Celebração da Páscoa e do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios nos parques e monumentos de Sintra

  • Dia Internacional dos Monumentos e Sítios: 12 visitas gratuitas com especialistas
  • Comemorar a Páscoa na Quintinha de Monserrate
  • Início das sessões de Horticultura Biológica de primavera/verão
 
Sintra, 5 de março de 2015 – O mês de abril, nos parques e monumentos de Sintra, é marcado pela celebração da Páscoa na Quintinha de Monserrate , e do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios , a 18 de abril, com doze visitas gratuitas com especialistas aos parques e monumentos sob gestão da Parques de Sintra.
Abril é também o mês do início das sessões de Horticultura Biológica de primavera/verão e de outras atividades como o Concerto para Bebés – Um Dia na Floresta ou a Caça ao Tesouro Real .

Programação
Páscoa na Quintinha
Sábado, 4 de abril, 15h00, Quintinha de Monserrate
A Quintinha de Monserrate enche-se de cores, cheiros e sabores, para a celebração da Páscoa. Os participantes poderão aprender a fazer os deliciosos folares, típicos deste dia festivo, e terão também outro desafio: uma caça aos ovos da Páscoa que se encontram muito bem escondidos nos vários recantos da Quintinha.
- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 5 anos
- Duração: 2h00
- Tarifário por sessão: 8€/participante
- Requer inscrição e pagamento prévios: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Nota: em caso de condições meteorológicas adversas, realizar-se-á um atelier de decoração de ovos da Páscoa. A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes.
 
Sessão de Horticultura Biológica
Sábados, 11 e 18 de abril, 9h30, Quintinha de Monserrate
Formadora: Graça Ribeiro, especialista em Horticultura Biológica
A decorrer na Quintinha de Monserrate durante todo o período de primavera/verão, as sessões teórico/práticas de horticultura pretendem demonstrar como são feitas, e mantidas, as sementeiras e plantações próprias da época. Ao longo dos 6 meses, será avaliado o desenvolvimento e produção das culturas instaladas, assim como apontadas soluções para eventuais problemas. Pretende-se ainda dar a conhecer o ciclo completo para as diferentes plantas hortícolas, da sementeira à recolha de sementes.
A primeira sessão de primavera/verão, que se realiza dia 11 de abril, será dedicada às sementeiras (as sementes; as sementeiras em viveiro e diretamente na terra). A segunda sessão, que se realiza a 18 de abril, será dedicada à planificação da horta (orientação solar; instalação de sebes de bordadura e de proteção; marcação dos talhões; consociações de culturas).
- Destinatários: público interessado em adquirir conhecimentos em Horticultura no Modo de Produção Biológico
- Duração: 4h30
- Tarifário por sessão: 20€/participante
- Requer inscrição e pagamento prévios: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes
 
A Sala Indiana – O culminar do restauro no Palácio de Monserrate
Sábado, 18 de abril, 10h00, Palácio de Monserrate
Nesta visita, será abordada a História do Palácio, como foi edificado sobre um Palácio anterior, os pormenores da técnica construtiva, decoração exterior e interior e do seu usufruto, sempre sob o mote de grande sofisticação inerente à família que mais tempo o habitou até à atualidade. Salientar-se-ão as diferentes técnicas decorativas requintadas que ainda se podem observar nas suas salas principais (os douramentos, as madeiras entalhadas, os papéis aplicados, os vitrais, o alabastro esculpido e, finalmente, o estuque relevado) e os estudos que tiveram de ser feitos sobre as técnicas utilizadas originalmente e as alterações sofridas ao longo dos tempos. Será dado destaque aos trabalhos de restauro em curso na Sala de Estar Indiana: a limpeza e remoção de repintes, a estrutura construtiva dos tetos em estuque, a execução de moldes para reproduzir os motivos decorativos, a aplicação de douramento.
- Destinatários: todos (máx. 20 pessoas)
- Duração: 2h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: entrada do Palácio de Monserrate
- Visita conduzida pelo Dr. Carlos Marques e pela Dra. Sandra Alves, conservadores da Parques de Sintra
 
