Rohde: PE aprova mobilização de 1,4 milhões de euros para Portugal

O Parlamento Europeu aprovou hoje a mobilização de 1,4 milhões de euros do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização a favor de Portugal, destinados a apoiar 680 trabalhadores despedidos da fábrica de calçado da Rohde, em Santa Maria da Feira. É a quarta vez que Portugal recorre a este fundo, criado para ajudar a reintegrar no mercado de trabalho as pessoas que perderam o emprego devido aos efeitos da globalização ou da crise económica e financeira mundial.


O Parlamento Europeu aprovou a mobilização do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização (FEG) a favor de Portugal por 555 votos a favor, 64 contra e 25 abstenções. A aprovação pelo Conselho de Ministros da UE, o outro ramo da autoridade orçamental, está agendada para 4 de Outubro.


A candidatura portuguesa ao FEG, apresentada em 26 de Novembro do ano passado, ocorreu na sequência de 974 despedimentos na Rohde – Sociedade Industrial de Calçado Luso-Alemã, Lda., uma empresa fabricante de calçado.


Dos 974 trabalhadores despedidos, 680 são potenciais beneficiários de assistência (as autoridades portuguesas estimam que cerca de 70% dos trabalhadores despedidos participarão nas medidas co-financiadas pelo FEG, enquanto os restantes encontrarão outro emprego, deslocar-se-ão para fora do país, passarão à reforma ou participarão noutras acções complementares às co-financiadas pelo FEG).


O pacote de assistência incluirá o reconhecimento de competências, formação profissional, bolsas para formação por iniciativa pessoal, formação e ajuda com vista à criação de empresas, apoio à auto-colocação e incentivos ao recrutamento.


O custo total estimado deste pacote ascende a 2,23 milhões de euros, dos quais 1,4 milhões foram solicitados ao FEG (65% dos custos totais).


Região Norte e Centro


Os despedimentos afectaram essencialmente o município de Santa Maria da Feira (região Norte), onde estava localizada a Rohde, mas tiveram também repercussões no município contíguo de Ovar (região Centro).


O encerramento da Rohde acrescentou quase um milhar de trabalhadores aos candidatos a emprego nas duas regiões, já de si afectadas por taxas de desemprego superiores à do país no seu conjunto.


Ambas as regiões já foram aceites para receber assistência do FEG em Junho de 2009 (sector têxtil). A Região Norte foi de novo aceite para receber assistência do FEG em Setembro de 2010 (Qimonda).


Candidaturas portuguesas ao FEG


2007: Lisboa-Alentejo (indústria automóvel)

2009: Qimonda (equipamento electrónico)

2009: Norte-Centro (sector têxtil)

2010: Rohde (calçado)

2011: Norte - Centro Automotive Industry


Relatório sobre a mobilização do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização a favor de Portugal (Rohde)


Candidaturas portuguesas ao Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização


Contactos:


Teresa COUTINHO

Gabinete do PE em Lisboa

: teresa.coutinho@europarl.europa.eu

: 351 91 768 34 30

: 33 3 881 73673 (Estrasburgo)


Isabel Teixeira NADKARNI

Serviço de Imprensa – Assessora para a imprensa portuguesa

: isabel.nadkarni@europarl.europa.eu

: 32 (0) 228 32198 (Bruxelas)

: 32 (0) 498 98 33 36

: 33 (0) 3881 76758 (Estrasburgo)

Tags:

Sobre nós

Instituição Parlamentar da União Europeia.

Subscrever