PAN apoia bombeiros nacionais na luta por condições de trabalho mais dignas

 

Lisboa, 02 de Julho de 2015 – Tratando-se de um movimento político orientado para a protecção das pessoas, dos animais e da nossa casa comum, o ambiente, o PAN – Pessoas-Animais-Natureza, não podia ficar indiferente à grave situação em que se encontram os bombeiros no nosso país e que pode levar a uma greve nacional que terá fortes impactos na segurança das populações, num período de férias e de elevadas temperaturas em que a actuação destes profissionais é imprescindível.

Além dos motivos já invocados pelos participantes no Congresso Nacional dos Bombeiros Profissionais, o PAN realça o facto de estas entidades reunirem pessoas imbuídas de um forte espírito altruísta, colocando o seu próprio bem-estar em risco, muitas vezes de forma voluntária, na protecção das populações, animais e florestas do país, uma atitude que, na perspectiva do partido, o poder público deve saber reconhecer e incentivar.

"Os heróis incógnitos que compõem os Bombeiros nacionais devem merecer de toda a sociedade, especialmente do Estado, um apoio tácito ao exercício pleno das suas funções" afirma André Silva, porta-voz do PAN.

Com efeito, o PAN reitera a necessidade de se zelar pelos interesses e direitos dos bombeiros, nomeadamente através do financiamento das Câmaras Municipais, o desbloqueamento da progressão na carreira e o preenchimento dos quadros em falta.

O partido PAN manifesta o seu apoio integral a esta causa, considerando que o Ministério da Administração Interna não tem vindo a considerar o desempenho exemplar que os bombeiros têm revelado no cumprimento das suas missões, o que poderá condicionar seriamente os serviços que prestam em prol das populações, dos animais e do meio ambiente em Portugal.

Sobre o Partido Pessoas-Animais-Natureza – PAN

O PAN - Pessoas-Animais-Natureza é um partido político português, inscrito junto do Tribunal Constitucional (TC) desde 13 de Janeiro de 2011. A sua missão é criar uma sociedade onde todos os seres sencientes, humanos e não humanos, possam viver em paz e felicidade, numa harmonia tão ampla quanto possível, em ecossistemas saudáveis e sustentáveis. Nas eleições legislativas de 2011, o PAN obteve um total de 57.995 votos (1,04%). Desde então, tem participado em todos os atos eleitorais realizados em Portugal e já elegeu 1 deputado regional na Madeira, 6 deputados municipais e 3 deputados de freguesia. Em Outubro de 2014, o PAN elegeu uma nova direção que promoveu alterações à forma de organização e funcionamento do partido. O símbolo do PAN representa a unidade e interdependência das três causas que defende como uma só (pessoas, animais, natureza), com a mão humana aberta, generosa, interventiva e solidária que se ergue da Terra para o Céu, as patas animais e as folhas, componentes inseparáveis de uma Árvore da Vida que se expande e cresce para abraçar o mundo.

Tags:

Sobre nós

Partido pelos Animais e pela Natureza.

Subscrever