Recuperação do Pavilhão Robillion e instalação de cafetaria e auditório
Sábado, 18 de abril, 10h00, Palácio Nacional de Queluz
Esta visita técnica permitirá conhecer o projeto de reabilitação de uma zona do Palácio Nacional de Queluz que se encontra encerrada ao público, cujo objetivo é dotar o monumento de novos espaços de acolhimento aos visitantes e eventos, assente num conceito arquitetónico minimalista e coerente com o existente. O programa definido aponta quatro funções para os vários espaços, onde serão criados ambientes distintos: cafetaria, auditório, sala de eventos e armazéns/balneários.
- Destinatários: público em geral com interesse nas áreas de arquitetura e reabilitação (máx. 20 pessoas)
- Duração: 1h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: bilheteira do Palácio Nacional de Queluz
- Visita conduzida pelo Eng.º João Pimentel, da Parques de Sintra

Da Vila ao Castelo: à descoberta de novos caminhos
Sábado, 18 de abril, 10h00, do Centro Histórico de Sintra ao  Castelo dos Mouros, pela Vila Sassetti
Esta visita tem início no Largo do Vítor onde será efetuada uma contextualização sobre a história da Vila Sassetti e sobre os trabalhos em curso que visam recuperar o espaço e torná-lo visitável. A visita continua pelos percursos pedestres que ligam a Vila Sassetti ao Castelo dos Mouros, durante os quais será possível ficar a conhecer melhor a floresta autóctone da Serra de Sintra, com particular enfâse nos exemplares de Loureiros que ali se observam. O caminho inclui uma passagem pelo Penedo da Amizade, famoso local de escalada, e pelo interior do primeiro pano de muralhas do Castelo dos Mouros. O regresso ao Centro Histórico faz-se pelo caminho de Santa Maria, que oferece aos participantes belíssimas vistas panorâmicas.
- Destinatários: devido à inclinação bastante acentuada deste percurso pedestre, esta visita está indicada para pessoas com boa preparação física (máx. 20 pessoas).
- Duração: 2h30
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: Largo do Vítor
- Visita conduzida pela Doutora Maria Inês Moreira, bióloga da Parques de Sintra
- Nota: recomenda-se uso de calçado confortável, apropriado para caminhadas e indumentária adequada às condições climatéricas. Recomenda-se igualmente que os participantes levem água e comida.

História com Gestos
Sábado, 18 de abril, 10h30, Palácio Nacional da Pena
Visita guiada ao Palácio Nacional da Pena, com interpretação em Língua Gestual Portuguesa, onde os visitantes poderão conhecer um ícone marcante do romantismo em Portugal, classificado como Monumento Nacional em 1910 e como parte da Paisagem Cultural de Sintra, Património Mundial da Humanidade em 1995.
- Destinatários: direcionada principalmente para visitantes surdos mas aberta a todos os interessados (máx. 10 pessoas)
- Duração: 1h30
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: loja do Palácio Nacional da Pena
- Visita conduzida por guia da Parques de Sintra a determinar, em parceria com a Associação Portuguesa de Surdos
 
Parque da Pena – Redescobrir a encosta da Cruz Alta no Parque da Pena
Sábado, 18 de abril, 10h30, Parque da Pena
Nesta visita os participantes terão a oportunidade de percorrer o Parque da Pena e conhecer melhor a Encosta da Cruz Alta. A visita terá início na entrada principal do Parque da Pena, passando pelo Picadeiro e descendo até ao Lago dos Peixes. Neste ponto inicia-se o percurso pela Encosta passando por vários pontos de interesse: Trono da Rainha, Gruta do Monge, Cruz Alta, Lago da Preta, Tanque dos Sete Pinheiros e, por fim, Lago da Concha. Ao longo da visita será possível ver não só a vegetação autóctone da Serra de Sintra, numa encosta dominada pelos carvalhos, ericas e medronheiros, como detalhes dos métodos e materiais de construção aplicados no Parque. Destaca-se o asfalto natural utilizado nos acentos de bancos e impermeabilização de tanques e lagos, introduzido no Parque pelo Barão de Eschwege, que apoiou D. Fernando II na construção do Palácio e Parque da Pena, os detalhes de embrechados que decoram fontes e Grutas ou o complexo sistema de águas que nasce nesta encosta para alimentar tanques, lagos e cascatas no Parque da Pena, o Palácio Nacional de Sintra e outras quintas e propriedades vizinhas.
- Destinatários: todos (máx. 20 pessoas)
- Duração: 2h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: entrada principal do Parque da Pena
- Visita conduzida pela Arq.ª Paisagista Elsa Isidro, da Parques de Sintra
 
