PAN contacta Resort Algarvio por denúncias de ataques a gaivotas

Lisboa, 17 de agosto de 2017 – O PAN Pessoas – Animais – Natureza, acaba de enviar uma comunicação formal ao Pestana Viking Beach and Golf Resort na Praia Senhora da Rocha, Porches/Lagoa no seguimento de várias denúncias sobre a alegada utilização de aves de rapina para controlo da população das gaivotas.

A confirmar-se esta prática, o PAN manifestou a sua indignação, por se tratar de um ato cruel e sem qualquer preocupação pelo bem-estar animal. Segundo um episódio a que clientes do próprio hotel assistiram, uma águia atacou uma gaivota deixando-a ferida com gravidade mas ainda assim com força suficiente para que esta voasse para longe. Ora, o mais provável é a gaivota vir a ter uma morte lenta e agonizante, situação de crueldade e de utilização abusiva de animais que o PAN repudia.

O partido recorda que o art. 13.º do Tratado de Funcionamento da União Europeia reconhece a senciência dos animais e obriga a que os Estados na prossecução das suas políticas tenha em conta o bem-estar dos animais. Mais recentemente, em Portugal, foi também alterado o estatuto jurídico dos animais que, deixando de ser coisas, passaram legalmente a ser reconhecidos como seres sensíveis.

“É importante agora que todos nós, tanto na qualidade de entidades públicas ou privadas, coletivas ou singulares, respeitemos essa sensibilidade, furtando-nos de praticar atos que comprometam de forma desnecessária o bem-estar dos animais” pode ler-se na comunicação que foi hoje enviada para esta organização.

Existem formas não violentas de controlo da população de gaivotas em que se obtém o mesmo fim sem que seja necessário colocar em causa a vida das próprias gaivotas e usar outros animais abusivamente para o efeito. O PAN disponibilizou-se para reunir com a administração a fim de propor medidas alternativas à prática atual e aguarda uma reação a este contacto.

Tags:

Sobre nós

Partido pelos Animais e pela Natureza.

Subscrever