.

Os resultados do estudo realizado em ambiente clínico real CONFIRM – que compara a eficiência de Tresiba® (insulina degludec) versus insulina glargina U300 – foram apresentados na 78º Sessão Scientífica da American Diabetes Association (ADA). O estudo retrospetivo, não interventivo de efetividade comparativa, que incluiu mais de 4 mil adultos com diabetes tipo 2 que começaram a utilizar insulina basal pela primeira vez, mostraram que após 6 meses, as pessoas com diabetes tratadas com Tresiba® tinham um valor de HbA1c consideravelmente inferior, comparada com as pessoas com diabetes tratadas com insulina glargina U300 (-1.5% vs. -1.2% respetivamente; p=0.029).1

Como objetivo secundário, registou-se uma redução de 30% dos episódios de hipoglicemia com Tresiba® comparativamente à insulina glargina U300 (p=0,045).1 Neste estudo, eventos de hipoglicemia, desde ligeiros a graves, foram registados com a utilização da Classificação Internacional de Doenças (ICD) códigos 9/10 após o diagnóstico de um médico.2

Este estudo em ambiente clínico real também demonstrou, noutro objetivo secundário, que as pessoas tratadas com Tresiba® tinham menor probabilidade de abandonar o tratamento. As pessoas tratadas com insulina glargina U300 tiveram 37% mais probabilidade de descontinuar o tratamento após dois anos (p<0.001).1

“Os estudos em ambiente clínico real são importantes para compreender como os ensaios clínicos se podem traduzir em valor real para os doentes no dia a dia da prática clínica” disse Todd Hobbs, vice-presidente e EUA chief medical officer da Novo Nordisk. “O estudo CONFIRM traduz-se na adição de valor à evidência de Tresiba® em adultos com diabetes tipo 2”.

 

Sobre o CONFIRM

O estudo CONFIRM é um estudo retrospetivo, não interventivo de efetividade comparativa que analisou Tresiba® e insulina glargina U300 (Toujeo®) em 4.056 adultos com diabetes tipo 2 nos EUA naïves para insulina (definido como nenhuma evidência de uso de insulina basal pelo menos 365 dias antes da data de inclusão no estudo). Os grupos de estudo incluíram o mesmo número de doentes (n = 2.028) e os doentes em cada grupo apresentavam caraterísticas iniciais demográficas comparáveis?.

As pessoas com diabetes não estavam controladas com um ou mais medicamentos antidiabéticos orais ou um agonista do recetor GLP-1 (peptídeo-1 semelhante ao glucagon) e foi-lhes prescrito Tresiba® ou insulina glargina U300 de acordo com a prática clínica habitual. Registos eletrónicos de saúde foram obtidos de vários sistemas de saúde nos EUA. O objetivo primário foi a redução da HbA1c (controlo da glicemia) da baseline até seis meses de seguimento. Os objetivos secundários incluíram taxa de hipoglicemia, proporção de doentes com pelo menos um episódio de hipoglicemia e a taxa de descontinuação do tratamento. Como em todos os estudos de mundo real, o CONFIRM não foi aleatorizado e apresenta as limitações habituais associadas à geração de evidência deste tipo. Isto inclui a potencial sub-notificação de hipoglicemia (no entanto, este é o caso em ambas as opções de tratamento estudadas no CONFIRM, o que significa que a razão da taxa, bem como as probabilidades entre tratamentos, podem ser úteis), e o curto período de seguimento de 3-6 meses (embora corresponda ao período de manutenção em que ocorrem as maiores variações na HbA1c e ser o período de seguimento habitual na geração de evidência nesta área terapêutica). Além disso, no estudo CONFIRM há apenas evidência sobre a insulina prescrita e não qual a utilizada (medicação dispensada na farmácia).

Sobre o Tresiba®

Tresiba® (insulina degludec) é uma insulina basal diária com a duração de ação para além das 42 horas e com um efeito estabilizador e redutor dos níveis de glucose. 4, 5 Está associada a menor risco de hipoglicemia comparativamente com o a insulina glargina U100.4, 6 Nas ocasiões em que a administração no mesmo momento do dia não é possível, Tresiba® permite flexibilidade na administração diária com o mínimo de 8 horas entre as injeções. Tresiba® recebeu a sua primeira aprovação regulamentar em setembro de 2012 e desde então tem sido aprovado em mais de 80 países a nível mundial. Hoje em dia está comercialmente disponível em mais de 50 países.

Sobre a Hipoglicemia

A hipoglicemia ocorre quando os níveis de açúcar no sangue estão muito baixos e não conseguem fornecer, aos órgãos do corpo, a energia de que necessitam. A hipoglicemia pode causar uma série de sintomas, incluindo confusão, tremores, suor, aumento da frequência cardíaca, dificuldade de concentração e da fala e, em casos graves, pode levar a convulsões ou coma.3-6

Sobre a Novo Nordisk

A Novo Nordisk é uma empresa internacional no setor da saúde, com mais de 95 anos de inovação e liderança no tratamento do diabetes. Este legado deu-nos  a experiência e os recursos para podermos ajudar as pessoas a vencerem outros problemas crónicos graves como: obesidade, hemofilia e distúrbios do crescimento. Sediada na Dinamarca, a Novo Nordisk emprega aproximadamente 42.700 pessoas em 79 países e comercializa os seus produtos em mais de 170 países. Para obter mais informações, aceda a novonordisk.com, Facebook, Twitter, LinkedIn, YouTube

Tags:

Sobre nós

Empresa global na área da saúde com mais de 90 anos em inovação e liderança nos cuidados para a diabetes. Esta herança deu-lhe a experiência e capacidade que possibilitam ajudar as pessoas a vencer esta doença crónica grave. A Novo Nordisk, empresa sediada na Dinamarca, é o produtor de metade da insulina usada a nível mundial. A Novo Nordisk emprega mais de 40 mil pessoas em 75 países e comercializa os seus produtos em mais de 180 países. A Novo Nordisk está em Portugal desde 1986.

Subscrever