Palácio da Pena: Castelo Real e habitação privada
Sábado, 18 de abril, 11h00, Palácio Nacional da Pena
Após a implantação da República, em 1910, perdeu-se a memória do habitar privado da Família Real durante o Romantismo e a Belle Époque no Palácio Nacional da Pena. No entanto, ficaram os inventários do recheio que, quais verdadeiras máquinas do tempo, nos permitem hoje saber onde D. Fernando II escrevia a sua correspondência, onde a Condessa d’Edla tocava piano com o pequeno Vianna da Motta, onde ficava o quarto de D. Carlos que foi esvaziado após o regicídio, e onde D. Amélia ansiosamente acompanhou através do telefone a evolução da revolução republicana nos dias que antecederam o dia 5 de outubro. Esta visita temática propõe olhar os inventários enquanto instrumentos de investigação e de redescoberta do passado, para depois olhar o Palácio de modo informado.
- Destinatários: público interessado na cultura doméstica do século XIX e na arquitetura enquanto memória da fase final da monarquia (máx. 20 pessoas)
- Duração: 2h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: loja do Palácio Nacional da Pena
- Visita conduzida pelo Arq.º António Nunes Pereira, Diretor do Palácio Nacional da Pena

Recuperação das fachadas e cantarias do Palácio de Queluz
Sábado, 18 de abril, 11h00, Palácio Nacional de Queluz
O Palácio Nacional de Queluz apresenta uma grande diversidade de tons e cores em todo o exterior do edifício, variando entre o rosa, o laranja e o amarelo, tendo já perdido a cor azul original, da qual ainda se encontram vestígios nas zonas protegidas, a par de documentação gráfica e fotográfica. Estes registos reportam igualmente a existência de molduras relevadas em alguns paramentos. Além da diversidade cromática, verifica-se na totalidade das fachadas, condições de degradação da caiação, pintura e barramentos coloridos, bem como das cantarias decorativas.
Pretende-se com esta visita dar a conhecer a presente intervenção que permitirá restituir a harmonia cromática do exterior do monumento e assegurar a integridade dos revestimentos exteriores através das necessárias reparações de rebocos e limpeza de cantarias, iniciando o projeto de recuperação integral das fachadas e cantarias do Palácio Nacional de Queluz. Serão intervencionadas as fachadas da Sala do Trono e da Música, da Ala das Infantas, da Sala de Jantar, de Cerimónia, do Pavilhão Robillion e do Corpo Central viradas para os jardins.
- Destinatários: Todos (máx. 20 pessoas)
- Duração: 1h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: bilheteira do Palácio Nacional de Queluz
- Visita conduzida pela Eng.ª Vanessa Ferreira, da Parques de Sintra

Remodelação da Loja e Bilheteira do Palácio Nacional de Sintra
Sábado, 18 de abril, 11h00, Palácio Nacional de Sintra
A visita terá lugar nos espaços de loja e bilheteira do Palácio Nacional de Sintra, em obras de remodelação desde o dia 23 de fevereiro. Dar-se-á a conhecer aos visitantes uma intervenção que visa reorganizar e modernizar os espaços de acolhimento ao público, explorando ao máximo a configuração das várias salas e ligações entre elas, com vista a introduzir o mínimo possível de alterações no edifício. Será também criado um espaço polivalente para workshops e apresentações, que ficará aberto ao público diariamente, para repouso e consulta de publicações, tirando partido da ligação a partir da loja e da vista privilegiada que oferece para o terreiro do palácio, para a Vila e para a Serra de Sintra. A visita decorrerá no período em que a nova loja e instalações sanitárias já estarão abertas ao público.
- Destinatários: todos (máx. 15 pessoas)
- Duração: 1h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: bilheteira do Palácio Nacional de Sintra
- Visita conduzida pela Arq.ª Cristina Pedrosa, da Parques de Sintra
- Nota: levar calçado de proteção

