PAN marca presença no Acampamento Anti-Fóssil da Ilha de Tavira

Faro, 22 de Julho de 2016 - O PAN estará presente no Acampamento Anti-Fóssil que decorre este fim-de-semana no Parque de Campismo da Ilha de Tavira.
 
Esta participação surge no âmbito das várias ações e medidas propostas pelo partido no sentido de alertar para os problemas associados à prospeção e exploração de petróleo e gás natural em Portugal e para a urgência da revogação de todos os contratos com empresas petrolíferas celebrados pelo Estado, que afetam especialmente a região do Algarve.
 
Em 2005 iniciaram-se negociações entre o Estado Português e diversas empresas petrolíferas. Estas negociações vieram a culminar com a celebração de quinze contratos para a concessão de direitos de prospeção, pesquisa, desenvolvimento e produção de petróleo em território português.
 
Apesar dos elevados impactos sócio-ambientais, os portugueses nunca foram chamados a serem ouvidos. Houve sempre um determinado secretismo à volta das negociações e respetivos contratos. Apesar de todos os constrangimentos, os portugueses têm-se manifestado contra a prospeção e exploração de petróleo em Portugal, deixando claro que não o querem e que percebem o impacto que esta exploração terá no ambiente e na economia.
 
Em Janeiro deste ano, o PAN deu entrada na Assembleia da República de um projeto de resolução que recomendava ao Governo a revogação imediata de todos os contratos para a concessão de direitos de prospeção, pesquisa, desenvolvimento e produção de petróleo, tendo ainda questionado o Ministério do Ambiente sobre o valor de resolução de cada contrato celebrado. O partido continua a aguardar uma resposta do ministério e o projecto de resolução foi rejeitado este mês em Plenário com os votos contra do PSD, PS, CDS-PP e PCP.
 
O Acampamento Anti-Fóssil é organizado pelo coletivo Climaximo, um grupo de ativistas movidos pela urgência do combate às alterações climáticas e os seus graves efeitos.

Tags:

Sobre nós

Partido pelos Animais e pela Natureza.

Subscrever