No interior da cúpula: as reservas do Palácio Nacional da Pena
Sábado, 18 de abril, 11h00 e 15h00, Palácio Nacional da Pena
A título excecional, convida-se o público interessado, neste Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, a subir à grande cúpula do Torreão onde se encontram instaladas as reservas do Palácio Nacional da Pena. Para além do contacto com obras de arte normalmente vedadas ao olhar dos visitantes, será dada a conhecer a organização que tem vindo a ser empreendida nesse espaço museológico pela Parques de Sintra. Está igualmente previsto o acesso ao caminho que circunda a cúpula no exterior, com uma deslumbrante vista para o Parque da Pena.
- Destinatários: público interessado na organização de coleções museológicas (máx. 15 pessoas)
- Duração: 1h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: loja do Palácio Nacional da Pena
- Visita conduzida pelo Dr. Hugo Xavier, Conservador do Palácio Nacional da Pena

O restauro do Chalet da Condessa d’Edla e em particular dos seus revestimentos em cortiça
Sábado, 18 de abril, 14h00, Chalet da Condessa d’Edla
Na visita proposta far-se-á uma abordagem à história do Chalet e de todo o processo de restauro que teve de se se levar a cabo após o incêndio que em 1999 o destruiu quase na íntegra. Serão explicadas todas as condicionantes que foi necessário ultrapassar até à atual fase de restauro em curso: a recuperação da peculiar decoração em cortiça. A aplicação deste material aparece no exterior do edifício, a decorá-lo em consonância com a natureza. No interior, a cortiça aparece conjugada com estuque, fingindo em pintura painéis de madeira, em elaboradas composições geométricas presentes em duas salas. Nesta visita os participantes poderão observar todas as etapas da execução dos revestimentos, desde o modo como os painéis são fixos à parede, como é recortada a parte em madeira e a cortiça para preencher os vazios, e no final o reforço por dupla linha de pintura dos motivos decorativos repetidos.
- Destinatários: todos (máx. 20 pessoas)
- Duração: 2h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: bilheteira do Chalet da Condessa d’Edla
- Visita conduzida pelo Dr. Carlos Marques, conservador da Parques de Sintra

A recuperação dos jardins históricos de Queluz
Sábado, 18 de abril, 15h00, Jardins do Palácio Nacional de Queluz
Os participantes nesta visita terão a oportunidade de percorrer os Jardins de Queluz, compreender a sua história e vivência, através de uma visita técnica que abordará os vários projetos em desenvolvimento para restauro dos jardins a visitar. O percurso terá início na entrada do Palácio Nacional de Queluz, passando pelos jardins de Malta e Pênsil, jardins de aparato, seguindo-se os bosquetes dominados pelos frondosos buxos, em direção à Cascata Grande e chegada ao antigo Jardim Botânico (local onde este será recreado em breve). Por fim percorre-se o magnífico canal de azulejos até à escadaria Robillion.
- Destinatários: todos (máx. 20 pessoas)
- Duração: 2h00
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: bilheteira do Palácio Nacional de Queluz
- Visita conduzida pela Arq.ª Paisagista Ana Sanches, da Parques de Sintra

O Palácio Noutros Sentidos
Sábado, 18 de abril, 16h00, Palácio Nacional de Sintra
Ao longo do percurso museológico do Palácio Nacional de Sintra, os visitantes terão a oportunidade de tocar em peças da coleção. Será abordada a azulejaria hispano-mourisca, com explicação das técnicas de fabrico dos azulejos; a cantaria ornamentada manuelina, descrevendo o significado simbólico de alguns elementos decorativos; e o mobiliário indo-português, entre outros. O tato não será o único sentido a ser explorado, pois a visita tem também como objetivo dar a entender as dimensões do espaço e as suas relações com o cenário envolvente, através de um discurso que aborda a História, mas também a descrição dos interiores e exteriores.
- Destinatários: visitantes cegos (maiores de 12 anos), grupos de 5 a 7 pessoas por guia
- Duração: 1h30
- Tarifário: gratuito mediante inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Ponto de encontro: bilheteira do Palácio Nacional de Sintra
- Visita conduzida por guia da Parques de Sintra a determinar

Concerto para Bebés: Um Dia na Floresta
Domingo, 19 de abril, 10h30, Palácio de Monserrate
“Um Dia na Floresta” recria o ambiente de festa que se vive na Natureza. Trechos de música clássica, arranjados especialmente para bebés, com palavras simples, ritmos contagiantes e jogos de rimas, proporcionam um momento de envolvente magia para os mais pequenos. Através de histórias cantadas, o concerto convida todos a viver uma aventura imaginária, através das suas personagens: o dia que nasce, as flores que cantam, o cuco que assobia, a formiga corredora, o caracol que põe os pauzinhos ao sol, o lagarto pintado, a fada desaparecida e a lua que chega quando o sol se põe.
- Recomendado para famílias com crianças a partir dos 3 meses
- Duração: 45 min
- Tarifário: 20€/adulto + 1 criança até aos 4 anos; 15€/adultos e crianças com mais de 4 anos
- Requer inscrição e pagamento prévios: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

Caça ao Tesouro Real
Domingo, 26 de abril, 15h00, Parque da Pena
Percorrendo trilhos sinuosos por entre a vegetação exuberante do Parque da Pena, dão-se a conhecer a história e as estórias deste local único, fruto da imaginação de um Rei que também foi Artista. Os jovens são desafiados a explorar o meio que os rodeia numa aventura repleta de enigmas e pistas por descobrir que desvenda o nosso património natural e edificado.
- Recomendado para famílias com crianças a partir dos 8 anos
- Duração: 2h00
- Tarifário por sessão: 8€/participante
- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- Nota: a atividade pode ser cancelada devido a condições meteorológicas adversas; a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

Exposição 180 anos da morte de D. Pedro IV
Todos os dias, 09h00 – 17h00, Palácio Nacional de Queluz
Projeto museológico do Quarto D. Quixote, no âmbito dos 180 anos da morte de D. Pedro d’Alcântara de Bragança. O objetivo deste projeto museológico prendeu-se com o estudo e valorização do Quarto D. Quixote e os espaços adjacentes, bem como a figura de D. Pedro IV, através de uma nova museografia e de vários suportes interpretativos, com destaque para os digitais. Foram reunidas peças do Palácio Nacional de Queluz e protocolados empréstimos com outras instituições: Museu Nacional de Arte Antiga, Palácio Nacional da Ajuda, Museu Nacional dos Coches, Museu Militar de Lisboa e Museu Nacional Soares dos Reis. Estão expostas 48 peças, incluindo 15 pinturas e miniaturas, 15 objetos pessoais de D. Pedro IV e 9 peças de mobiliário.
- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional de Queluz
- Saber mais: www.dpedroiv.parquesdesintra.pt

Exposição - Melhores Imagens do BIO+Sintra
Todos os dias, 10h00 – 17h00, Info Parques de Sintra e Palácio de Monserrate
Exposição das imagens premiadas pelo júri na sessão de Verão dos Concursos de Fotografia “Captar Sintra – A Biodiversidade das estações”, promovidos no âmbito do projeto BIO+Sintra. No espaço Info Parques de Sintra é possível ver os três vencedores da última sessão dos concursos e as quatro menções honrosas atribuídas pelo júri. Adicionalmente, estão expostas no Palácio de Monserrate todas as imagens vencedoras do 1º ano do “Captar Sintra”.
- Tarifário: bilhete para o Palácio de Monserrate

Documentário “A Sinfonia”
Sábados e domingos, 15h30 – 16h30, Info Parques de Sintra
Documentário "A Sinfonia", produzido no âmbito do projeto BIO+Sintra, em exibição no espaço Info Parques de Sintra, todos os sábados e domingos, com entrada livre. O documentário apresenta dez importantes valores naturais, pela voz de biólogos especialistas, conduzidos por João Rodil, conhecido escritor e historiador local. Pretende-se tornar pessoal e emocional o envolvimento do espetador na salvaguarda do equilíbrio dos ecossistemas da Serra de Sintra.
- Legendado em inglês
- Gratuito
- Saber mais: www.youtube.com/user/lifebiomaissintra

Passeios a Cavalo e de Pónei
Todos os dias, Parque da Pena
Passeios a cavalo em que o visitante percorre, de uma forma diferente, os caminhos e trilhos do Parque da Pena. A duração dos passeios a cavalo pode variar entre os 30 e os 90 min., ou as 3h e as 6h. No programa mais longo existe a possibilidade de visitar outros polos sob gestão da Parques de Sintra e mesmo agendar um almoço em local a especificar. Todos os passeios são feitos mediante acompanhamento dos tratadores dos cavalos, que guia os visitantes através do percurso.
A pensar nas crianças, a Parques de Sintra dispõe também de uma atividade que permite aos mais novos terem a sua primeira experiência a cavalo num pónei, treinado especialmente para o efeito e acompanhados também por um dos seus tratadores.
- Passeios a cavalo: 10€/30 min, 25€/90 min, 50€/3h, 100€/6h (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)
- Passeios de pónei: 5€/15 min (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)
- Para garantir disponibilidade, é recomendável efetuar reserva prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- A realização do passeio depende das condições meteorológicas
- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-a-cavalo/

Passeios de Charrete
Todos os dias, Parque da Pena
Os passeios de charrete no Parque da Pena proporcionam uma verdadeira viagem no tempo num percurso entre o Vale dos Lagos e o Chalet da Condessa d’Edla, passando pela Quinta da Pena e o Jardim da Condessa d’Edla. Este passeio pode ser livre ou acompanhado por um guia especializado. Conduz os visitantes à descoberta da história deste parque e dos seus criadores, das espécies botânicas e animais que surgem ao longo do percurso e dos edifícios históricos e recantos do jardim que se encontram no trajeto.
- O passeio pode incluir até 6 adultos ou 4 adultos e 4 crianças
- Duração: 1h
- Tarifário: 75€ (suplemento ao bilhete para o Parque da Pena)
- É necessário efetuar reserva prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00
- A realização da atividade depende das condições meteorológicas
- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-de-charrete/

Exposição “Vitrais e Vidros: Um Gosto de D. Fernando II”
Todos os dias, Palácio Nacional da Pena
Exposição de um notável conjunto de vitrais dos séculos XIV a XIX, no qual se insere o mais antigo vitral conhecido em Portugal. Inclui também elementos da coleção de vidros do Palácio da Pena, uma das mais representativas coleções da história do vidro europeu existente no nosso país. Recentemente, passou também a englobar algumas peças que pertenceram à coleção de vidros do rei D. Fernando II e que são das reservas do Museu Nacional de Arte Antiga.
- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional da Pena
- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/evento/exposicao-vitrais-e-vidros-um-gosto-de-d-fernando-ii/

Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua
A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.
Em 2014, as áreas sob gestão da PSML (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam aproximadamente 1.928.000 visitas, cerca de 86% das quais por parte de estrangeiros. Recebeu, em 2013 e 2014, o World Travel Award para Melhor Empresa em Conservação.
São acionistas da PSML a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.
www.parquesdesintra.pt ou www.facebook.com/parquesdesintra

Tags:

Sobre nós

Empresa de capitais exclusivamente públicos criada em 2000 (decreto-lei nº 215/2000, de 2 de Setembro), na sequência da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade e dos compromissos assumidos com a sua recuperação, conservação e divulgação.

Subscrever